Católico adora imagens?

Uma das mais freqüentes e insistentes acusações que nós, católicos, sofremos de nossos irmãos protestantes é a de praticar “idolatria”. Mas, trata-se de uma acusação absolutamente ausente de fundamentos, que somente pode ser explicada pelo desconhecimento da Palavra de Deus. Acredito, também, que seja porque não sabem o que é idolatria.

Idolatria não é o uso de imagens no culto divino, mas prestar a uma criatura o culto de adoração que devemos unicamente a Deus. É este o ensinamento da Igreja. Portanto, eu desejo que os irmãos protestantes, me façam o favor de divulgar o trecho do Catecismo da Igreja que ensina a idolatria, já que afirmam com tanta veemência que ela é idólatra.

Antes de continuar, preciso explicar que quando veneramos uma imagem, na verdade veneramos a pessoa a qual ela representa, cuja vida é digna de servir de exemplo de santidade e não um simples objeto de madeira, porcelana, metal, ou seja lá o material do qual tiver sido feita.

Seguindo, sinto a necessidade de explicar a diferença entre venerar e adorar. Desculpem-me os mais esclarecidos, mas acreditem, já ouvi protestante dizer que as duas palavras significam a mesma coisa. Ora, tratemos então de enviar uma carta a Aurélio Buarque de Hollanda (que Deus o tenha) pedindo a ele que retire uma das duas palavras do dicionário, porque assim não dá!!! Duas com o mesmo significado??? Será que ele não reparou isso?

Venerar: respeitar.
Adorar:  prestar culto a divindade, venerar, amar extremosamente.

Está armada a confusão! O fato de a palavra adorar trazer entre seus significados, o termo venerar, já bastou pra chutarem o raciocínio lógico de lado. Mas como pessoa culta que você é (afinal, está visitando este blog :-) ), certamente você se utilizará do seguinte raciocínio:

Hierarquizando as duas palavras, podemos considerar que adorar é uma atitude superior a venerar. Portanto, quem adora, venera. Quem adora, respeita. Não há como existir um sentimento de adoração se não houver respeito. Em contrapartida, é errado dizer que quem venera, adora. Uma pessoa não precisa ser Deus pra ser venerada, respeitada.

Pra efeitos didáticos, me utilizarei da seguinte analogia: Observemos um casal que começou a namorar. Como esse casal ainda não se conhece, eles apenas trocam entre si declarações do tipo: “eu te admiro”. Mas esse casal passou um bom tempo namorando. Até que chegou o dia em que um virou pro outro e disse: “eu te amo”. Ora, o fato de eles dizerem “eu te amo”, não quer dizer que eles não mais se admirem, mas apenas que o sentimento tomou uma dimensão maior.

Assim acontece com a veneração e a adoração.
Então: quem ama, admira. Mas nem sempre ao admirarmos, amamos. Quem adora, venera. Mas nem sempre ao venerarmos, adoramos.

Agora sabemos a diferença entre venerar e adorar. Mas ainda resta o seguinte questionamento: Como saber distinguir se alguma veneração não se assemelha a uma prática idólatra? Apesar de a Doutrina da Igreja condenar a idolatria, muitas pessoas infelizmente praticam-na estando dentro dela. Da mesma forma como muitas pessoas mantém relação sexual fora do casamento, apóiam o aborto, a pena de morte, a camisinha. Ou seja, trata-se de uma ofensa a Deus como outras. A única forma de combater esta ignorância é através da catequese. Ainda assim cada pessoa permanecerá livre, mas não significa que a doutrina seja falha, porque também existem pessoas que a obedecem.

Portanto, é preciso definir bem as coisas. Definir até onde vai a veneração e onde começa a adoração.
Para isso, a Igreja nos dá o seguinte discernimento:
o culto de dulia (honrar) é culto devido aos anjos e aos santos.
o culto de hiperdulia (honra maior) é culto devido à Mãe de Deus.
o culto de latria (adorar) é culto devido somente a Deus.

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça! Mc 4,9

Paz e bem!

112 Respostas

  1. [...] O referido sujeito, quando questionado, afirmou que católico adora imagens. Como todo protestante, o pastor comete erro por desconhecer a doutrina católica. Já escrevi um artigo sobre este assunto neste blog que pode ser encontrado aqui -> Católico adora imagens? [...]

  2. EU GOSTARIA DE SABER MAIS SOBRE O PURGATORIO,PQ REZAR PARA ALMAS DO PURGATORIO.OBRIGADO

  3. O católico faz imagens? Sim. O católico se prostra diante delas? Sim. O católico serve estas imagens? Sim.

    Logo, o católico infringe êxodo 20:4-6.

    José da Silva

  4. José,

    Você vai me desculpar, mas o seu comentário é uma demonstração de tamanha ignorância.
    Ou não leu o texto, ou não entendeu nada do que está escrito.

    Resultado: continua protestando através de argumentos vazios e sem respaldo.

  5. Os líderes católicos dão aos adeptos o seguinte discernimento INÚTIL:

    o culto de dulia (honrar) é culto devido aos anjos e aos santos.

    Inútil porque se encontram nas escrituras, relatos onde se vê o israelita fazendo imagem de anjo não para prostrar-se diante dela e não para servi-la, mas fazer representação dos fatos celestiais, isto é verdade. Porém, que anjo bíblico e que santo bíblico se sentiria honrado com uma IMAGEM ALEATÓRIA HOJE? Muito pelo contrário, tal representação não autorizada pelO Deus seria sim uma DESONRA e não uma honra. Que anjo bíblico ou que santo bíblico se sentiria honrado com prostrações diante de imagens infiéis deles? O artista que a fez viu o anjo bíblico ou o santo bíblico para representá-los fielmente? Claro que não! É uma representação totalmente falsa, totalmente IMAGINÁRIA do anjo e do santo bíblico. Portanto, a imagem sequer representa verdadeiramente o ser que deseja representar. É apenas uma CONCEPÇÃO artística FALSA do anjo ou do santo bíblico ou algum artista viu o anjo GABRIEL ou São PEDRO para representá-los fielmente?

    Mas, não se encontram nas escrituras, qualquer relato onde se veja um israelita ou um cristão judeu ou um cristão gentio fazendo uma imagem de um anjo para prostrar-se diante dela e para servi-la e tanto menos fazendo imagem de santos para prostrar-se diante delas e para servi-las.

    o culto de hiperdulia (honra maior) é culto devido à Mãe de Deus.

    Diga-se de passagem: MÃE DO FILHO DO DEUS e não mãe dO Deus.

    Inútil porque não se encontram nas escrituras, qualquer relato onde se veja um israelita ou um cristão judeu ou um cristão gentio fazendo uma imagem de Maria para prostrar-se diante dela e para servi-la ou para qualquer finalidade. Maria se sentiria honrada com uma IMAGEM ALEATÓRIA DELA HOJE? Muito pelo contrário, tal representação não autorizada pelO Deus seria sim uma DESONRA e não uma honra. Maria se sentiria honrada com prostrações diante de imagens infiéis dela? O artista que a fez viu a MARIA bíblica para representá-la fielmente? Claro que não! É uma representação totalmente falsa, totalmente IMAGINÁRIA da MARIA bíblica. Portanto, a imagem sequer representa verdadeiramente o ser que deseja representar. É apenas uma CONCEPÇÃO artística FALSA da MARIA bíblica ou algum artista viu a MARIA bíblica para representá-la fielmente?

    o culto de latria (adorar) é culto devido somente a Deus.

    Diga-se de passagem: o verbo adorar não é uma tradução boa para “latria” porque “latria” melhor é traduzido pelo verbo “SERVIR”.

    Inútil porque encontram-se nas escrituras, relato onde se vêem israelitas desobedientes fazendo imagem de dO Eterno e de deuses para prostrar-se diante delas e para servi-las.

    José da Silva

  6. Meu amado, em vários dicionário você vai encontrar outros significados para venerar, como por exemplo TRIBUTAR CULTO (entre: http://www.priberam.pt/dlpo/dlpo.aspx).
    Mas tudo bem, vocês não prestam culto apenas honram, mas fica uma dúvida e gostaria de obter esclarecimento a respeito disto. Se eles não são adorados, como pode você clamarem e pedirem para que eles intercedam por nós no céu diante de Deus, pois eles não possuem os atributos divinos de onisciência para saberem de todos os pedidos e muito mesno de onipotência, pois quando alguém alcança a suposta benção logo declara que foi o santo fulano de tal que a outorgou! Santos não são adorados, pois não são e nunca serão Deus, portanto se não são Deus, não possuem os atributos divinos de Deus: Onisciência (Saber tudo de todos), Onipresença (Estar em todos os lugares ao mesmo tempo), Onipotência (Poder para fazer tudo em todos).

    • Os Protestantes tem a mania de recorrer a dicionarios populares para taxar os católicos de idólatra, dizendo que adorar e venerar são a mesma coisa. Então resolvi consultar o dicionário auréli de lingua portuguesa. Eis o que consta lá:

      Adorar: [Do lat. adorare]. Render culto; Reverenciar; Venerar; Idolatrar, etc…

      Venerar: [Do lat. venerare.] Tributar grande respeito a; Render culto a; Reverenciar, etc…

      Idolatrar: Prestar idolatria a; adorar ídolos; adorar, venerar, etc…

      Reverenciar: [Do lat. reverentia + ar.] Venerar, Honrar, Adorar, Respeitar, etc…

      Honrar: [Do lat. honorare.] Estimar, respeitar, acatar; venerar. etc…

      Respeitar:[Do lat. respectare] Tratar com reverência ou acatamento; venerar, honrar, etc…

      Eis agora algumas passagens bíblicas onde esses termos são usados :

      ” Ao Senhor, teu Deus, ADORARÁS e só a ele servirás”(Mt 4,10)

      ” Mas, levantando-se no conselho um certo fariseu chamado Gamaliel, doutor da lei, VENERADO por todo o povo, mandou que, por um pouco, levassem para fora os apóstolos”(Atos 5,34)

      “Jesus ao jovem rico: HONRA teu pai e tua mãe “(Mt 15,19).
      Se eu mudar para ADORA teu pai e tua mãe, não estarei deturpando a palavra de Jesus, pois honrar é o mesmo que venerar, que é o mesmo que adorar. O mesmo poderia eu fazer com as demais citações sem problema nenhum. No dia que eu tiver que comparecer diante do tribunal de Cristo(2 Cor 5,10) e eu for acusado de cometer idolatria por ter adorado o meus pais, ou os meus patrões, é só eu recorrer a um dicionario de lingua portuguesa e a questão estará resolvida.

      “Todos os servos que estão debaixo do jugo ,ESTIMEM a seus senhores por dignos de toda a HONRA, para que o nome de Deus e a doutrina não sejam blasfemados.”( 1 Tm 6,1)

      “HONRAI a todos. Amai a fraternidade. Temei a Deus. HONRAI o rei.”(1 Ped 2,17)

      ” Mas, segundo a tua dureza e teu coração impenitente, entesouras ira para ti no dia da ira e da manifestação do juízo de Deus, o qual recompensará cada um segundo as suas obras, a saber: a vida eterna aos que, com perseverança em fazer bem, procuram glória, e HONRA, e incorrupção; mas indignação e ira aos que são contenciosos e desobedientes à verdade e obedientes à iniqüidade; tribulação e angústia sobre toda alma do homem que faz o mal, primeiramente do judeu e também do grego; glória, porém, e HONRA e paz a qualquer que faz o bem, primeiramente ao judeu e também ao grego; porque, para com Deus, não há acepção de pessoas.”(Rm 2,5-11)

      Se analizar-mos esses textos bíblico segundo o dicionário Aurélio, onde os termos adorar, venerar, idolatrar, reverenciar,honrar, respeitar, são sinônimos ou sejam significam a mesma coisa, Jesus, Paulo e Pedro incitaram o povo a cometer idolatria, mandando venerar e honrar pessoas como se fossem deus.

      Entre adorar a Deus de acordo com um dicionário e adorar a Deus segundo os ensinamentos da Igreja Católica, que é considerar a Deus como único e verdadeiro Deus criador do céu e da terra e de todas as coisas visíveis e invisíveis. Como católico não preciso nem dizer qual a minha escolha.

      Obs: Como adorar e idolatrar também são sinônimos, subentende-se que os Protestantes ou evangélicos cometem idolatria mesmo adorando ao Deus verdadeiro, que ao ser idolatrado deixa de ser DEUS e passa a ser um ídolo. Vejam só o que a ignorância é capaz de fazer, quanta confusão.

      Fonte Bíblica: Bíblia João Ferreira de Almeida Revista e Corrigida.

      Fonte Dicionário: Dicionário Aurélio de Língua Portuguesa

      Paz e Bem!!!

    • ormação 1ª Parte: Os Católicos Adoram Imagens?

      Nós adoramos ao Pai
      ao Filho e ao
      Espírito Santo!

      A Jesus no Santíssimo
      Sacramento da Eucaristia!

      1-O que é imagem?
      Imagem: palavra de origem latina, imaginare, que significa representação de um ser pelo desenho, gravura ou escultura; assim são imagens, uma estatátua, uma pintura, uma fotografia, etc.

      2-O que é adorar?
      Adorar: também vem do Latim, adorare, que significa prestar culto máximo a divindade (latria); amar extremamente e reconhecer Deus como único e Senhor do Universo.

      3-O que latria?
      Latria é o mesmo que adorar, idolatria é adorar ídolos.

      4- O que é venerar?
      Venerar: igualmente de origem latina, venerare, significa reverenciar, ter grande consideração, respeitar, honrar,. É o culto dado a Virgem Maria e aos Santos.

      5- O que é ídolo?
      Ídolo é tudo que torna ou ocupa o lugar do verdadeiro Deus (Ex32, 1-5; Sl 105, 19-20). Os maiores Idolos de hoje são o dinheiro, o prazer, o acúmulo de bens; quando causam injustiça e morte. Na bíblia, ídolo é como um nada, é igual a esterco.

      6- Porque Deus proibiu fazer imagens?
      Porque muitos povos vizinhos do povo de Israel adoravam estátuas de vários deuses (cobra, bezerro, baal, madurc). Enquanto o povo de Deus é chamado a adorar a Javé, o Deus único de Israel.

      7- Porque Deus mandou fazer imagens?
      Porque as imagens sagradas não são ídolos e não tomam o lugar de Deus. Elas são representações de pessoas santas que nos ajudam a entrar em comunhão com Deus; são como setas que nos apontam o caminho que é Cristo (Ex 25, 18-22; Ex 37, 7-9; Nm 21, 4-9)

  7. José,

    Agora você leu o artigo não é? hum…
    Pois bem, meu caro José, honrar não significa prostrar.
    Católico não faz imagem para prostrar-se diante dela.
    Sugiro que você aponte o parágrafo do Catecismo da Igreja Católica que ensina tal heresia.

    Eu não preciso de uma representação fiel de uma pessoa, pois eu não honro a imagem, mas a pessoa.
    Como você mesmo disse, é apenas uma representação…

    Sim, justamente, não se encontram nas escrituras qualquer relato onde se veja alguém se prostrando diante de uma imagem e servindo-as sem que este alguém seja repreendido por Deus.
    Da mesma forma como nas Doutrina da Igreja Católica não se vê nenhuma linha, nenhuma palavra que incentive o culto de adoração a imagens.

    José, vc disse:
    Diga-se de passagem: MÃE DO FILHO DO DEUS e não mãe dO Deus.

    Ora meu caro, você nunca ouviu falar na Santíssima Trindade?
    Jesus Cristo é Deus. «Eu e o Pai somos um» (Jo 17, 21-22).

    Sobre fazer imagem de Maria, e seu questionamento de sua representação, procure saber um pouco sobre suas aparições…
    Aliás, eu volto no meu comentário anterior. Não interessa se a imagem é uma cópia fiel… Apenas a lembrança.

    Sobre seu comentário a respeito de latria:
    Podemos reparar que a atitude do israelita nada tem em comum com a indicação da Doutrina Católica.
    Enquanto eles faziam representação de supostos deuses, fazemos representação de pessoas.

    Aliás, a representação não é proibida, mas sim o culto de adoração, que deveria ser prestado somente a Deus.

    Em Jesus e Maria.

  8. Victor Hugo,

    Se a intercessão fosse algo errado, não encontraríamos na Bíblia a seguinte recomendação: “Acima de tudo, recomendo que se façam súplicas, pedidos e intercessões, ações de graças por todos os homens, pelos reis e por todos os que estão constituídos em autoridade, para que possamos viver uma vida calma e tranqüila, com toda a piedade e honestidade.”

    Sobre o seu questionamento a repeito da onisciência e onipresença:

    São Paulo nos ensina que a Igreja é o corpo de Cristo . Desta forma, os que estão unidos a Cristo através de seu ingresso na Igreja, são membros do Seu corpo. Isso quer dizer que tantos nós que estamos na terra, quanto os que já morreram na amizade do Senhor, todos somos membros do Corpo Místico de Cristo, onde Ele é a cabeça. Veja:
    “assim nós, embora sejamos muitos, formamos um só corpo em Cristo, e cada um de nós é membro um do outro”(Rom 12,5)

    Isso quer dizer que nós e os santos (que estão na presença de Deus) estamos ligados, pois somos membros de um mesmo corpo, o corpo de Cristo, que é a Igreja.

    Assim como minha mão direita não pode se comunicar com a esquerda sem que esse comando tenha sido coordenado pela minha cabeça (caso contrário seria um movimento involuntário), da mesma forma, no Corpo de Cristo os membros não podem se comunicar sem que essa comunicação aconteça através da cabeça que é Cristo.

    Portanto, você acaba de descobrir que a Bíblia explica que a falta de onipresença e onisciência dos santos não apresenta qualquer impedimento para que eles conheçam ou recebam nossos pedidos e então possam interceder por nós junto a Deus.

  9. Daniel Silva,

    Aquela falácia do falso dilema e esta falácia do ataque pessoal insinuando que José da Silva teria emitido opinião sem ler o artigo em comento não torna a opinião de José da Silva falsa, apenas demonstra que os seus dois pareceres não compreenderam aquele meu parecer fundamentado em êxodo 20:4-6.

    Sim honrar não significa prostrar, mas esta diferença de significados não afasta o fato de que o adepto católico se prostra diante das imagens, postas dentro dos templos pelos líderes católicos ou foi um adepto protestante que as colocou lá?

    Você disse: “Católico não faz imagem para prostrar-se diante dela.” Entre num templo católico e diga isto para o adepto católico. Os líderes católicos mandam fazer imagens e isto você não pode negar porque elas estão nos templos católicos e este feitio induz o povo a IDOLATRIA sim. Se não houvesse imagens nos templos, o adepto não poderia sequer prostrar-se diante dela e sequer servi-las. Não coloquem PEDRAS DE TROPEÇO diante dos pequeninos, lembra-se? Claro que não!

    Você disse: “Sugiro que você aponte o parágrafo do Catecismo da Igreja Católica que ensina tal heresia.” Eu digo: Sugiro que você diga aos líderes católicos que ajam como EZEQUIAS tão logo EZEQUIAS percebeu que a SERPENTE feita por Moisés foi IDOLATRADA pelo povo, ele a DESTRUIU. Do mesmo modo, os líderes católicos devem agir com as imagens que eles mantêm dentro de seus templos e não fazer e manter IMAGENS, como vêm fazendo e mantendo, de modo a induzirem obliquamente o povo ao pecado da IDOLATRIA. Os líderes não podem se eximir desta responsabilidade porque foram eles que mandaram fazer e mantêm as IMAGENS dentro dos templos.

    Você, no afã de defender a sua doutrina, disse: “Eu não preciso de uma representação fiel de uma pessoa, pois eu não honro a imagem, mas a pessoa.” Percebeu o ABSURDO que disse? Claro que não! Ora, se você honra a pessoa e não a imagem, para quê a representação? Para quê a representação infiel? Percebeu a inutilidade das imagens? Claro que não!

    Você disse, enfatizando o meu pensamento para deturpá-lo: “Como você mesmo disse, é apenas uma representação…” Eu disse do modo que sugere, eu disse: uma representação INÚTIL e INFIEL e causadora de IDOLATRIA no povo. Fato que você no parágrafo anterior confirmou que seria mesmo.

    Você ADMITE: “Sim, justamente, não se encontram nas escrituras qualquer relato onde se veja alguém se prostrando diante de uma imagem e servindo-as sem que este alguém seja repreendido por Deus.” Ora, porque então, não sugere aos líderes católicos que SIGAM O MODELO DAS ESCRITURAS que evitem esta possibilidade, ou seja, retirando as imagens dos templos católicos?

    Você disse: “Da mesma forma, na Doutrina da Igreja Católica não se vê nenhuma linha, nenhuma palavra que incentive o culto de adoração a imagens.” Percebeu o absurdo que você disse? Claro que não! Não é possível DIVIDIR a doutrina escrita da doutrina ESCULTURAL. Pode até não existir na doutrina escrita dos líderes católicos “nenhuma palavra” que incentive diretamente o culto de adoração a imagens, mas EXISTE na doutrina escultural, existe sim nos templos imagens que são IDOLATRADAS pelos adeptos católicos. Percebeu? O que adiante o não estimular por escrito, se estimula-se pela manutenção de imagens nos templos? Seja coerente! Acatem êxodo 20 e não mantenham imagens nos templos. Porque senão, a doutrina escrita é contraditória da doutrina escultural, ou seja, se as palavras não estimulam, a manutenção de IMAGENS nos templos, necessariamente, estimula a IDOLATRIA.

    Sim eu disse: “Diga-se de passagem: MÃE DO FILHO DO DEUS e não mãe dO Deus.”
    Você disse em tom zombador: “Ora meu caro, você nunca ouviu falar na Santíssima Trindade?” Eu respondo: Claro que sim, conheço muito bem: a doutrina de TERTULIANO que ensina que O Deus seria um ser tri-composto(1= 1/3 + 1/3 + 1/3).

    Você disse: “Jesus Cristo é Deus.” E para apoiar esta afirmação cita João 17:21-22: “Eu e o Pai somos um”. Porém, João 17:21-22 não prova a veracidade da doutrina da trindade simplesmente porque NÃO ESTÁ ESCRITO: “Eu, o Pai e o “pnema ágios” somos um”. Conforme se detrai dos versículos circundantes, a unidade que Jesus disse que tem com o Pai é unidade de vontade, pensamento e não a unidade da alegada Tri-unidade de Tertuliano.

    A verdade sobre O Deus está em Deuteronômio 6:4 “Escuta, Israel! O Eterno é nosso Deus, o Eterno é um.” Isto é, pergunte à tradição judia que conhece o Eterno a bem mais tempo que Tertuliano e veja que O Eterno é uma UNIDADE SIMPLES e não uma unidade tri-composta.

    Você disse: “Sobre fazer imagem de Maria, e seu questionamento de sua representação, procure saber um pouco sobre suas aparições…” Eu respondo: “Procure saber um pouco mais sobre as escrituras e veja que Maria não tem esta missão que a doutrina católica EXTRABÍBLICA alega que ela teria. Esta alegação católica EXTRABÍBLICA usurpa de Jesus o direito de fazer a INTERMEDIAÇÃO entre o Pai e os homens. Lembra-se o que está escrito: “…Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai, exceto através de mim.” Não está escrito: exceto através de MARIA.

    Você escreveu: “Aliás, eu volto no meu comentário anterior. Não interessa se a imagem é uma cópia fiel… Apenas a lembrança.” Eu digo: Percebeu o absurdo que escreveu? Claro que não! Como uma cópia infiel pode causar uma lembrança fiel? Como se lembrar fielmente de Maria se a cópia é infiel? O cristianismo bíblico genuíno não carece de “lembranças falsificadas” através de imagens infiéis e tanto menos de imagens infiéis. Lembra-se: “Não estamos andando pela vista e sim pela FÉ? Claro que não!

    Você disse: “Sobre seu comentário a respeito de latria: Podemos reparar que a atitude do israelita nada tem em comum com a indicação da Doutrina Católica. Enquanto eles faziam representação de supostos deuses, fazemos representação de pessoas.” Eu respondo: “Que diferença há entre a conduta IDÓLATRA do israelita ao FAZER o “BEZERRO DE OURO” no deserto com a conduta do líder católico ao FAZER a imagem de pessoas que podem ser idolatradas pelo povo e que diferença há entre o israelita ao IDOLATRAR o bezerro de ouro no deserto e a conduta do adepto católico ao IDOLATRAR a imagem, posta ali dentro, pelo líder católico? Logo, tem tudo haver. Só você é que, sendo cego pela doutrina católica, não quer ver a VERDADE DO GENUÍNO CRISTIANISMO combinada com a VERDADE do GENUÍNO JUDAÍSMO.

    Você disse: “Aliás, a representação não é proibida, mas sim o culto de adoração, que deveria ser prestado somente a Deus.” Eu respondo: Como se vê afinal de contas, foi você é que não leu êxodo 20, tudo bem, eu transcrevo para que leia, afinal ser cristão é isto: “NÃO FARÁS PARA TI IMAGEM DE ESCULTURA, FIGURA ALGUMA DO QUE HÁ EM CIMA, NOS CÉUS, E ABAIXO, NA TERRA, E NAS ÁGUAS, DEBAIXO DA TERRA. NÃO TE PROSTRARÁS DIANTE DELES, NEM OS SERVIRÁS, pois Eu sou o Eterno, teu Deus, Deus zeloso….Isto é há proibição sim, só você é que não vê porque não quer. Converta-se ao cristianismo e abandone estas idéias falsas e EXTRABÍBLICAS.

    Então, permanece o PROTESTO fundamentado, permanece a sugestão que os líderes devem retirar as IMAGENS dos templos católicos e aí sim, eu acredito que não se estimularia na Igreja Católica a IDOLATRIA.

    José da Silva

    • o que vc tem contra as imagens!!!
      o que vc ganha difamando os católicos

      eu era da lei evangélica e agora estou na católica
      pois aqui estou aprendendo muito mais sobre deus o que ele fez
      e nas evangélicas so dizendo que curavam aleijados vc´s querem ser deus mais não são pois só existe um e só ele faz milagres ninguem nessa face da terra vai fazer um milagre só deus e a nossa fé
      e vc já num sabe que venerar é respeitar então por que fica se perguntando as mesmas coisas !!!!!!!
      vcs chegam nas portas das pessoas chamando
      vamos vc vai ser curado por nosso grupo isso e aquilo
      mas quando chamamos vc´s para visitarem a nossa perna pra quem te quero meu bem tem medo do nosso deus que espero que seja o mesmo de vc´s ou vc´s adoram outro?!

      eu tinha muita duvida sobre a católica sim mais agora estou lendo
      o Exôdo 25:17;27 eu entendi por que veneramos imagens !!!!

      e estou aprendendo aqui no catecumenato que é proibido adorar imagens pois so existe um deus um só santo DEUS !!

  10. Meu irmão, que absurdo esta interpretação! Vejamos o texto:

    I Timóteo 2:1 Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens,
    I Timóteo 2:2 em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranqüila e mansa, com toda piedade e respeito.
    #Amado, Paulo exorta Timóteo para que interceda e suplique a Deus a favor dos reis e de todas as autoridades existente daqueles dias, ou seja que estavam vivos e não mortos meu querido, veja o termo no v2 ´´que se acham investidos“, ou seja, que estavam exercendo autoridade e não que ´´se achavam investidos“ que já ouvessem exercido alguma autoridade. (Hb 9:27 – E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo,) Juízo; Decisão do tribunal, ou seja, Deus irá decidir de vez o destino desta pessoa, e o homen nada mais pode fazer pelos outros depois de morto!)

    I Timóteo 2:3 Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador,
    I Timóteo 2:4 o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade.
    #Não há como conhecer a verdade depois de morto, pois se assim fosse satanás depois que foi expulso dos céus poderia muito bem pedir perdão para Deus e se reconciliar, porém ele já foi julgado, a sua sentença já foi batida, da mesma maneira nós, não terá como pedir perdão depois de morto, a morte é o nosso final para as obras da verdade da Palavra de Deus para aquels que não aceitam!

    I Timóteo 2:5 Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem,
    #´´um só mediador“ Somente Cristo poderá interceder por nós meu amado, mais niguém. Quanto ao corpo de cristo de Romanos 12, Paulo estava agora explicando como funcionam os dons distribuídos na igreja, cada um conforme foi chamado, cada um serve para um devido objetivo (Romanos 12:6 – tendo, porém, diferentes dons segundo a graça que nos foi dada: se profecia, seja segundo a proporção da fé;) tudo isto em vida, vida na igreja, não em morte! Não tem nada haver, outra eisegexe forçada e sem a mínima consideração com o seu contexto.

    Deus não divide a sua glória com ninguém, muito menos os seus atributos que únicos dele (Onisciência, Onipresença, Onipotência). Dele, por Ele e para Ele são todas as coisas. Ele não divideu, não dividi e nunca dividirá sua glória com ninguém!

  11. Considerando que as escrituras não são CLARAS neste tema, existem duas correntes TRADICIONAIS possíveis de entendimento nelas quanto ao estado dos mortos: O de consciência e o de inconsciência. Eu, particularmente tendo para o entendimento de que os mortos estão INCONSCIENTES, mas não tenho elementos suficientes para descartar a possibilidade de que não estejam. Logo, não podemos ficar fazendo CONJECTURAS dogmáticas sobre um tema que O Eterno não revelou com clareza, isto é, ninguém sabe com CERTEZA ABSOLUTA, lendo as escrituras, se os mortos estão conscios ou não. A única certeza ABSOLUTA que as escrituras dão é que Jesus Cristo foi ressuscitado pelO Pai , que ele está VIVO e que a INTERMEDIAÇÃO dEle é totalmente TRANSLUCIDA; já a ALEGADA intermediação dos santos bíblicos não se pode dizer que seja necessariamente possível ou impossível porque as escrituras não revelam CLARAMENTE se estão conscios ou não. Portanto, não troquemos o certo pelo duvidoso, contemos com Jesus como INTERMEDIÁRIO, REI, PROFETA, SUMO-SACERDOTE e com ninguém mais. É desnecessário outro, mesmo se este outro estiver cônscio.

    O Vitor Hugo tem RAZÃO. Paulo se referia os vivos intercederem junto ao Pai pelos vivos e não os vivos pedirem aos mortos para que intercedam junto ao Pai pelos vivos.

    José da Silva

  12. A história do rico e do pobre Lázaro em Lucas 16 nos dá uma visão ampla se a considerarmos como uma lição literal para a nossa vida depois da morte (Eu entendo como real). Os dois estavam no Hades (lugar onde habitam os mortos, salvos e não salvos, porém eles estavam separados por um abismo no qual nem lázaro poderia ir para o outro lado como o rico da mesma forma. Nós vemos que Lázaro estava em descanso, junto com Abraão, porém o rico estava em tormento. O rico pediu a Abraão que o deixasse ir avisar os seus parentes, porém Abraão lhe respondeu: ´´Eles têm Moisés e os Profetas; ouçam-nos“ isto quer dizer que os que estão vivos é que possuem a oportunidade de optar pelo seu destino, somente os vivos. O rico replicou: Mas ele insistiu: ´´Não, pai Abraão; se alguém dentre os mortos for ter com eles, arrepender-se-ão“ Lemos que é impossível a comunicação dos mortos com os vivos (O rico não poderia voltar para avisá-los) e naturalmente concluímos que os vivos também não podem se comunicar com os mortos, é impossível!!! Detalhe que Abraão não explicou ao rico que logo ele sairia dali (Tenho certeza que se existisse a intercessão por mortos, o Senhor Jesus mencionaria nesta passagem, pois não teria melhor hora de explicar para o seu povo a respeito do purgatório nesta passagem). O rico nunca mais iria sair dali e Lázaro não tinha como sair do seu gozo eterno e nem queria!

  13. Daniel Silva,
    Vitor Hugo,

    Sim, quanto a inexistência do purgatório as escrituras são claras. O purgatório não passa de uma invenção EXTRABÍBLICA dos líderes católicos. O que existe nas escrituras são os símbolos: O sheol – Hades – Geena para as realidades sobrenaturais correspondentes, que não são explicadas detalhadamente pelas escrituras. Não se vê nada sobre o alegado purgatório católico. E, se alguém estiver vendo, não passa de ilusão decorrente de interpretação deturpada de versículos isolados.

    Quanto aos mortos estarem cônscios ou não, eu permaneço na dúvida que as escrituras parecem desejar que eu permaneça porque existe sim a parábola do rico e de Lázaro que dá sim a entender que os mortos estão cônscios converçando entre si em outra dimensão, mas existe eclesiastes 9:5;10; Salmo 146:3,4; João 11:11-14, 23-26, At 7:60; Ez 18:4, Is 53:12, Jó 11:120 que dão a entender que o que morre é o homem, a alma; que os mortos estão inconscientes nada sabem, que os mortos dormem, aguardando ressurreição.

    Como nenhum de nós três é PROFETA e sim meros interpretes não autorizados da palavra dO Deus agindo por conta própria e não em nome dO Deus, como agiram Pedro, Moisés, não podemos dizer se esta ou aquela corrente de pensamento é a correta ou é a errada já que não está REVELADO nas escrituras de modo CLARO que ATÉ um INTÉRPRETE não autorizado entenda tão claramente que possa dizer que seja assim ou assado.

    Quanto à comunicação com os mortos, permanece mais uma vez a dúvida porque as escrituras não dizem que a FEITICEIRA teria conversado com um DEMÔNIO fingindo ser SAMUEL e sim diz que a FEITICEIRA conversou com SAMUEL.

    Enfim, amigos, não é fácil entendermos os MISTÉRIOS dO Deus porque não temos hoje profetas com MOISÉS, apóstolos como PAULO para nos explicarem a VERDADE, temos apenas as escrituras e, elas, em muitos casos, não nos revela “tim, tim por tim tim” e temos LÍDERES bancando profetas e apóstolos SEM SEREM. Portanto, não parece salutar, nos tornarmos SECTÁRIOS como os líderes são entre si com fundamento em temas que as escrituras não revelaram claramente. Devemos nos unir em torno daquilo que está claro nas escrituras. Todas as interpretações decorrentes de temas OBSCUROS não passam de conjecturas que podem estar certas ou erradas. O problema é que os líderes não admitem esta verdade e tratam a interpretação deles como se fosse a mais absoluta VERDADE, chegando a serem DOGMÁTICOS e classificando qualquer conjectura diferente da deles de heresia. O quão bom seria se nós vivêssemos na época de Paulo. Eu queria ver líderes fazerem conjecturas como se fossem verdades confirmadas e serem REPELIDOS imediatamente por ele.

    Nos unamos em torno das VERDADES CLARAS. Afinal o que nos une é JESUS e o que nos desune a conjectura tomada com verdade absoluta. Não caiamos nesta armadilha. Admitamos o que é conjectura é conjectura e não VERDADE REVELADA. O que é verdade revelada é verdade revelada. Então, nos UNAMOS em torno da verdade revelada e não deixemos que as conjecturas nos desunam.

    José da Silva

  14. José,
    Meu caro.

    Bem então vemos que você se encontra convencido de que a doutrina católica não incentiva adoração de imagens.
    Sendo assim, vejo que meu objetivo foi atingido com sucesso.

    Agora, quanto aos fiés, eu não posso dizer(e não digo) que não exista atitudes de idolatria. Mas isso é um erro comum a qualquer um, e não necessariamente de um fiel católico.

    Mas essa parte já é da alçada de Deus, somente Ele pode ver e julgar nossos corações.
    Pois o fato de uma pessoa se ajoelhar diante de uma imagem, pode denotar ou não adoração.
    Eu posso responder somente por mim que, ao me ajoelhar diante de uma imagem, não se passa dentro de meu coração um sentimento diferente de algo inferior ao sentimento de adoração que tenho ao meu Redentor.

    Sobre a representação, eu não disse que não preciso dela.
    Eu disse que não necessariamente precisa ser uma representação fiel.
    Aliás, da mesma forma, você precisa de uma representação fotográfica pra “conhecer” algum ente que faleceu antes de seu nascimento…

    Você disse:
    “Pode até não existir na doutrina escrita dos líderes católicos “nenhuma palavra” que incentive diretamente o culto de adoração a imagens, mas EXISTE na doutrina escultural, existe sim nos templos imagens que são IDOLATRADAS pelos adeptos católicos. Percebeu?”

    Percebi meu caro, mas você é que não percebeu que eu defendo a Doutrina e não as pessoas.
    Cada um vai responder por si perante Deus, e o culpado não é a Doutrina. O julgamento é individual. Se idolatra, não segue a Doutrina Católica.

    Sobre a Santíssima Trindade, você já sabe que Jesus Cristo e o Pai são um, não é?
    Você duvida que a Trindade se completa com o Espírito Santo?
    Leia na Bíblia: “E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro.” (Mt 12,32)
    Jesus Cristo confessa a dinvindade do Espírito Santo, que é o Senhor que instrui, que converte, que revela a Verdade ao homem! (cf. Ex 35,31 e Jo 14,26 )

    Quando eu falei sobre as aparições, eu quis te mostrar que as representações são fiéis.
    Sobre elas serem antibíblicas, não são. Estude sobre elas que irá fazer grandes descobertas.

    Aliás, não se trata de intermediação, pois como foi explicado neste blog (pelo visto não entendeu), todos são membros de UM SÓ CORPO do qual Cristo é a cabeça.
    Portanto, a intermediação não deixa de ser dada através de Cristo, que comanda seus membros. Muito simples…

    Você disse:
    “Que diferença há entre a conduta IDÓLATRA do israelita ao FAZER o “BEZERRO DE OURO” no deserto com a conduta do líder católico ao FAZER a imagem de pessoas que podem ser idolatradas pelo povo e que diferença há entre o israelita ao IDOLATRAR o bezerro de ouro no deserto e a conduta do adepto católico ao IDOLATRAR a imagem, posta ali dentro, pelo líder católico?
    A diferença reside no fato de que o israelita acreditava que o bezerro de ouro era Deus. O Católico não acredita que os santos são deuses.
    A propósito, católico não idolatra imagem…

    Você disse:
    “Como se vê afinal de contas, foi você é que não leu êxodo 20, tudo bem, eu transcrevo para que leia, afinal ser cristão é isto: “NÃO FARÁS PARA TI IMAGEM DE ESCULTURA, FIGURA ALGUMA DO QUE HÁ EM CIMA, NOS CÉUS, E ABAIXO, NA TERRA, E NAS ÁGUAS, DEBAIXO DA TERRA. NÃO TE PROSTRARÁS DIANTE DELES, NEM OS SERVIRÁS, pois Eu sou o Eterno, teu Deus, Deus zeloso….Isto é há proibição sim, só você é que não vê porque não quer.”

    Meu caro, o protestante tem uma mania muito feio de criar interpretações contraditórias da Sagrada Escritura…
    Neste trecho citado por você, o texto bíblico condena a confecção da imagem porque ela está roubando o culto de adoração ao Senhor. A existência deste mandamento se deve pelo fato do povo judeu ser inclinado à idolatria, por ter vivido no Egito que era uma nação idólatra e por estar cercado de nações pagãs, que não adoravam a Deus, e que construíam seus próprios deuses. Deus quer dizer aqui “não construam deuses para vocês, pois Eu Sou o Deus Único e Verdadeiro”.

    Agora leia: “Farás também dois querubins de ouro; de ouro batido os farás, nas duas extremidades do propiciatório. Farás um querubin na extremidade de uma parte, e outro querubin na extremidade de outra parte; de uma só peça com o propiciatório fareis os querubins nas duas extremidades dele.” (Ex 25,18-19)

    Neste versículo, Deus ordena a Moisés que construa duas imagens de querubins que serão colocadas em cima da arca-da-aliança, onde estavam as tábuas da lei, dos dez mandamentos, isso mesmo, bem acima dos dez mandamentos, que contém um que proibe a “confecção de imagens” segundo os contraditórios protestantes… Mas veja que os querubins aqui NÃO são objetos de adoração, mas de ORNAMENTAÇÃO da arca. Salomão também manda construir dois querubins de madeira, que serão colocados no altar para enfeitar o templo (1Rs 6,23-29).

    Se você não acredita nisso, está contradizendo a Bíblia. Você e sua doutrina anti-bíblica.

    Meu caro, eu já me converti ao catolicismo quando fui batizado.
    A Igreja Católica é a única Igreja que tem ligação direta com os apóstolos de Cristo, sendo ela a guardiã da doutrina ensinada por eles e por Cristo, sem lhe inculcar qualquer mudança. Se ela quisesse mesmo agir contra a ordem divina, teria adulterado a Bíblia nas passagens em que há a condenação das imagens.

  15. Victor Hugo,

    Nada mais pode fazer depois de mortos?

    Não podemos aceitar esta doutrina da dormição criada por você, visto que há versículos claros na Sagrada Escritura que mostram que os mortos não estão nem “dormindo” e nem “inconscientes” (cf. Is 14, 9-10; 1Pd 3,19; Mt 17,3; Ap 5,8; Ap 7,10; Ap 6,10)

    A questão é que os versículos citados NÃO fazem referência a um > dos mortos, mas sim ao > em que se encontram por causa do lugar onde estão. Os mortos os quais os textos se referem são aqueles que morreram na inimizade de Deus, e não a qualquer pessoa que morreu. Vejamos os versículos abaixo:

    “Ignora ele que ali há sombras e que os convidados [da senhora Loucura] jazem nas profundezas da região dos mortos” (Prov 9,18)

    “O sábio escala o caminho da vida, para evitar a descida à morada dos mortos” (Prov 15,24)

    Os versículos acima mostram que a região dos mortos é um lugar de desgraça, onde são encaminhados os inimigos de Deus. Isto é ainda mais evidente em Prov 15,24. O sábio é aquele que guarda a ciência de Deus, este quando morrer não vai para a “morada dos mortos”. As expressões “morada dos mortos” ou “região dos mortos” fazem alusão a um lugar de desgraça, onde os inimigos de Deus estão privados da Sua Graça.

    A intercessão dos santos não é divisão de glória, muito menos questão de substituição.
    A mediação tratada em 1Tm 2,5 refere-se à Nova e Eterna Aliança. No AT a mediação entre Deus e os homens se dava através da prática da Lei. No NT, é Cristo que nos reconcilia com Deus, através de seu sacrifício na cruz. É neste sentido que Ele é nosso único mediador, pois foi somente através Dele que recuperamos para sempre a amizade com Deus, como bem foi exposto por São Paulo: ?Assim como pela desobediência de um só homem foram todos constituídos pecadores, assim pela obediência de um só todos se tornarão justos.? (Rom 5,19)

    Por tanto, a exclusividade da medição de Cristo refere-se à justificação dos homens. A mediação da intercessão dos santos é de outra natureza, referindo-se à providência de Deus em favor do nosso semelhante. Desta forma, o texto de 1Tm 2,5 dentro de seu contexto não oferece qualquer obstáculo à doutrina da intercessão dos santos.

    Ora, mais uma vez o protestante cria uma Biblia contraditória…
    Pois como você poderia concordar com os dois versículos ao mesmo tempo:

    “Porque há um só Deus e há um só mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo, homem” (1Tim 2,5)

    “Acima de tudo, recomendo que se façam >, ações de graças por todos os homens, pelos reis e por todos os que estão constituídos em autoridade, para que possamos viver uma vida calma e tranqüila, com toda a piedade e honestidade”

    Se há um só mediador, porque a Bíblia pede pra que você faça súplicas e orações? (independente de estar vivo ou morto!)

    Meu caro, não crie confusão na sua cabeça.
    Os cristãos são criados em grande solidariedade uns com os outros por causa desta > (cf. Cl 1,18; Gl 3,28; Rm 7,4; 12, 4-8; 1Cor 6,15; 10,16; 12,12.27; Ef 4,11-12.16; 5,23; Hb 10,10). É esta relação que garante a potência que torna nossa intercessão uns pelos os outros eficaz, estejamos na terra ou no céu.

    Não se trata de uma substituição da mediação de Cristo. É uma intercessão que existe graças à mediação de Cristo, que sendo Onipotente, Onipresente e Oniciente tem a capacidade de fazer a comunicação entre todos os membros do Corpo cuja cabeça é Ele mesmo.
    Ou você limita a capacidade de Deus???

  16. José,

    A respeito da Doutrina do purgatório, sugiro que você leia:
    http://catecumenato.wordpress.com/2007/04/11/a-doutrina-do-purgatorio/

    E encontre os fundamentos.
    Que Deus te ilumine!

  17. Daniel Silva,

    Eu não disse que estaria convencido de que a doutrina católica escrita não incentivaria a IDOLATRIA de imagens, pura e simplesmente. Eu disse que a doutrina católica ESCRITA não tem incentivos DIRETOS à idolatria, isto significa dizer, que OBLIQUAMENTE, a doutrina católica escrita incentiva a IDOLATRIA sim porque estimula a dulia, a hiperdulia, que para a latria é um passo. O meu pensamento tenta unir a doutrina escrita com a doutrina escultural, mas o seu pensamento tenta de todos os modos SEPARÁ-LAS. Ora, são inseparáveis porque provêm dos mesmos líderes. O mesmo líder que estimula a dulia, a hiperdulia que pode descambar em latria coloca as imagens nos templos e sabem que estas imagens são IDOLATRADAS pelos adeptos católicos e mesmo assim não as retiram dos templos.

    Além da DOUTRINA escrita, a doutrina SILENCIOSA também incentiva sim a IDOLATRIA, ou seja, a doutrina das IMAGENS postas dentro dos templos incentiva a IDOLATRIA sim. Lamento, mas se o seu objetivo era forçar as minhas palavras a dizerem o que elas não dizem, seu objetivo não foi atingido.
    Ora se você admite que exista ATITUDES DE IDOLATRIA entre os adeptos católicos porque não admite que o adepto católico tem ATITUDE DE IDOLATRIA porque encontra IMAGENS nos templos postas lá pelos líderes? Assim como você que não é líder percebeu, admita que o líder católico já deveria ter percebido que, mesmo que involuntariamente, ele induz o adepto à IDOLATRIA ao deixar as IMAGENS nos templos.
    Os adeptos seguem os líderes, isto é, se qualquer líder remover as imagens de dentro dos templos, o adepto tende a não idolatrar as imagens por simplesmente não as estar vendo nos templos.
    Você replica, tentando eximir a RESPONSABILIDADE dos líderes: “Mas essa parte já é da alçada de Deus, somente Ele pode ver e julgar nossos corações.” Eu treplico: É muita injustiça atribuir ao ADEPTO a responsabilidade EXCLUSIVA pela IDOLATRIA que ele pratica haja vista que ela só é praticada porque os LÍDERES mantêm imagens, mesmo que culposamente, dentro dos templos, mesmo sabendo que a IDOLATRIA pode ocorrer na mente e nos corações dos adeptos.
    Você argumentou: “Pois o fato de uma pessoa se ajoelhar diante de uma imagem, pode denotar ou não adoração.” Sim, isto é verdade. E é verdade também que se não houver imagem na frente dele, ele sequer pode ajoelhar-se diante dela. Os líderes devem retirar as imagens dos templos sim.
    Você argumenta: “Eu posso responder somente por mim que, ao me ajoelhar diante de uma imagem, não se passa dentro de meu coração um sentimento diferente de algo inferior ao sentimento de adoração que tenho ao meu Redentor.” Eu respondo: “Sim, eu acredito em você. Mas quantos têm ATITUDE IDÓLATRA porque existe a imagem dentro do templo? Poderia responder pelos líderes que são omissos em remover as imagens dos templos?
    Você disse: “Sobre a representação, eu não disse que não preciso dela.” Eu respondo: eu não disse que você não precise dela, eu preciso de representações. Mas o que eu disse é que não se deve precisar de representações ESCULTURAIS, deve-se precisar de representações MENTAIS independentes de IMAGENS ESCULTURAIS.
    Você disse: “Eu disse que não necessariamente precisa ser uma representação fiel.” Eu respondo: “Ora, a representação MENTAL é uma representação fiel? Não! Nunca vimos com os OLHOS Jesus, Maria, O Deus, os santos bíblicos…
    Você disse: “Aliás, da mesma forma, você precisa de uma representação fotográfica pra “conhecer” algum ente que faleceu antes de seu nascimento…” Eu respondo: Da mesma forma? Nunca. Que falsa analogia é esta? Ora, a fotografia de um ente querido reproduz fielmente o ente querido. Já a IMAGEM DE ESCULTURA não reproduz fielmente o ente querido simplesmente porque o ESCULTOR nunca viu Jesus, Maria, os Santos bíblicos. É apenas obra da IMAGINAÇÃO dos escultor que pode causar IDOLATRIA em quem a vê.
    Você disse: “Pode até não existir na doutrina escrita dos líderes católicos “nenhuma palavra” que incentive diretamente o culto de adoração a imagens, mas EXISTE na doutrina escultural, existe sim nos templos imagens que são IDOLATRADAS pelos adeptos católicos. Percebeu?”
    Você escreveu: “Percebi meu caro, mas você é que não percebeu que eu defendo a Doutrina e não as pessoas.” Eu respondo: Ora, se existem DOUTRINAS foram HOMENS que as fizeram. Logo, se você defende, por exemplo, a doutrina da TRI-UNIDADE você está necessariamente defendendo o PENSAMENTO de TERTULIANO, uma pessoa. Não é possível ABSTRAIR as doutrinas de seus autores. Se você defende a MANUTENÇÃO DE IMAGENS nos templos católicos necessariamente está defendendo os líderes católicos que INVENTARAM esta doutrina silenciosa corruptora, mesmo que culposamente, de adeptos incautos e INCULTOS.
    Você disse a maior mentira que já ouvi: “Cada um vai responder por si perante Deus, e o culpado não é a Doutrina.” Eu respondo: Sim, o culpado é a DOUTRINA se o adepto não estiver consciente e se o adepto estiver consciente o culpado são os dois porque se não houvesse a doutrina ESCRITA E ESCULTURAL que dá margem à IDOLATRIA não haveria a idolatria. Lamento, mas os líderes que fizeram esta doutrina ESCRITA E ESCULTURAL têm responsabilidade sim.
    Você disse: “O julgamento é individual. Se o idolatra, não segue a Doutrina Católica.” Eu respondo: Aí que está a QUESTÃO, o adepto “pensa” que está seguindo a doutrina católica simplesmente porque ela é contraditória e causa confusão, isto é, SIMULTANEAMENTE os líderes estimulam a dulia e a hiperdulia diferenciando-a da latria, mas CONTRADITORIAMENTE, mantêm IMAGENS nos templos DANDO A POSSIBILIDADE ao adepto pensar que é da vontade dos líderes que eles façam “latria”. Percebeu a responsabilidade dos líderes? Não os isente indevidamente. O líder CONSCIENTE retiraria as imagens dos templos para sequer dar POSSIBILIDADE da latria aos adeptos.
    Você escreveu: “Sobre a Santíssima Trindade, você já sabe que Jesus Cristo e o Pai são um, não é?” Eu respondo: Você insiste em DETURPAR o meu pensamento! O meu pensamento é que O PAI é um e JESUS é outro. A unidade deles é tal qual a UNIDADE dos apóstolos em pensamento, vontade não em SUBSTÂNCIA.
    Você pergunta: “Você duvida que a Trindade se completa com o Espírito Santo?” Eu respondo: Primeiro: Eu sequer tenho EVIDÊNCIAS BÍBLICAS convincentes que a TRI-UNIDADE exista. A tri-unidade veio a existência somente porque TERTULIANO e seus sucessores RECOMBINARAM versículos bíblicos, deram-lhes sentidos DIVERGENTES dos originais e acrescentaram aquilo que não está escrito ao que está escrito. Em segundo lugar: O “pneuma agios” em alguns trechos é o PRÓPRIO PAI e em outros é o PODER do Pai e nunca uma TERCEIRA pessoa.
    Você ordenou: “Leia na Bíblia: “E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro.” (Mt 12,32)” Eu obedeci e li. Respondo: “Eu não estou dizendo nenhuma palavra contra o “ESPÍRITO SANTO”, eu estou dizendo TODAS AS PALAVRAS a favor do “ESPÍRITO SANTO”, isto é, tudo que falo é a favor do Pai e a favor do poder do pai. O que eu estou dizendo é CONTRA a doutrina TEÓRICA de um homem chamado TERTULIANO, que não equivale a dizer algo contra uma VERDADE REVELADA.
    Você disse: “Jesus Cristo confessa a divindade do Espírito Santo, que é o Senhor que instrui, que converte, que revela a Verdade ao homem! (cf. Ex 35,31 e Jo 14,26 ).” Eu respondo: Não coloque palavras na boca de Jesus que o texto não autoriza. Em êxodo 35:31 não se refere à uma terceira pessoa e sim ao PODER DO ETERNO, onde se lê claramente: “…espírito de Deus…” Em João 14:26 também se refere ao PODER DO ETERNO e não a uma terceira pessoa, o erro doutrinário de TERTULIANO advém do fato de que existe PERSONIFICAÇÃO na frase que é apenas um estilo literário. Veja em João 14: 16 E Eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador, para que permaneça convosco para sempre; 17 A saber, o Espírito da verdade, a Quem o mundo não pode receber, porque não O vê nem O conhece; mas vós O conheceis, porque habita ao vosso lado, e estará dentro de vós. Isto significa que o ESPÍRITO SANTO não é uma terceira pessoa e sim o abstrato impessoal ESPÍRITO DA VERDADE, ou seja, o poder dO Pai que faz a INTELIGÊNCIA HUMANA RECONHECER A VERDADE QUANDO A VÊ.
    Você disse: “Quando eu falei sobre as aparições, eu quis te mostrar que as representações são fiéis.” Eu respondo: “As supostas aparições de Maria foram feitas a ESCULTORES?”
    Você disse: “Sobre elas serem antibíblicas, não são.” Eu respondo: “Não basta dizer que as supostas aparições de Maria não são antibíblicas é necessários demonstrar com citações bíblicas que não seriam antibiblicas.”
    Você disse: “Estude sobre elas que irá fazer grandes descobertas.” Eu respondo: Eu já estudei e fiz grandes descobertas, isto é, primeira: é grande a probabilidade de serem falsas, isto é, nunca aconteceram. Segundo: Se aconteceram, é grande a probabilidade de ter sido um demônio simulando ser Maria para enganar os líderes e adeptos católicos de modo a desviá-los de Jesus, provocando MARIOLATRIA ou MARIOHIPERDULIA.
    Você disse: “Aliás, não se trata de intermediação, pois como foi explicado neste blog (pelo visto não entendeu), todos são membros de UM SÓ CORPO do qual Cristo é a cabeça.” Eu respondo: “Você insiste em fazer a falácia do ATAQUE PESSOAL, insiste em classificar-me de “desentendido”. Ser membro do CORPO DE CRISTO não nos dá, inclusive a suposta mensagem de Maria, poderes para atuarmos como se fôssemos PORTA-VOZES dO Deus, se não tivermos uma mensagem recebida dEle realmente, não se pode proclamar a um grupo específico de ouvintes esta mensagem suposta mensagem de Maria se ela não foi recebida dO realmente dO Eterno.
    Você disse: “Portanto, a intermediação não deixa de ser dada através de Cristo, que comanda seus membros. Muito simples…” Eu respondo: Alguém que alegue ser membro do CORPO DE CRISTO tem que agir como se fosse membro e não como se não fosse. Um genuíno membro do CORPO DE CRISTO não avoca para si a INTERMEDIAÇÃO que não lhe compete.” Maria enquanto viva, nunca avocou para si qualquer intermediação. Veja: a Mãe de Jesus e esposa de JOSÉ em (Mt 1.18-25), da LINHAGEM de Davi em (Lc 1.27; Rm 1.3). Ela é “bendita entre as mulheres” em (Lc 1.28,42,48). Após o anúncio do anjo em (Lc 1.26-38), Maria engravidou pelo poder do Espírito Santo em (Mt 1.18) e deu à luz a Jesus, em Belém (Lc 2.4-7). Ela guardou em seu coração os fatos extraordinários relacionados com o nascimento de Jesus (Lc 2.15,19,51). Ela esteve com Jesus no casamento em Caná (Jo 2.1-12). Quando Jesus foi crucificado, ela estava presente, e então ele a confiou aos cuidados de João (Jo 19.25-27). Finalmente, ela é mencionada com os primeiros cristãos (At 1.14). Nada mais.

    Você respondeu: “A diferença reside no fato de que o israelita acreditava que o bezerro de ouro era Deus. O Católico não acredita que os santos são deuses.” Eu replico: “Conforme você mesmo se contradisse acima, você admite que ALGUNS CATÓLICOS acreditam que os santos são deuses sim. A propósito, você mesmo admitiu acima que ALGUNS CATÓLICOS idolatram imagem sim. Só não admite, mas deveria admitir, que a IDOLATRIA é causada, ao menos culposamente, pelo fato dos líderes manterem imagens nos templos, causando esta confusão nos adeptos.
    Você disse: “Como se vê afinal de contas, foi você é que não leu êxodo 20, tudo bem, eu transcrevo para que leia, afinal ser cristão é isto: “NÃO FARÁS PARA TI IMAGEM DE ESCULTURA, FIGURA ALGUMA DO QUE HÁ EM CIMA, NOS CÉUS, E ABAIXO, NA TERRA, E NAS ÁGUAS, DEBAIXO DA TERRA. NÃO TE PROSTRARÁS DIANTE DELES, NEM OS SERVIRÁS, pois Eu sou o Eterno, teu Deus, Deus zeloso….Isto é há proibição sim, só você é que não vê porque não quer.”

    Você disse: “Neste trecho citado por você, o texto bíblico condena a confecção da imagem porque ela está roubando o culto de adoração ao Senhor.” Eu respondo: Ora porque lhe é tão dificultoso admitir que existe analogia entre os episódios? Do mesmo modo que aconteceu no deserto, A CONFECÇÃO DE IMAGENS A MANDO DOS LÍDERES CATÓLICOS está roubando o culto de LATRIA devido somente aO Eterno.
    Você disse: “A existência deste mandamento se deve pelo fato do povo judeu ser inclinado à idolatria, por ter vivido no Egito que era uma nação idólatra e por estar cercado de nações pagãs, que não adoravam a Deus, e que construíam seus próprios deuses.” Eu respondo: Ora porque lhe é tão dificultoso admitir que existe analogia entre os episódios? Do mesmo modo que aconteceu no deserto, acontece hoje, ou seja, o povo católico é também inclinado à IDOLATRIA pelo fato de existirem a mando dos líderes, imagens nos templos católicos.
    Você disse: “Deus quer dizer aqui “não construam deuses para vocês, pois Eu Sou o Deus Único e Verdadeiro”. Eu respondo: Então, porque os líderes católicos não obedecem aO Eterno e continuam mandando os escultores construírem imagens que são divinizadas por alguns adeptos católicos, mesmo os líderes estando sabendo que O Eterno é o único e verdadeiro Elohim?
    Você sugeriu: “Agora leia: “Farás também dois querubins de ouro; de ouro batido os farás, nas duas extremidades do propiciatório. Farás um querubin na extremidade de uma parte, e outro querubin na extremidade de outra parte; de uma só peça com o propiciatório fareis os querubins nas duas extremidades dele.” (Ex 25,18-19).” Eu li.
    Neste versículo, Deus ordena a Moisés que construa duas imagens de querubins que serão colocadas em cima da arca-da-aliança, onde estavam as tábuas da lei, dos dez mandamentos, isso mesmo, bem acima dos dez mandamentos, que contém um que proibe a “confecção de imagens” segundo os contraditórios protestantes… Mas veja que os querubins aqui NÃO são objetos de adoração, mas de ORNAMENTAÇÃO da arca. Salomão também manda construir dois querubins de madeira, que serão colocados no altar para enfeitar o templo (1Rs 6,23-29).
    Você argumenta: “Se você não acredita nisso, está contradizendo a Bíblia. Você e sua doutrina anti-bíblica.” Antes de eu lhe responder, RELEIA o que eu já lhe escrevi, só que fazendo uso da falácia do ESPANTALHO, ignorou DELIBERADAMENTE o escrito que reescrevo: “Sugiro que você diga aos líderes católicos que ajam como EZEQUIAS: Tão logo EZEQUIAS percebeu que a SERPENTE feita por Moisés foi IDOLATRADA pelo povo, ele a DESTRUIU. Do mesmo modo, os líderes católicos devem agir com as imagens que eles mantêm dentro de seus templos e não fazer e manter IMAGENS, como vêem fazendo e mantendo, de modo a induzirem obliquamente o povo ao pecado da IDOLATRIA. Os líderes não podem se eximir desta responsabilidade porque foram eles que mandaram fazer e mantêm as IMAGENS dentro dos templos.” Eis a resposta.
    Você disse: “Meu caro, eu já me converti ao catolicismo quando fui batizado.” Eu respondo: “Não faz mal sonhar que talvez um dia você se converta ao CRISTIANISMO BÍBLICO GENUÍNO.”
    Você disse: “A Igreja Católica é a única Igreja que tem ligação direta com os apóstolos de Cristo, sendo ela a guardiã da doutrina ensinada por eles e por Cristo, sem lhe inculcar qualquer mudança. Se ela quisesse mesmo agir contra a ordem divina, teria adulterado a Bíblia nas passagens em que há a condenação das imagens.” Mas, em verdade os fatos dizem: A Igreja Católica não tem ligação nem direta e nem indireta com os apóstolos de Cristo, não é a guardiã da doutrina ensinada por eles e por Cristo, tendo lhe inculcar NUMEROSAS mudanças, tais como a da manutenção das imagens nos templos mesmo sabendo que é um caso ANÁLOGO ao da SERPENTE de MOÍSÉS.
    Você disse: “Se ela quisesse mesmo agir contra a ordem divina, teria adulterado a Bíblia nas passagens em que há a condenação das imagens.” Eu respondo: OS LÍDERES DA IGREJA CATÓLICA já fizeram algo semelhante ao que você sugeriu. Eles adulteraram as ESCRITURAS sim ATRAVÉS de WESTCOTT E HORT adulterando o TEXTO TRADICIONAL para o TEXTO CRÍTICO.

    José da Silva

  18. Caro José,

    A Doutrina católica NÃO incentiva e muito menos leva o fiel católico à idolatria.
    Muito pelo contrário, ela deixa bem definido a diferença entre o culto de adoração e veneração.
    Desta forma, o protestante, que carece desta explicação incorre no erro de acreditar que é a mesma coisa.
    Eu adoro somente a Deus, meu caro. Não ouse chamar o católico de idólatra, pois você não é Deus para saber o que se passa no coração da pessoa quando ela se dirige a Deus e quando ela se dirige ao santo.
    Isto é prepotência da sua parte.
    O protestante, em geral, está longe de adquirir esta compreensão.

    Você disse:
    “Sim, eu acredito em você. Mas quantos têm ATITUDE IDÓLATRA porque existe a imagem dentro do templo? Poderia responder pelos líderes que são omissos em remover as imagens dos templos?
    Meu caro, se a pessoa possui atitude idólatra, é porque ela não conhece a Doutrina, e o meu papel está justamente em conscientizá-la.

    A Igreja diz:

    “É esta a razão por que a santa mãe Igreja amou sempre as belas artes, formou artistas e nunca deixou de procurar o contributo delas, procurando que os objectos atinentes ao culto fossem dignos, decorosos e belos, verdadeiros sinais e símbolos do sobrenatural. A Igreja julgou-se sempre no direito de ser como que o seu árbitro, escolhendo entre as obras dos artistas as que estavam de acordo com a fé, a piedade e as orientações veneráveis da tradição e que melhor pudessem servir ao culto.

    125. Mantenha-se o uso de expor imagens nas igrejas à veneração ds fiéis. Sejam, no entanto, em número comedido e na ordem devida, para não causar estranheza aos fiéis nem contemporizar com uma devoção menos ortodoxa.”

    Estas são palavras do documento máximo sobre a Liturgia, chamado Sacrosanctum Conciliumn. A Igreja exige que seja de forma comedida. Então, José, não fale sobre o que você não sabe, achando entender alguma coisa. Se o fiel idolatra uma imagem ele comete o erro de não escutar o que a Igreja recomenda.
    Agora, disso nem eu, nem você podemos ter certeza. Apenas desconfiar e exortar. Isso é o que eu faço. E você?
    Para falar sobre a Doutrina da Igreja, você tem muito o que estudar ainda…

    Você disse:
    ” Mas o que eu disse é que não se deve precisar de representações ESCULTURAIS, deve-se precisar de representações MENTAIS independentes de IMAGENS ESCULTURAIS.”
    A representação escultural aperfeiçoa a mentalização. Experiência própria.

    Você disse:
    “Já a IMAGEM DE ESCULTURA não reproduz fielmente o ente querido simplesmente porque o ESCULTOR nunca viu Jesus, Maria, os Santos bíblicos. É apenas obra da IMAGINAÇÃO dos escultor que pode causar IDOLATRIA em quem a vê.”
    Isso fica por sua conta. Se você não acredita… Eu acredito em revelação divina e principalmente no Santo Sudário.

    Você disse:
    “Eu respondo: Sim, o culpado é a DOUTRINA se o adepto não estiver consciente e se o adepto estiver consciente o culpado são os dois porque se não houvesse a doutrina ESCRITA E ESCULTURAL que dá margem à IDOLATRIA não haveria a idolatria. Lamento, mas os líderes que fizeram esta doutrina ESCRITA E ESCULTURAL têm responsabilidade sim.”
    Não meu caro, você viu acima que a Igreja deixa bem definido o que é certo e o que é errado.
    O obediente, obedece.

    Você disse:
    ” Eu respondo: Aí que está a QUESTÃO, o adepto “pensa” que está seguindo a doutrina católica simplesmente porque ela é contraditória e causa confusão, isto é, SIMULTANEAMENTE os líderes estimulam a dulia e a hiperdulia diferenciando-a da latria, mas CONTRADITORIAMENTE, mantêm IMAGENS nos templos DANDO A POSSIBILIDADE ao adepto pensar que é da vontade dos líderes que eles façam “latria”. Percebeu a responsabilidade dos líderes? Não os isente indevidamente. O líder CONSCIENTE retiraria as imagens dos templos para sequer dar POSSIBILIDADE da latria aos adeptos.”
    A doutrina não causa confusão. Como eu disse acima, e repito, a Igreja deixa bem claro o objetivo das imagens ao diferenciar a latria da dulia e da hiperdulia e exigindo que as imagens sejam usadas comedidamente para não ser confundido com uma prática menos ortodoxa.
    Está tudo claro para quem conhece.

    Sobre a trindade, se deseja encontrar referências bíblicas, pode encontrar algumas no meu artigo sobre o assunto, neste blog.

    Sobre as aparições, é um direito seu acreditar que são falsas.

    Meu caro, Exodo 20 é dirigido ao povo de Israel recém saído do Egito, nação idólatra.
    Após deixar bem claro que somente Ele é Deus, Nosso Senhor por diversas vezes incentiva a criação de imagens. Justamente pelo fato de em Exodo 20 ter deixado claro o fato de somente ele ser Deus.
    Como podemos perceber, o proibido é a adoração das imagens, e não a construção. Tão simples e claro.

    Sobre a construção dos querubins:
    Neste versículo, Deus ordena a Moisés que construa duas imagens de querubins que serão colocadas em cima da arca-da-aliança, onde estavam as tábuas da lei, dos dez mandamentos, isso mesmo, bem acima dos dez mandamentos, que contém um que proibe a “confecção de imagens” segundo os contraditórios protestantes… Mas veja que os querubins aqui NÃO são objetos de adoração, mas de ORNAMENTAÇÃO da arca. Salomão também manda construir dois querubins de madeira, que serão colocados no altar para enfeitar o templo (1Rs 6,23-29).

    EURECA! Descobrimos a semelhança entre os querubins e as imagens católicas!

    Cristianismo genuinamente bíblico é aquele que acredita em Cristo e seus ensinamentos em sua totalidade.
    Que consegue discernir o significado das expressões “Antigo” e “Novo”
    Que conhece dentro de que situações históricas se encaixam as exortações de Deus. E não faz confusão, criando a contradição bíblica.

    Sou católico, adoro somente a Deus, venero os santos e Maria Santíssima e respeito a opinião alheia desde que possua algum respaldo bíblico.

    Sou católico, graças a Deus…!

    Em Jesus e Maria.
    Paz e bem!

  19. Daniel Silva,

    Você dolosamente clareou as letras, passando-as de preto para cinza, diminuiu o tamanho delas para que os adeptos católicos não pudessem ler as VERDADES contidas nas minhas mensagens. Golpe baixo!

    Você arrogantemente disse: “Eu adoro somente a Deus, meu caro. Não ouse chamar o católico de idólatra, pois você não é Deus para saber o que se passa no coração da pessoa quando ela se dirige a Deus e quando ela se dirige ao santo.” Eu respondo: Agora está bem claro a sua ignorância sobre o conceito de idolatria, por isto você a pratica sem saber que a pratica, você é que não conhece o que está falando. Veja: Dirigir-se a um santo é idolatria. O serviço de oração deve ser feito ao Eterno e nunca a um santo. Não se vê nenhum versículo nas escrituras que autorize dirigir orações a santos falecidos. Percebeu a sua idolatria? Claro que não!
    Os líderes católicos infringem as seguintes normas bíblicas: Não fazer imagens para adorá-las; não fazer um ídolo para que outros o adorem; Não fazer figuras de seres humanos;
    O adepto e os líderes infringem as seguintes normas bíblicas: Não se curvar diante de um ídolo; não adorar ídolos; Não esculpir pedras para prostar-se diante delas; Não jurar por um ídolo; Não convocar pessoas para idolatria; Não estudar as práticas de idolatria.

    José da Silva

  20. José da Silva,

    Você erradamente me acusou de algo que eu não tenho autorização pra fazer.
    A ferramenta de gerenciamento de conteúdo que utilizo para colocar este blog no ar nõa me permite fazer alterações no “template” escolhido para exibição de informações.

    Talvez você esteja com algum problema de visão, não somente para as letras, como para as verdades reveladas…

    Dirigir pedidos de intercessão aos santos não é idolatria, é bíblico!

    Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranquila e mansa, com toda piedade e respeito (I Tim 2,1-2)

    Ora, sabemos que os mortos não estão em estado de dormição, como você pensa. (cf. Is 14, 9-10; 1 Pd 3,19; Mt 17,3; Ap 5,8; Ap 7, 10; Ap 6, 10)

    E como você pode perceber em meus comentários que podem ser lidos acima, a intercessão dos santos não caracteriza uma substituição da mediação de Cristo, muito menos da divisão de Sua Glória.

    Paz e bem!

  21. Daniel Silva,

    Ora, se não foi você que clareou as letras para os leitores católicos não lerem a verdade sobre as doutrinas católicas antibíblicas, foi o administrador do blog. Então, escreva ao administrador e peça-lhe para que ele escureça novamente as letras. Duvido que você escreva, já que é do seu interesse sufocar a oposição.
    Você disse: “Dirigir pedidos de intercessão aos santos não é idolatria, é bíblico!” Eu respondo: Deturpar 1 Timóteo 2: 1-2 e omitir os versículos seguintes é a prova final que não há como dirigir pedidos de intercessão aos santos falecidos, veja:
    1 Timóteo 2
    1 ¶ Portanto, antes de tudo exorto-te serem feitas súplicas, orações, intercessões, e expressões de toda a gratidão, em- favor- de todos os homens:
    2 Em- favor- dos reis e de todos aqueles estando em autoridade, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a dedicação e respeitabilidade,
    3 Porque isto é bom e agradável diante de Deus, o nosso Salvador,
    4 Que deseja todos os homens serem salvos e virem para dentro do pleno- conhecimento da verdade;
    5 Porque há um só Deus, e um só é o Mediador entre Deus e os homens: o homem Cristo Jesus,
    6 Aquele havendo dado a Si mesmo como resgate para- benefício- e- em- lugar- de todos, o testemunho a ser dado em tempos pertencentes a eles.
    Em nenhum momento Paulo diz que a intercessão devia ser feita a um santo já falecido. Pergunte-se: Quem deveria fazer as intercessões? Sim, Timóteo(vivo)! Por quem Timóteo deveria interceder? Sim, a favor de todos os homens! A quem Timóteo deveria interceder? Sim, a Jesus e não a santos falecidos! Não há nada escrito em 1 Timóteo que prove a sua alegação falsa.

    Você disse: “Ora, sabemos que os mortos não estão em estado de dormição, como você pensa.” Eu respondo: Veja:
    1 Pd 3,1919 Em Quem também, havendo ido, pregou aos espíritos em prisão(pode se referir aos demônios que estão presos no tártaro e não a seres humanos conscientes depois da morte); Mt 17,33 E eis que Moisés e Elias apareceram a eles, 9 E, enquanto descendo eles proveniente- de- junto- do monte,… 9Jesus lhes ordenou, dizendo: “A ninguém conteis a visão, até que o Filho do homem seja ressuscitado para- fora- de- entre os mortos.”(Isto se refere a uma visão, isto é, os discípulos viram naquele dia um fato que ira acontecer no futuro quando Moisés e Elias já estiverem ressuscitados); Ap 5,88 E, quando Ele tomou o livro- rolo, as quatro criaturas viventes e os vinte e quatro anciãos se prostraram diante do Cordeiro, cada um deles tendo harpas e salvas de ouro cheias de incensos, que são as orações dos santos; ( Fatos futuros, não provam que os seres humanos estão vivos depois de mortos, quem são os vinte e quatro anciãos? Podem ser anjos) Ap 7, 109 ¶ Depois destas coisas vi, e eis aqui uma grande multidão, a qual ninguém podia contá-la, provenientes- de- dentro- de todas nações e tribos, e povos, e línguas, tendo-se postado diante do trono e diante do Cordeiro, tendo sido trajados com compridas vestes brancas e com folhas de palmeiras nas suas mãos;
    10 E clamando com grande voz, dizendo: “A salvação pertence ao nosso Deus (Àquele que está assentando sobre o trono), e ao Cordeiro!”( A grande multidão está na terra e não nos céus); Ap 6, 109 ¶ E quando Ele abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas daqueles tendo sido mortos por amor à Palavra de Deus e por causa do testemunho que tiveram. 10 E clamavam com grande voz, dizendo: “Até quando, ó Dono- e- Senhor, o Santo e o Verdadeiro, não julgas e vingas o nosso sangue para longe daqueles que estão habitando sobre a terra?”)(Eles já poderiam estar ressuscitados)
    Então não podemos dizer que “sabemos” não somos profetas. A minha teoria é que os mortos estão inconscientes, mas não há como refutar totalmente a possibilidade deles estarem conscientes. Somente quando Jesus voltar ele nos explicará com clareza sobre o estado dos mortos.

    José da Silva

  22. Como você muito bem disse, essa é a SUA teoria.
    Eu prefiro crer na Bíblia, e não na sua teoria.
    A Bíblia me diz claramente que todos os que estão unidos a Cristo através de seu ingresso na Igreja, são membros do Seu corpo. Isso quer dizer que tantos nós que estamos na terra, quanto os que já morreram na amizade do Senhor, todos somos membros do Corpo Místico de Cristo, onde Ele é a cabeça.

    Como eu já disse, não se trata de substituição da mediação de Cristo, da mesma forma como a minha mão direita não pode se comunicar com a esquerda sem que esse comando tenha sido coordenado pela minha cabeça, da mesma forma, no Corpo de Cristo os membros não podem se comunicar sem que essa comunicação aconteça através da cabeça que é Cristo.

    A Bíblia é clara!

  23. Bom só para acabar com este asunto de mortos…….leiam; Isso serve tanto para Católico tanto para Protestante: “Lucas16;19ao31, a Biblian é bem clara aqueles que aceitaram Jesus como seu salvador e praticou os mandamentos esses vão para o seio de Abrão e os que morreram sem aceitar e praticar os mandamentos esses vão para um lugar de tormenta até o JULGAMENTO FINAL”. È isso quer dizer que ninguem vai para o Céu antes do Jolgamento anão ser se for (arrebatado) porque os arrebatados não são mortos sim TRANSLADADOS e a Biblia diz que todos os mortos irão esperar até o JUIZO FINAL e não tem o que descuti……..ou você os mandamentos ou não, não adianta aceitar a Jesus Cristo como salvador sem praticar ai não adianta……..Aqueles e quias São os 10 Mandamentos Serve para todos tanto para católico como para os Evangélico(Protestante).

  24. Daniel Silva,
    Everton Rodrigues,

    A bíblia não é clara sobre o tema estado de consciência ou inconsciência dos mortos, tanto pode ser um como outro estado. Você já foi nos céus para provar que seja este ou aquele estado? Não podemos dizer que aquilo que está obscuro nela seria claro, não somos os escritores bíblicos e nem estivemos nos céus. Neste tema, a bíblia deixa lacunasintransponíveis, sim. Ora, se a bíblia não REVELOU explicitamente não podemos suprir aquilo que não está escrito, com interpretações de líderes que não receberam revelações do Pai e não foram aos céus, que são intérpretes como nós. Podemos apenas dizer que ela deixa margem para as duas interpretações e nunca sermos dogmáticos sobre o estado dos mortos, dizendo que a nossa posição é que é a correta simplesmente porque não há substrato bíblico que torne um lado correto e torne o outro errado, assim como há no caso das imagens que os líderes católicos mandam fazer, que recebem a idolatria da oração.
    A minha posição permanece e quando Jesus retornar eu o pergunto qual é o entendimento correto e o MOTIVO porque a bíblia não revelou como clareza o estado dos mortos e, se pensarmos bem, de nada nos adianta o estado dos mortos, eles em nada nos ajudam e sim Jesus, sendo o legítimo intermediário, é que nos ajuda…Agora quanto as imagens não é necessário esperar o retorno dele haja vista que as escrituras estão repletas de proibições quanto a idolatria de imagens.

    José da Silva

  25. Daniel Silva,

    Quanto às referências bíblicas ao “CORPO DE CRISTO”, trata-se ou da ASSEMBLEIA dos crentes em Jesus como dos que morreram e aguardam, em Jesus, ressurreição e não aos mortos que estariam espiritualmente vivos, porque se estivessem espiritualmente vivos, não faria sentido a ressurreição.

    José da Silva

  26. Daniel, você vai me desculpar amigo, mas o católico adora imagens sim.
    Fui católico até os 24 anos de idade e a única coisa que vi foi isso.
    Porque rezar pra Maria ou outros mortos?
    Eclesiastes 9.10 mostra que os mortos nada sabem…como podem pedir por nós?
    Cristo é o cabeça sim, mas em momento algum ele disse que poderíamos dar honras a outras pessoas.
    Falar que o católico não se prosta diante de imagens é uma tremenda mentira. Eu vi e vivi isso meu amigo. Não há o que ocultar. Qualquer um sabe que isso acontece lá dentro.
    Fique com Deus!

  27. Olá Nilton,
    Pois bem, como eu disse no tópico e em meus comentários, católico não adora imagem.
    Sugiro que leia novamente o tópico, talvez não tenha entendido… Leia também meus comentários com os irmãos protestantes, e verás que seus argumentos já foram respondidos.
    Em resumo, você descobrirá que:
    – podemos rezar para Maria e outros “mortos”;
    – os mortos não estão em “estado de dormição”;
    – pedir intercessão não é dividir a honra de Cristo;
    – não há mal em se ajoelhar, mas em adorar.

    Ah, outra coisa… É errado dizer “fui católico até 24 anos de idade”. Pois o batismo é um sacramento que imprime caráter indelével na alma do ser humano. Você como católico deveria saber disso… Não é? Não estudou a doutrina???
    Procure saber mais a respeito das coisas, pra não cometer mais equívocos.

    A Paz!

  28. Sinceramente fui tratado como a grande maioria, que não recebe qualquer orientação. Hoje a igreja vem falando em resgatar os desgarrados…quanto tempo demorou para ver o erro!
    Em pouco mais de um ano aprendi muito mais do que em toda minha vida e tive os olhos abertos quanto as coisas erradas do passado.
    Você se gaba no seu conhecimento, mas só te lembro que todo aquele que se exaltar será humilhado…o Senhor está com os humildes e puros de coração.

    Em Mateus 6 o Senhor Jesus nos alerta quanto as rezas repetitivas. O que seria o terço? muito estranho…

    Quanto aos seus textos que “provam” que os mortos nos ouvem, mostram que você não tem tanto conhecimento da Palavra como diz. Se você estudar um pouco mais o livro de Apocalipse, verá que o Maligno faria grandes coisas nos últimos dias e que muitos ficariam admirados com seu poder, fora outra coisa…com essas afirmações dá entender que você acredita em vida após morte…Você é espírita também?
    As aparições e curas que muitos exaltam terem recebidos através de um “santo(a)” morto, nada mais são do que obras do Maligno.
    Você já foi em um culto onde as pessoas são libertas de demônios?
    Peça para algum pastor ordenar em nome de Maria, Santo Antonio, São Francisco, Aparecida….que aquela pessoa seja liberta…Peça para esses santos pedirem a Cristo que libertem essas pessoas…
    Já tive em minha família curas através desses “santos”…O estranho é que a doença voltou…uma delas até morreu…
    Por que será que a cura de Cristo é pra valer?
    Pedir intercessão não é dividir honra, mas porque pedir para “eles” se esses textos dizem:

    “Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem… ITimóteo 2.5″

    “Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14.6″

    “e tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. João 14.13″

    Outra coisa, você já leu o Salmo 115?

    “4Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos do homem.
    5 Têm boca, mas não falam; têm olhos, mas não vêem;
    6 têm ouvidos, mas não ouvem; têm nariz, mas não cheiram;
    7 têm mãos, mas não apalpam; têm pés, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta.
    8 Semelhantes a eles sejam os que fazem, e todos os que neles confiam.”

    A Paz do Senhor Jesus!

  29. Me esqueci…quanto a questão do indelével, a Palavra nos diz que temos que confessar com a nossa boca e crermos. Meu caro, uma criança recém nascida não tem condições de fazer isso.
    O Senhor Jesus nos diz que as crianças já pertecem ao Reino.
    A Palavra também nos diz que Deus não leva em consideração o tempo de nossa ignorância.
    Portanto, em nome de Jesus, eu já anulei tudo o que me foi imposto fora de meu conhecimento.

    A Paz do Senhor Jesus!

  30. Nilton,

    Primeiramente, obrigado por ler os comentários, ou alguns deles.

    Eu não me gabo de nenhum conhecimento, até porque eu tenho muito o que estuda ainda… Tenho pouco mais de 20 anos….

    Desculpe-me pela forma como coloco meus argumentos, a minha intenção não é ofensiva.

    Agora, sobre seus comentários…
    Meu caro, se vc não obteve conhecimento “sendo católico” foi porque não quis, porque foi acomodado.
    Agora fica aí dizendo um monte de coisa sem eiras nem beiras…
    Acha que aprendeu um monte de coisa.

    Realmente, vc pode ter aprendido um monte de coisa, mas da forma como quiseram te passar.

    O que seria o terço? Vc não sabe depois de “24 anos sendo católico”? Por que não buscou saber?
    Ao contrário do que muitos pensam, o terço não é uma oração repetitiva, a cada mistério medidamos a vida de Jesus. Veja: http://catecumenato.wordpress.com/2007/06/13/a-oracao-do-terco/

    Viu?
    Que pena… Vc “foi católico” durante tanto o tempo e não soube nem o que era o terço… Espero que agora que está sabendo, reze e glorifique a Deus.

    Espero que, pelo menos agora, que vc “não é mais católico”, busque estudar e conhecer mais as coisas, ao invés de ir nas idéias mirabolantes do Pastor…

    Sobre os cultos de libertação de demônios… sem comentários… Apenas vá no YouTube e busque por “Fala que eu te escuto”. Tantas curas…

    Engraçado… Quando a cura é pedida a um santo, por intercessão junto à Deus, vc diz que é idolatria ao santo…….
    Quando a intercessão é feita por “Pastor”, vc fala que foi obra de Deus…

    Alguma coisa não está coerente no seu ponto de vista.
    Se em ambos os casos quem cura é Deus, porque vc ensaia dizer que o Pastor é mais eficiente??? Seria uma idolatria ao Pastor????

    Fique atento!
    Liberte-se disso irmão! “E disse-lhes: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça!” (Mc 4,9)

    Quanto a vida após a morte, sugiro que vc busque a palavra ressurreição na Bíblia. É diferente de doutrina espírita da reencarnação.

    Quanto ao batismo, sugiro que vc procure na Bíblia onde Jesus estipula a idade mínima para que a pessoa seja batizada.
    Em: “Ide e ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.” foi estipulada a idade????

    O que Jesus quis dizer com: “Deixai vir a mim as criancinhas”? (Lc 18,16)
    O Pastor não deixa????

    Meu irmão, estou a sua disposição para sanar qualquer dúvida que ainda exista em sua mente a respeito da Doutrina católica.

    A graça a Paz e a benção de Deus Pai Todo-Porderoso esteja com vc!

    Paz e bem!

  31. Quem convence não é o homem e sim o Espírito Santo.

    O pastor orar a Deus pedindo a libertação de uma pessoa é muito diferente de se pedir a um “santo” pedir pra Deus fazer algo. Você confundiu tudo, mas eu te entendo.

    Comodismo de minha parte, nem tanto, pois busquei e não achei, diferente do que o Senhor nos diz: Busca-me e achará!

    Deus quer pessoas que o adorem em Espírito e Verdade, não em rezas repetitivas de pessoas que mal param em pé ao final das mesmas de tanto sono. Já ouvi até um padre falar que o terço é um “saco”.

    Meu amigo, em qualquer lugar você vai achar gente querendo se aproveitar de diversas situações. Dentro de uma igreja a, b, c…doutrina a, b, c…o papel do maligno é confundir as pessoas.

    Assim como tem pastor aproveitador, tem muito padre que comete erros contra crianças dentre outros e você sabe disso.
    Deus sabe e não deixará isso passar desapercebido.

    Uma criança não tem noção do que está acontecendo, nem de confessar que Jesus é o Senhor de sua vida, mas não condeno quem batiza seu filho quando criança, pois mal não irá fazer.

    Assim como você se coloca a disposição para esclarecer as dúvidas das pessoas, também gostaria de me colocar a disposição para esclarecer as suas dúvidas quanto aos evangélicos. Agora, não pegue todos e coloque em um saco de lixo, pois a grande maioria está fora do erro assim como há muitos católicos geniais, com a mente aberta e cientes do que Deus realmente quer.

    A Paz!

  32. É diferente porque vc quer, meu caro…

    Buscou e não achou? Então algo de errado há com vc, pois eu, e mais de 1 bilhão de pessoas achamos…

    Meu amigo, vc vai escutar muito Padre falando asneira.
    Mas, me admira vc, depois de ler sobre o terço, ainda falar que é oração repetitiva. Isso é uma ofensa à vida de Cristo!

    vc disse:
    “Assim como tem pastor aproveitador, tem muito padre que comete erros contra crianças dentre outros e você sabe disso.”
    Sim, concordo! O ser humano é passível de erros.
    Mas a diferença está no objetivo.
    O objetivo do tipo de Pastor que vc citou: enganar, ficar rico. Leva o “fiel” a crer em mentiras, e conseqüentemente o desvia do caminho da Salvação.
    O objetivo do Padre: satisfazer um instinto humano, uma vontade (ERRADA). Leva o fiel a traumas físicos, e até psíquicos. Mas não retira o “fiel” do caminho da Salvação! Não anuncia um Deus diferente!
    Veja bem, Nilton, ambos estão totalmente errados, mas a diferença está na conseqüência. Um engana, o outro agride. Quando o assunto é Salvação, a vítima do Pastor encontra conseqüências eternas…

    Sobre o batismo de crianças…
    Uma criança não tem noção do que está acontecendo, mas os pais tem. Isso no nosso âmbito espiritual, pois certamente, Deus é capaz de se comunicar com a criança!
    Na Sagrada Escritura podemos encontrar vários exemplos de pagãos que professaram a fé cristã e que foram batizados “com toda a sua casa”.
    A palavra “casa” (“domus”, em latim; “oikos”, em grego) designava o chefe de família com todos os seus domésticos, inclusive as crianças:

    “Disse-lhes Pedro: ‘Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados. E recebereis o dom do Espírito Santo. A promessa diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos que estão longe – a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar’.” (Atos 2,38-39)

    “Tomando-os o carcereiro consigo naquela mesma noite, lavou-lhes os vergões; então logo foi batizado, ele e todos os seus.” (At 16:33)

    Nilton, um exeplo bem simples: Se um filho de um protestante está doente, ele vai esperar que ele cresça para escolher se deve tomar a vacina? Ou vai lhe dar a vacina?
    O pai sabe o que é bom pro filho, e através desta atitude, garantiu sua saúde corporal.
    O mesmo acontece com o batismo. Garantindo a saúde espiritual.

    “Ao ouvir Isabel a saudação de Maria, a criancinha saltou no seu ventre, e Isabel foi cheia do Espírito Santo. Exclamou ela em alta voz: ‘Bendita és tu entre as mulheres, e bendito o fruto do teu ventre. De onde me provém que me venha visitar a mãe do meu Senhor? Ao chegar-me aos ouvidos a voz da tua saudação, a criancinha saltou de alegria no meu ventre.'” (Lc 1,41-44)
    João Batista foi batizado ainda no ventre de sua mãe, pois, obviamente, se Isabel foi cheia do Espírito Santo, João Batista que estava dentro dela também!
    Se a criança não tinha consciência, porque saltou de alegria??? Vemos que a doutrina que vc prega menospreza o contato que a criança teve com o Espírito Santo. Isso é grave!

    Do Batismo e da graça, não devemos afastar as crianças.
    Volto a dizer, Jesus não estipulou idade mínima! Isso é anti-bíblico!

    O batismo é uma graça regenerativa para a vida humana. Ninguém deve ser privado desta graça, pois foi isso que Jesus pediu. O batismo deve ser principalmente ministrado para as crianças. E esta sempre foi a prática da Igreja.

    A Igreja recebeu dos apóstolos a tradição de dar Batismo mesmo às crianças. Os apóstolos, aos quais foi dado os segredos dos divinos sacramentos sabiam que havia em cada pessoa inclinações inatas do pecado (original), que deviam ser lavadas pela água e pelo Espírito

    O Protestantismo durante a Reforma no século XV inventou que o Batismo não pode ser ministrado às crianças. Esta novidade foi introduzida pelos Anabatistas. Note que os primeiros protestantes (Luteranos, Presbiterianos, Calvinista e Anglicanos), guardam até hoje o batismo de crianças.

    Que o Deus Todo-poderoso envie sobre ti o fogo do Espírito Santo, para que enriqueça em seu coração os dons da Sabedoria e do Entendimento, de forma que vc possa novamente honrar seu primeiro e único batismo, semelhante ao batismo de João Batista, exatamente da forma como Deus deseja.

    Paz e bem!
    “Deixai vir a mim as criancinhas e não as impeçais” (Lc 18, 16)

  33. Meu querido Nilton vc diz que já foi católico e que católico adora sim imagem. Então sinto muito em te dizer mas vc nunca foi católico por que eu sou católica minha familia é, e a maioria dos meus amigos, nenhum de nos adoramos santos, adoramos somente a Deus, vcs protestantes falam, dos católicos sem conhecer realmente a igreja, muitas ate dizem que ja foram católicos.Meus caros ser católico não é só ir na missa é muito mais, é conhecer, e acima de tudo é amor, respeito adoração ao Pai que é Deus, vcs jogam muitas pedras na gente mas esquecem de ver os defeitos da religião de vcs onde muitos acham que já estão salvos por que são protestantes é que todos os católicos estão condenados, queridos vcs tem que entender que só Deus sabe quem será salvo pois só ele sabe o que se passa no coração de cada um. Já q vcs sugeriram que a igreja acabe com os santos para acabar com a idolatria eu sugiro a vcs que então acabe com esse grande problema de vcs acharem que já estão salvos, muitos protestantes não adoram imagens, mas adoram os pastores e saem por ai dizendo que o pastor falou que eles seram salvos, e não vem dizer que não exite por que eu já vi e muito, vcs dizem que a gente adora imagem sendo que isso só quem sabe é Deus,por que só ele sabe o que se passa em nossos corações, mas vcs acham que já estão salvos e sinceramente eu vi e não precisava ser Deus para ver não, muitos de vcs afirmam isso. Pesso a vcs que ao inves de criticar coisa que não entendem vão cuidar dos problemas que também existem na religião de vcs, por que afinal perfeito só Deus. Que a paz de Crito estejam com vcs!

  34. Vc Nilton diz que aprendeu muito mais depois que virou protestante, só por que decorou a Biblia, isso não é aprender, é decorar, e te digo mais cuidado para saber sobre a Biblia requer estudo, e tempo por que podem surgir duplas interpretações, e se vc não aprendeu na igreja católica foi por que não quis por que, na igreja católica tem curso biblico e muito mais coisas maravilhosas para aprender, isso mostra que vc nunca foi catolico!

  35. então catolicos eu ja fui da igreja de vcs e sei que vcs adoram imagem . não adianta ficar passando mel na boca desses coitados destorcendo a palavra de Deus. vcs vão pgar cara por isso, agora seu papa ainda tem a petulançia de dizer que so sua igreja tem base biblica não me espanto porque quado moises subiu o monte para escrever os des mandamentos arão levou o povo a adorar e contruir um bezerro de ouro que isso…

  36. Curioso, Ricardo…

    Vc afirma com tanta certeza “sei que vcs adoram imagem”
    Certamente, deve ser alguma revelação divina, que te mostrou o que se passa no coração de cada um; pois afirmou com tanta certeza…!!!!

    Será que você não cai em contradição também, quando ao acreditar que os pedidos de intercessão aos santos não tem validade porque eles não são oniscientes, mas acredita que todos os católicos adoram imagens, atribuindo a si mesmo o poder da onisciência?

    Estranho…

    Quanto ao que o Papa disse, saiba que ele não disse nada diferente daquilo que a Igreja sempre afirmou ao longo de toda a sua história.
    Seu comentário mostra que vc não conhece a doutrina da Igreja, nem quando era católico. Por isso abandonou a fé.

    Faço-te um convite de que leia aqui neste blog o conteúdo da carta que pode ser encontrado no tópico “Respostas a questões relativas a alguns aspectos da Doutrina da Igreja”

    Boa leitura, boas descobertas pra vc!
    A Paz!

  37. Ah! e queria que me esclarescecem uma coisa:

    bom, sou Bacharel em Física( defendo Tese de Mestrado em Astronomia) e me interesso muito pela criação. foram sete dias de 24h como nós temos hoje? se encontramos fósseis de dinossauros, quer dizer que eles existiram… o que a doutrina de vcs fala sobre isso?

    obs: considerendo esse um local cristão, pelo menos eu penso, devemos trocar as ofensas por diálogos e troca de conhecimento.

  38. Henrique,

    Se for para colaborar com sua tese, elaborarei até uma tópico a respeito disso.

    Aliás, não foram usadas “ofensas” e sim “ofensivas”. O que está sendo colocado em discussão são as diferenças entre doutrinas e não entre pessoas. Afinal, sequer nos conhecemos (eu e o Jose)

    A Paz!

    Sobre a questão de serem 7 dias de 24 horas, a resposta é não.

    O Gênesis é um livro que deve ser entendido como histórico, mas não quer dizer que não se utilize de símbolos.
    Veja por exemplo, “no primeiro dia Deus fez a luz”. Mas só no quarto dia Ele fez o sol. Então como havia primeiro dia? De onde veio a luz do primeiro dia?

    Dia, então, não significa período de 24 horas, mas etapa. Pois Deus mesmo diz que um dia para Deus equivale a mil anos, que também não quer dizer necessariamente 1000 anos, mas sim um tempo imenso!

    Recomendo-lhe que leia um livro de um rabino que trata das relações da Física atual com o Gênesis. O livro se chama O Gênesis e o Big Bang e seu autor se chama Gerald L. Schroeder. (Editora Cultrix 232 páginas)

    Deus o abençoe!

  39. Entendo a diferença colocada por ti entre venerar e adorar. Mas a questão é:
    Qual é o poder dos mortos? Quando se reza para um santo, o que ele pode fazer, tendo em vista que Jesus é o único intermediador entre nós e o Pai?
    O respeito exige preces a quem já não tem poder para agir?

  40. Yasmin,

    Já é um primeiro passo que tenha entendido a diferença entre venerar e adorar. Muita gente sequer sabe que ela existe…

    Seguindo, vc continua o questionamento a respeito do poder dos mortos.
    Leia o meu comentário, aqui mesmo neste tópico, no dia “20 de abril – 3:12″

    Depois vc questiona os pedidos de intercessão aos santos como se isso fosse uma anulação da mediação de Cristo.
    Leia neste mesmo comentário citado acima, que a mediação dos santos é permitida e estimulada pela Sagrada Escritura.

    A mediação de Cristo é de caráter redentor, e a mediação dos santos é de caráter intercessor. A redenção e a intercessão não se anulam, mas se completam.

    A Paz!

  41. Li o comentário do dia 20 de abril, inclusive todas as passagens bíblicas citadas no referido texto, mas não concluí que nos é ensinado fazer petições aos santos. Gostaria de que me citasse um exemplo bíblico ou até mesmo uma passagem bíblica que nos ensina a pedir a intercessão daqueles santos que já se foram. O exemplo dado nos ensina a interceder por todas as pessoas e autoridades, o que me permite concluir que são pessoas vivas. Mas a minha dúvida se refere às supostas passagens bíblicas que nos ensinam a fazer petições para outro, que não seja Jesus Cristo.

    Grata,

    Paz.

  42. “Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco têm eles daí em diante recompensa; porque a sua memória ficou entregue ao esquecimento.”
    Eclesiastes 9:5

    “Os mortos não louvam ao Senhor, nem os que descem ao silêncio”
    Salmos 115:17

  43. “…a qual, em suas épocas determinadas, há de ser revelada pelo bendito e único Soberano, o Rei dos reis e Senhor dos senhores; o único que possui imortalidade, que habita em luz inacessível, a quem homem algum jamais viu, nem é capaz de ver. A ele honra e poder eterno. Amém!”
    1 Timóteo 6:15-16

  44. Yasmin,

    Vamos por passos.

    Através das passagens bíblicas vc percebeu que a intercessão não interfere na Glória de Nosso Senhor Jesus Cristo. Correto?
    Ora, se a intercessão, seja dos vivos ou dos mortos, afetasse a glória de Cristo, ou se ela se trata de uma substituição da mediação de Cristo, a própria Bíblia não estaria recomendando os pedidos de intercessão. Correto?

    Desta forma, podemos concluir que, quando a Bíblia trata a mediação de Cristo como sendo única, mas incentiva os pedidos de intercessão, ela na verdade faz uma diferenciação de mediações.

    Temos portanto a mediação do Cristo (única mediação), que é a mediação REDENTORA.
    E temos a mediação dos santos, que é a mediação por INTERCESSÃO.

    Ambas são diferentes entre si, pois a mediação de Cristo não precisa ser intercessora porque Ele mesmo é Deus. E a mediação dos santos não pode ser redentora porque a Bíblia diz que somente Crito é nosso mediador (redentor).

    Veja bem que até agora eu não entrei no mérito de intercessão “dos vivos” ou “dos mortos”.
    Primeiro eu fiz a diferenciação de mediações, que é bem clara através da Bíblia. Afinal, ela não contém contradições não é verdade?

    Agora, a questão dos mortos tabém é bem clara.
    A Sagrada Escritura demonstra que os mortos não estão “inconscientes”, e nem “dormindo”.
    Cito como referência:

    Is 14, 9-10;

    1Pd 3,19;

    Mt 17,3;

    Ap 5,8;

    Ap 7,10;

    Ap 6,10.

    Essas passagens deixam bem claro que os mortos não estão em estado de dormição ou inconscientes.

    Então, o que dizer da passagem citada por vc:

    “Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco têm eles daí em diante recompensa; porque a sua memória ficou entregue ao esquecimento.”
    Eclesiastes 9,5

    Vamos examinar esta passagem?

    Logo no início no capítulo, podemos ler:

    “Sim! Em tudo isso apliquei todo o coração e experimentei isto, a saber, que os justos e os sábios com suas obras estão nas mãos de Deus. O homem não conhece o amor nem o ódio de tudo o que espera. Tudo é o mesmo para todos …”

    Continuando: “Este é o mal que existe em tudo o que se faz debaixo do sol: o mesmo destino cabe a todos”

    Então, chegando ao versículo citado por vc temos: “Os vivos sabem ao menos que morrerão; os mortos, porém, não sabem nada”

    Então, podemos perceber que as palavras “vivos” e “mortos” está se referindo claramente aos que estão em Deus e aos que não estão em Deus, EM VIDA. Para melhor entendimento leia também o capítulo anterior.

    Desta forma, é um equívoco interpretar o versículo que vc citou de forma separada para justificar a crença de que as pessoas que já faleceram estão inconscientes.

    Além do que, a própria Bíblia, que não se contradiz, mostra justamente o contrário, nos trechos citados no início.

    A Paz!

  45. Daniel, são muitos comentários e confesso que estou perdido aqui no seu blog.
    Bem, pode ser falta de atenção minha em não achar sua resposta, mas só quero saber se você leu o meu comentário em que menciono Marcos 16:16, acerca do batismo de crianças. Você leu? Se não, permanece minha sugestão: Marcos 16:16. Me diga suas impressões.

    abrç,
    Ulisses

  46. Prezado, li seu artigo. Entendi perfeitamente a sua clara explicação sobre a diferença entre venerar e adorar. No entanto o assunto vai muito além disso.

    A Biblia é clara ao definir o é fé na carta aos Hebereus cap 1, verso 1, senão vejamos:

    “A fé é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê.
    2. Foi ela que fez a glória dos nossos, antepassados.
    3. Pela fé reconhecemos que o mundo foi formado pela palavra de Deus e que as coisas visíveis se originaram do invisível”.

    Dessa maneira, basta analisarmos os fatos com um pouco de seriedade. Se fé é o fundamento daquilo que esperamos, e a certeza a respeito do que não se vê, logo, eu não preciso de uma imagem (retrato, estatua, seja la o q for) para ter relacionamento com Deus, para ter fé em Deus, em Jesus. Lamento muito, mas isso, biblicamente falando. não é fé!!!!!!!!!!!

    Em relação a Maria e aos outros supostos Santos, gostaria de dizer que a todos nós é permitido sermos santos!!!!!! por mais q isso pareça um absurdo foi o q o Sr Jesus mandou q fossemos. Para sermos santos nao precisamso de um titulo outorgado por uma instituição religiosa. Precisamos sim ter comunhão com Deus!!! ah e outra, a Biblia diz q ha um só Sr, e um so mediador entre Deus Deus e os homens que é Jesus Cristo (I Timoteo 2:5)!!!!!!!!!!! Portanto, nem Maria , nem Joao, nem Pedro, nem ninguem eh intermediaro entre Deus e os homesn, senão Jesus….. isso eh a bilia quem diz!!!!!

    Acho q o autor da oração de ave-Maria não tinha esse verso em mente, pois em parte da oração é dito o seguinte “Sta Maria mãe de Deus (como se Deus tivesse mãe), rogai por nós pecadores agora e na hora de nossa morte, amem” Esse papel de rogar, interceder, intermediar so cabe a Jesus e eu tenho certeza q Maria, sendo a serva de Deus q foi jamais aceitaria tal encargo dado pelos homesn!!!!!!!!! anelisemos tudo a luza da Palavra…..

    O grande problema é q mu8itas pessoas tem medo de questionar a autoridade humana, a tradição humana q muitas vezes eh colocada acimda da Biblia!!!!!!!!!! abraço a todos…..

  47. Prezado João Ricardo,

    É preciso dizer que existem alguns equívocos no seu comentário.

    Primeiro: a imagem de um santo não tem relação direta com a fé em Jesus Cristo. Trata-se apenas de uma representação de uma figura humana. Da mesma forma que vc precisa de fotos de entes seus que faleceram sem que vc os tivesse conhecido para saber como eram suas fisionomias. O relacionamento com Deus não se dá através de uma imagem, mas sim de uma oração…

    Segundo: A sua crítica dirigida quando diz “gostaria de dizer que a todos nós é permitido sermos santos!” e “Para sermos santos não precisamos de um título outorgado por uma instituição religiosa” é completamente infundada, uma vez que a doutrina católica não diz que apenas os santos CANONIZADOS são santos, e muito menos é ela quem dá este título a eles.
    Meu caro, a Igreja não dá status de santo a ninguém. Quem dá status de santo a nós somos nós mesmo através da comunhão com Deus como vc muito bem disse. A Igreja dá status de CANONIZADO, que quer dizer CATALOGADO.
    A Igreja apenas afirma e testifica a condição de santo da pessoa, que pode ser confirmada através de seus exemplos durante a vida.

    Terceiro: Comete outro equívoco ao dizer “Esse papel de rogar, interceder, intermediar so cabe a Jesus”, uma vez que a própria Bíblia estimula pedidos de intercessão “Acima de tudo, recomendo que se façam preces, orações, suplicas, ações de graças por todos os homens, constituídos em autoridade para que possamos viver uma vida calma e tranqüila, com toda a piedade e honestidade. Isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens se salvem e cheguem ao conhecimento da verdade.” (1 Tim 2, 1-3)
    Desta forma, podemos perceber que ao mesmo tempo que a Biblia afirma que somente Jesus é mediador, solicita para que, em atitude de mediação intercedamos uns pelos outros.

    Desta forma, podemos perceber que existe uma diferença de sentido entre a mediação de Cristo e a humana.
    A mediação de Cristo é de caráter REDENTOR
    A mediação dos santos é de caráter INTERCESSOR

    Cristo é o nosso único mediador enquanto REDENTOR, porque é o Messias, Filho do Deus vivo. Nós somos mediadores uns dos outros enquanto INTERCESSORES junto a Cristo. Veja que não é uma substituição da mediação, muito menos da Glória. Muito pelo contrário, a mediação por intercessão só é possível e eficaz graças à mediação redentora de Cristo.

    Eu diria que o grande problema não é questionar, como vc disse. Mas o grande problema é questionar sem ao menos conhecer…

    A Paz!

  48. Não entendi! A interceder é pedir por outrem; intervir a favor de alguém! A Bíblia nos ensina a interceder por outras pessoas, por nossos irmãos… mas pedir a Deus por esses irmãos, e não pedir a outra pessoa por eles! Essa é a questão. Não há contradição bíblica alguma, uma vez que devemos orar e interceder por todos. Mas essas orações e intercessões devem ser exclusivamente ao único capaz de responder às nossas petições.
    Nâo há exemplos bíblicos que fundamente fazermos petições a qualquer vivo ou morto, seja santo ou pecador. Os versículos citados por você não ensinam a fazermos petições a qualquer pessoa, senão a Deus, por intermédio de Jesus Cristo!

  49. O texto citado pelo Daniel ITimoteo 2: 1-3, não da base pra ele dizer que devemos pedir a um morto que interceda por nós. É viajar demais nas escrituras… é mais facil tirar a conclusão de que os vivos orem e intercedam pelos vivos.
    O próprio SENHOR JESUS nos esclarece em uma de suas parábolas em Lc16:19-31, que é a parábola sobre o rico e Lázaro, que os mortos não podem fazer nada pelos vivos.

    E sobre o que ele escreveu acima. “Nós somos mediadores uns dos outros enquanto INTERCESSORES junto a Cristo”… isso é mais uma sutileza teológica do catolicismo para sustentar a base de sua tradição.

    Se você ora para algum santo (se fosse possível), quem recebe a honra quando a oração é atendido. Então, produz 2 situações: O engano da oração respondida e a adoração sendo levada a alguém que não pode fazer nada por nós. 11- Os Apóstolos oraram a quem? Seria para Abraão, Isaque ou Jacó? 12- Pedro já orou para algum santo( já que ele é considerado pela igreja católica como o primeiro papa)?
    E assim como fiz em outro tema faço agora:

    Quero desafia-lo ( ou qualquer católico) a dar uma passagem bíblica que alguém orou para um santo? Para alguém que já tinha morrido?

    JESUS VOLTARÁ, …. AMÉM!!!

  50. Henrique,

    É fato que os que morreram e estão no céu, estão mais intimamente unidos a Cristo. Não deixam de intercerder por nós perante ao Pai. Como eu já disse, não é bíblico dizer que os mortos estão “dormindo” ou “inconscientes” (Is 14, 9-10; 1Pd 3,19; Mt 17,3; Ap 5,8; Ap 7,10; Ap 6,10). Aceite essa Palavra pra sua vida irmão!

    A parábola do rico e de Lázaro, como vc citou, mais uma vez testificam que os mortos não estão inconscientes! E Abraão? O que estava fazendo ali? E Moisés?
    Podemos ver que eles estavam bem acordadões… Não é?

    Sobre o desafio… Posso, segura e oportunamente, citar a passagem do rico e de Lázaro para comprovar que os mortos não estão em estado de dormição e podem sim interceder por nós, pois estão mais intimamente ligados a Cristo.

    Não é o santo que recebe as honras de uma oração dirigida a ele, pois eles são apenas intercessores. Quem atende os pedidos é Deus.

    Deseja mais versículos?

    “Quando abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos homens imolados por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho de que eram depositários. E clamavam em alta voz, dizendo: Até quando tu, que és o Senhor, o Santo, o Verdadeiro, ficarás sem fazer justiça e sem vingar o nosso sangue contra os habitantes da terra? Foi então dada a cada um deles uma veste branca, e foi-lhes dito que aguardassem ainda um pouco, até que se completasse o número dos companheiros de serviço e irmãos que estavam com eles para ser mortos” (Ap 6,9-11)

    Neste trecho, os santos estão clamando a Deus por justiça. Em conssonância com outros trechos da Sagrada Escritura, os santos estão bem acordados…

    “Os quatro viventes e os vinte e quatro anciões se prostraram diante do Cordeiro. Tinha cada um uma cítara e taças de ouro cheias de perfumes, que são as orações dos santos” (Ap 5,8).
    “A fumaça dos perfumes subiu da mão do anjo com as orações dos santos, diante de Deus.” (Ap 8,4).

    Aqui vemos que os santos oram a Deus. Seria possível orar inconsciente?
    Mas porque estariam orando a Deus, se já estão salvos e gozando da presença do Senhor?
    É evidente que são em favor de outrem.

    No livro do profeta Jeremias podemos ler:
    “Disse-me, então, o Senhor: Mesmo que Moisés e Samuel se apresentassem diante de mim, meu coração não se voltaria para esse povo. Expulsai-o para longe de minha presença! Que se afaste de mim!” (Jr 15,1).

    Ora, no tempo do profeta Jeremias, Moisés e Samuel estavam mortos!
    Que sentido teria este trecho, se eles não pudessem interceder por Israel?

    Os santos intercedem por nós junto ao Pai, não pelos seus méritos, mas pelos méritos de Cristo, o único Mediador entre Deus e os homens. É simples. A Bíblia é clara, verdadeira e coesa.

    A Doutrina da intercessão dos santos é uma legítima doutrina cristã, embasada nas Sagradas Escrituras. Os primeiros Cristãos jamais tiveram dúvidas quanto a ela.
    Esta doutrina confirmação do Amor de Deus para conosco e Seu plano para que sejamos uns instrumentos deste amor para os outros.

    Jesus voltará!
    Mas como foi dito: “Antes, virão muitos falsos profetas…”

    A Paz!

  51. Daniel,

    Em momento nenhum eu disse que os mortos estão inconcientes ne sei muito bem que a bíblia diz que eles não estão… “Não coloque coisas que eu não escrevi” “não é uma monobra honesta”

    Sobre a passagem de Lázaro: Abraão não estava intercedendo a Deus por alguém que estava vivo. Realmente estava “acordadão” como vc disse. Mas e daí, isso não responde o meu desafio. Vc não citou nada de alguém vivo pedindo a Abraão que este intercedesse a ele junto ao SENHOR… e sobre o que voce disse “e podem sim interceder por nós, pois estão intimamente ligados a Cristo”….bom isso é vc quem esta dizendo, pois há nada escrito que compreve isto.
    Vc citou Ap 6:9-11 – não tem nada de intercessão a favor dos vivos…qualquer um com a mente sã irá entender que eles estão clamando por justiça, pois fica bem claro que eles morreram por causa do evangelho, relatando assim a perseguição aos cistaõs. enfim, não responde o meu desafio, pois vc tirou uma conclusão pessoal desta passagem… e que viajada vc deu para justificar sua doutrina.
    Vc citou também Ap.5:8 e Ap8:4 – bom, todos nós que seguimos o evagelho (que é a palavra deixada por Deus) e morremos por causa dele somos “santos” e, sinceramente, não dão base nenhuma para que os santos “canonizados” intercedam por nós, é muito engraçado como o catolicismo deturpa o evangelho colocando essas sutilezas teologicas para apoiar a sua tradição.
    Essas duas passagens (Ap.5:8 e Ap8:4) certamente foram escritas antes dessas canonizações desenfreadas da igreja católica apostólica romana, e o que a igreja catílica faz é adequar a bíblia à sua tradição, quando o certo seria fazer o contrário…

    Vc citou tambem Jr15:1 – pois bem quando o povo de Israel estava peregrinando no deserto viviam fazendo o que era mau perante a Deus, mas Deus não castigou o povo porque Moisés intercedeu pelo povo(enquanto vivo) e isso aconteceu várias vezes(é só ler o livro de êxodo) e por amor a Moisés Deus não castigou o povo, Samuel(enquanto vivo) também fez o mesmo, quando o povo pediu que se fizesse um rei sobre Israel para que esta pudesse ser igual as outras nações, portanto é claro que é uma alusão com aquele tempo, pois os mesmos salvaram o povo da mão do SENHOR intercedendo pelo povo de Israel( mas enquanto vivos)…

    “Não pegue um versículo isolado fora do contexto para ter um pretexto e formar uma heresia”

    JESUS VOLTARÁ!!! AMÉM

  52. Henrique Santa Clara, (sabia que o dia de santa clara está chegando?)

    Eu não coloquei coisas que vc não escreveu. Eu coloquei coisas que vc defende.
    Por mais que não esteja escrito por vc, vc defende a idéia de que os mortos estão inconscientes quando diz que nada podem fazer por nós. Qual seria o motivo então?

    As passagens citadas mostram que eles não estão alheios ao que acontece neste mundo.

    Sobre seu comentário a respeito da passagem de Lázaro…
    Ora, se ele estava intercedendo em favor de alguém vivo, vemos que é possível que um morto interceda por um vivo. Isso é Bíblico.
    Independente se o vivo pediu a intercessão ou não, o fato é que este tipo de relacionamento é biblicamente comprovado.

    vc disse:
    “e sobre o que voce disse “e podem sim interceder por nós, pois estão intimamente ligados a Cristo”….bom isso é vc quem esta dizendo, pois há nada escrito que compreve isto.”

    Segue a comprovação de estarem intimamente ligados a Cristo:
    “Pai, a minha vontade é que onde eu estou, estejam também comigo os que me deste, para que vejam a minha glória que me conferiste, porque me amaste antes da fundação do mundo” (Jo 17,24).
    “Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, – pela graça sois salvos, e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus” (Ef 2,4-6).

    Agora segue a comprovação de que a intercessão deles é possível:
    A passagem de Ap 6, 9-11, ao contrário do que vc disse, explicita de forma bem clara a possibilidade de os mortos intercederem pelos vivos.
    Mais especificamente no versículo 11: “Foi então dada a cada um deles uma veste branca, e foi-lhes dito que aguardassem ainda um pouco, até que se completasse o número dos companheiros de serviço e irmãos que estavam com eles para ser mortos”

    Ou seja, eles estavam pedindo justiça por eles, que foram martirizados, e por aqueles que ainda estão em vida, ainda estão para serem martirizados como eles. Aqueles “irmãos que estavam com eles para serem mortos”. É bem claro!

    O seu comentário a respeito de Ap 5,8 e Ap 8,4, é sem conteúdo. Vc apenas diz que não é, porque acha que não é.
    Mas a Bíblia é bem clara.
    Nas passagens citadas, vemos que as orações dos santos chegam até Deus sim, apesar de os protestantes acreditarem que não.
    E por que eles estariam orando, se já estão salvos e gozando da graça?
    É evidente que são intercessões! É bem claro!

    Meu caro, não confunda “canonização” com “santificação”.
    A Igreja somente canoniza quem é santo, de forma comprovada.
    Mas não quer dizer que não existam santos fora da canonização. Isso é invenção protestante.
    A Igreja não diz que somente os canonizados são santos e nunca disse. Aliás, é por isso que existe o dia de todos os santos, em honra a todos os santos desconhecidos por nós.
    Não caia nas balelas do “pastor”.

    Sobre o que vc disse a respeito de Jr 15, 1…
    Saiba que vc está redondamente enganado.
    Não era uma alusão ao tempo de Moisés e Samuel, como vc acha.

    Se trata de um diálogo entre Jeremias e o Senhor. Veja em Jr 14, 20.
    E desta vez, no contexto de Jeremias, a situação do povo era tal que nem a intercessão de Moisés nem a de Samuel adiantariam.
    Eles intercederam muito e eficazmente enquanto vivos, sim!
    Mas desta vez, nem se eles se apresentassem a Deus a fim de interceder pelo povo neste contexto, Ele atenderia.
    Por que Deus levantaria esta hipótese se ela não fosse possível?
    Vc acaba criando um Deus contraditório…

    Repare que quando vc não encontra mais sentido para seus questionamentos, começa a dizer que é “viagem”.
    Contra fatos não há argumentos.

    Jesus voltará!
    Mas como Ele mesmo disse: “Antes, virão muitos falsos profetas”

    A Paz!

  53. Gostei do Santa Clara, que é realmente o significado, foi muito engraçado!!!! vc até me fez rir….
    Não defendo que os mortos estejam inconscientes, até tenho a crença de que eles(os que vão para os braços do Pai) estão se regozijando na graça do nosso SENHOR!!!

    Sobre a passagem de Lázaro, eu não disse que ele estava intercedendo por alguém vivo…mesmo porque Lázaro, o rico e Abraão estavam mortos!!(mas porque vc insiste em dizer coisas que eu não escrevi?)

    E sobre os as passagens de apocalipse, realmente, contra fatos não há argumentos pois não está escrito para que nós pedimos a alguém que já morreu para interceder por nós para que este peça a Cristo e que ELE vá ao Pai!!! É engraçado! vcs criam uma “burocracia” para os pedidos de oração…pasmem a todos!!!

    ENTÃO ME EXPLIQUE UMA COISA: JA QUE VCS CATOLICOS CONSIDERAM QUE SIMÃO PEDRO FOI O PRIMEIRO PAPA (POSSO MUITO BEM CONTESTAR ISSO COM PROVAS CONCRETAS NA BÍBLIA) PORQUE SERÁ QUE NÃO ENCONTRAMOS NEHUMA PASSAGEM DE PEDRO PEDINDO INTERÇESSÃO PARA ALGUM SANTO??? ELE PEDIU INTECESSÃO À ABRAÃO, ISAQUE, JACÓ, MOISES, OU ATÉ MESMO AO REI DAVI??????? CLARO QUE NÃO!!! PORQUE TAMBÉM JOÃO, DISCIPULO QUE JESUS AMAVA A QUAL FOI REVELADO O APOCALIPSE NÃO FEZ SUPLICAS A MARIA??? PORQUE A IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA INSERIU TAIS DOUTRINAS???
    ME DIGA QUAL APÓSTOLO FEZ ALGUMA PETIÇÃO A ALGUN SANTO(ALGUÉM QUE JA TINHA MORRIDO)…..
    ENTÃO NÃO ACREDITE NAS “BALELAS” DO PADRE IRMÃO!!!!!

    Muito bem!!! nao existe nada claro nas escrituras que se nós pedirmos intersessão a algum santo Deus nos atenderá….mas há sim uma afimação de Jesus : “ninguém vem ao Pai senão por mim” ” tudo que pedires em meu nome o Pai vos dará”, meu irmão , eu prefiro tem como base uma afirmação do próprio SENHOR JESUS do que num arranjo de interpretação que mais se preocupa com a tradição!!!

    JESUS VOLTARÁ, AMÉM!!

    HENRIQUE “SANTA CLARA” !!!!

  54. Henrique,

    Os versículos 27 e 28 mostram claramente que a intercessão dos mortos em favor dos vivos é possível:

    “O rico disse: – Rogo-te então, pai, que mandes Lázaro à casa de meu pai, pois tenho cinco irmãos, para lhes testemunhar, que não aconteça virem também eles parar neste lugar de tormentos.”

    A Bíblia é bem clara! Ora, se os mortos nada pudessem fazer pelos vivos, o rico não teria pedido a intercessão de Lázaro, que estava morto, em favor de seus irmãos, que estavam vivos.

    Não existe burocracia nos pedidos de oração. Não é proibido pedir diretamente em nome de Jesus. Muito pelo contrário, Ele mesmo incentiva isso!
    Eu não citei os versículos de Apocalipse a fim de dizer que são incentivos a pedidos de intercessão, ou que somente se deve pedir alguma coisa a Deus através dos santos. Engraçado que vc reclama, mas coloca coisas que eu não escrevi… Não é engraçado?

    O fato é que os versículos de Apocalipse COMPROVAM a eficácia da intercessão dos mortos pelos vivos. Agora, somente daqueles que pediram… Se não quer pedir, o problema é seu. Eu estou apenas dizendo que é bíblico.
    O fato é que o protestante deixa de “aproveitar” esta eficácia biblicamente comprovada.

    Henrique, vc está me saindo um tanto oportunista ao afirmar que a intercessão dos santos não deve ser aceita por mim porque São Pedro não fez pedidos de intercessão…

    Não interessa se São Pedro fez ou deixou de fazer pedidos de intercessão, uma vez que a Sagrada Escritura afirma que ela existe e é eficaz, enquanto pedido.
    Aliás, o fato de não estar na Bíblia que Pedro pediu intercessão aos santos, não quer dizer que ele não tenha feito. A Bíblia contém a verdade, mas não contém TODA a verdade. Ou vc acha que existia alguém que andava atrás de cada personagem bíblico anotando as coisas que ele fazia?
    O que seria interessante, do seu ponto-de-vista, seria alguma afirmação de São Pedro contra a intercessão dos santos. E isso não existe na Bíblia.
    Não existe na Bíblia, nenhum versículo que desqualifique os pedidos de intercessão aos santos. Muito pelo contrário, os versículos citados anteriormente testificam a eficácia de tal intercessão.

    A frase: “ninguém vem ao Pai senão por mim” e ” tudo que pedires em meu nome o Pai vos dará”, NÃO possui o sentido de intercessão, mas de REDENÇÃO. Ora, se Jesus é Deus, como a mediação d’Ele seria de intercessão?
    Se fosse de intercessão, Jesus estaria se contradizendo, pois, Ele, por ser Deus, obviamente sabe que os pedidos de intercessão dos santos chegam até Deus (Ap 5,8 e Ap 8,4)

    Não crie uma Bíblia contraditória…!
    O protestante se agarra muito ao sentido literário e deixa a lógica de lado…
    A fé não pode caminhar sem a razão e vice-versa!

    Jesus voltará!
    E como ele disse: “Antes, virão muitos falsos profetas”

    A Paz!

  55. vejamos, mortos podem interceder por nós?

    a Bíblia relata que o salário do pecado é a morte!!!! Se uma pessoa morre, é pq ela pecou. Todas as pessoas que morreram em Cristo são pecadoras porém justificadas atraves de Jesus. Para entrar no céu e biblia exige santidade. Não existe mais santo e menos santo, todos são iguais e não há distinções, sendo assim, seguindo a ideia de que os santos intercedem por nós, podemos então pedir ajuda para um ente querido que morreu para que interceda por nós diante de Deus.
    A Biblia diz que, todos que morreram estão esperando julgamento… ou seja, se ainda não foram julgados, eles não estão ainda com cristo, pois aguardam sua sentensa….no paraiso como Lázaro o fez, ou no hades como o rico.

    O rico, rogou para que mandasse lázaro na casa do pai dele(…..) isso em nenhum momento significa que o rico ouviu a oração de alguém, outro detalhe, ele estava no inferno, poderia alguém que não era santo coisima nenhuma, interceder em favor de alguém aqui na terra? sendo assim, podemos traquilamente então pedir interceção para qualquer pessoa que morreu, não importando se ela era santa ou não, pq ela nos ouvirá. A Bíblia é clara: I timoteo 2 – 5: ” Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem,” se podemos pedir aos santos (que estão mortos e aguardando julgamento) então temos segundo a Igreja Católica, sentenas de mediadores….

    TODOS AQUELES QUE ESTÃO EM CRISTO(SÃO SANTOS), A BIBLIA DIZ QUE AQUELE QUE ESTÁ EM CRISTO NOVA CRIATURA É.

    (AP 5,8) Refere-se a oração dos santos(os que servem a Cristo) que estão na terra intercedendo uns pelos outros, não se refere a pessoas que já morreram, pois os mortos não ouvem, e não são unicientes, unipresentes e nem onipotentes para ouvir as orações das pessoas. Biblia diz: “na sepultura não se pode louvar” quanto mais interceder.

    Um abraço a todos.

    Fiquem na Paz

  56. Prezado Daniel, é muito perigoso utilizar os textos para o q nos convem!!!!!!! vc disse q nós precisamos de uma imagem para nos ajudar a lembrar dos santos??!!! foi isso??? meu caro….ateh onde eu sei, essas imagens sao apenas especulações de como eles seraim, visto q na epoca nao tinhamos nem um recurso tecnológico pra saber como eles eram realemente….e outra…eu continuo a bater na tecla: ISSO NÃO É A FÉ DESCRITA NA BÍBLIA SAGRADA, uso outro testo: a Palavra diz a Fé vem pelo ouvir, ouvir a palavra de Deus!!!!!!!!!!!

    Qdo a Bílbia nos admoesta a orarmos uns pelos outros, ateh onde eu sei isso é bem diferente de ocupar o lugar de Jesus!!!!!!!!! Ele mesmo disse q tudo deveríamos pedir ao Pai, no nome D’Ele (Jesus Cristo).

    Ninguem pode ocupar o lugar de Jesus, isso é anti bpiblico, sem duvida alguma…

    Cuidado com os manipuladores da Palavra!!!!!!!!11 Deus abençoe a todos……….

  57. Vemos com tudo isso que a tradição da igreja católica apostólica “romana” está sustentada em casca de ovos.
    Daniel, vc citou novamente a passagem do rico e de Lázaro mas esqueceu de colocar a resposta de Abraão…foi e propósito? “há um grande abismo entre nós” “Seus irmão tem a Lei de Moisés e os livros dos profetas para os avisar”
    Abraão nesta passagem não deixou brecha nenhuma para que a intercessão fosse possível. e os versos 27 e 28 não mostram que a intercessão seja possível els mostram sim um pecador arrependido e que só viu que o inferno existia depois de morto e que não queria o mesmo sofrimento para seus irmãos…
    E os versículos de Apocalipse nao nos dizem que são mortos intercedendo pelos vivos…eu acho que vc tem problema de entendimento, espero que não seja um estudante de teologia!!! estes versículos deixam bem claro que são pessoas que estao clamando por justiça(santos, mas não diz se estão mortos. até nós vivos podemos ser chamados de santos, em Cristo Jesus), mas todos nós sabemos que Deus é justo e que sua justiça não falha nunca…
    Entao meu caro Daniel, vc ainda disse que “a bíblia não contem TODA a verdade”, realmente para vcs católicos ela é incompleta pois não apoia sua doutrina de veneração aos santos e a maria e purgarório e susseção papal, etc…vcs são a “tradição romana” e não a verdade de Cristo!!!
    Na bíblia não encontramos nada de que Pedro pediu intercessão, mas aí se vc está adivinhando que ele fez como vc mesmo disse: “Alias o fato de não estar na bíblia que Pedro pediu intercessão a os santos, não quer dizer que ele não tenha feito” …se vc está tentando adivinhar que ele fez o SENHOR condena a prática de adivinhação não sabia disso???? veja Jeremias 29:3 e veja a ação de Paulo para com isso em Atos 13:6-11.
    Viu só como vc se perde ao defender uma coisas que não está escrito. E tem mais: onde está a eficácia dos “pedidos de intercessão”? onde está escrito que uma intercessão de um morto por alguém que está vivo foi atendida????
    Vc deve estar fazendo também uma confusão sobre a Trindade(palavra que não contém na bíblia). Deus é um só, mas tem três personalidades (Pai, Filho e Espírito Santo) o fato de serem três personalidades Divinas não quer dizer que exitem três deuses. Jesus também é Deus, mas não é o Pai e nem o Espírito Santo .No batismo de Jesus, cada um fez seu papel, concordando com os outros dois, mas distinto deles. Jesus subiu das águas; o Espírito desceu como pomba sobre ele; o Pai falou dos céus (Marcos 1:9-11). As doutrinas de algumas igrejas que dizem que o Filho e o Pai são a mesma pessoa contradizem afirmações óbvias das Escrituras. O Pai é maior do que o Filho (João 14:28). O Pai enviou e instruiu o Filho (João 14:24).Mas, Jesus Cristo é eterno, divino e merecedor de adoração.
    Portanto Cristo não esta se contradizendo, Cristo intercede junto Pai por nós e isto não é uma “ADIVINHAÇÃO” é uma afirmação bíblica em ITim 2:5 : “Porque há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os Homens, Cristo Jesus, Homem”…Daniel, isto é uma afirmação e não há nada subentendido escrito aqui…

    Então não tire um versículo isolado fora do contexto para montar um pretexto e formar uma heresia

    JESUS VOLTARÁ!!! TUDO PODE PASSAR, TUDO PODE MUDAR MAS SUA PALAVRA VAI SE CUMPRIR, POIS ELE NÃO É HOMEM PRA MENTIR!!!! AMÉM!!

  58. Vanderlei,

    Ap 5,8 não se refere a pessoas que já morreram?

    Então leia Ap 4,1 e me diga o que elas estavam fazendo no céu…

    É evidente que os mortos podem interceder pelos vivos!

  59. João Ricardo,

    Antigamente não existiam recursos tecnológicos, mas nem por isso as pessoas deixavam de representar outra.
    Sabemos que a confecção de esculturas é uma técnica milenar.

    Aliás, achados arqueológicos sempre demonstram que o homem sempre representou através de desenhos.
    Inclusive foi assim que foi originada a escrita.

    E, pedir intercessão não denota substituir Jesus.
    É fato biblicamente comprovado em meus comentários anteriores que a mediação de Cristo não é semelhante a nossa mediação.
    A mediação de Cristo é de caráter REDENTOR.
    A mediação dos homens é de caráter INTERCESSOR.

    Podemos notar a diferença porque São Paulo admoesta a orar uns pelos outros. Ora, seria uma substituição?
    A mediação dos homens nada tem haver com a mediação de Cristo.

  60. Henrique,

    Se a intercessão dos mortos não fosse possível, essa hipótese não teria sido levantada pela própria Bíblia.

    Aliás, essa hipótese não teria sido levantada pelo próprio Deus:
    Jeremias: “E o Senhor disse-me: ainda que Moisés e Samuel se pusessem diante de mim, a minha alma não se inclinaria para este povo; tira-os da minha face e retirem-se” (Jer 15, 1 ss)

    Aliás: “Orai uns pelos outros, para serdes salvos, porque a oração do justo, sendo fervorosa, pode muito”(Tgo 5, 16)

    Por acaso, um justo deixa de ser justo depois que morre?

    Em Dt 5, 5: “Eu fui naquele tempo intérprete e mediador entre o Senhor e vós”.
    Aqui vemos que a mediação humana é de caráter intercessor (junto à Deus). Mas a mediação de Cristo é de caráter REDENTOR (Ele é Deus!)
    As duas não se excluem, mas se completam!

    Ap 5, 8 refere-se sim a pessoas mortas. Leia Ap 4,1 e me diga o que eles estavam fazendo no céu.
    Meu caro, além disso, se são santos, obviamente estão mortos, pois a ninguém em vida pode ser atribuído o título de santo, porque a qualquer momento podemos nos inclinar para o mal.
    Quantas pessoas nós imaginamos serem santos, quando na verdade não o são?
    Mas a passagem deixa claro que eles estavam no céu.

    vc disse:
    “Entao meu caro Daniel, vc ainda disse que “a bíblia não contem TODA a verdade”, realmente para vcs católicos ela é incompleta”
    Henrique, por favor me diga o que se passou na vida de nosso Senhor Jesus Cristo entre os 12 e 30 anos de idade.
    Estou aguardando. Ok?

    vc disse:
    “…se vc está tentando adivinhar que ele fez o SENHOR condena a prática de adivinhação não sabia disso????”
    Eu não estou advinhando.
    Não tente inverter os papéis.
    Não sou eu que estou dizendo que Pedro pediu intercessão.
    Mas vc que diz que ele certamente não pediu, por não estar escrito.
    Ora, vc que tentou advinhar.

    vc ainda disse:
    “Viu só como vc se perde ao defender uma coisas que não está escrito.”
    Ora, foi vc que disse que Pedro certamente não pediu intercessão, por não estar escrito.
    Não inverta as coisas, isso é desleal para com vc mesmo….

    Meu caro, eu não estou confundindo Trindade.
    Vc que anda meio confuso com a palavra mediação.
    Vc cria uma Bíblia contraditória. Veja:

    Em Dt 5, 5: “Eu fui naquele tempo intérprete e mediador entre o Senhor e vós”.

    Em ITim 2,5: “Porque há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os Homens, Cristo Jesus, Homem”

    E São Paulo? “Rogo-vos, pois, irmãos, por Nosso Senhor Jesus Cristo e pela caridade do Espírito Santo, que me ajudeis com as vossas orações por mim a Deus” (Rom 15,30)

    Isso cria uma confusão na sua cabeça!

    Meu caro, a mediação de Cristo é REDENTORA. Só Ele nos reconciliou com o Pai pelo oferecimento de seu precioso sangue, entrando uma só vez no Santo dos Santos, consumou uma Redenção eterna (Hb 9,11-12)
    A mediação dos homens é de caráter INTERCESSOR.

    Se as duas mediações fossem iguais, a Bíblia não iria recomendar e nem citar Moisés como mediador.

    Cristo -> mediador REDENTOR, até porque ele não precisa ser intercessor junto a Deus, pois ele é Deus.
    Homem -> mediador INTERCESSOR, até porque ele não pode ser redentor, pois só Cristo é, e ele não é Deus, precisa interceder junto a Ele.

    É simples!

  61. Daniel,

    Então vc leva uma hipótese ao pé da letra???Sinto muito porque, a um nível intelectual maior, isso não pode ser discutido!! nem sou teólogo, nem historiador, sou mestre em Física…mas tenho Jesus Cristo como Senhor de minha vida!!!

    Sobre o texto de Tiago 5:16 – vc está fazendo outra hipótese meu irmão – ela diz, por exemplo, que eu interceda por vc e vc interceda por mim mais adiante diz que a oração de quem é obediente a Deus tem muito poder!!!!Vc já está partindo para os mortos (que desespero) interprete a passagem dentro do contexto, vc está tentando justificar algo que não esta escrito…

    Sobre Deuteronômio 5:5 – Vc está de brincadeira!! se vc ler a partir do versículo 1 verá que se trata de Moisés falando ao povo de Israel que estava intercedendo a Deus por eles… Moisés estava “vivinho” naquele tempo, e por falar naquele tempo, falta em vcs católicos um pouco de raciocínio lógico e cronológico dos fatos históricos relatados no Antigo Testamento, veja bem: Se vc ler todo o velho testamento, a partir de Moisés, veremos que Deus não fala diretamente com o povo, falava por intermédio dos profetas, eles (ENQUANTO VIVOS) que eram os mediadores entre Deus e o ” POVO DE ISRAEL”, tanto é que para dar o decálogo dos dez mandamentos Deus quis que apenas Moisés subisse ao monte.
    E mais: antigamente segundo a própria bíblia a salvação era pela Lei de Moisés e não somente pela fé. Cristo tornou-se nosso único intercessor e mediador junto a Deus através de seu sacrifício, veja bem, ELE RESSUCITOU e com isso não somos mais salvos pela Lei de Moisés, somos salvos pela fé em Cristo!!! Vejo que vc tenta manobrar as escrituras para seu propósito!!!!

    E o que vc quis ler em apocalipse 4:1??? Em apocalipse 5:8 diz que em cada mão dos seres viventes estava as orações do povo de Deus… O apocalipse é um livro em linguagens simbólicas – veja vc mesmo os seus erros:
    – Levar hipóteses ao pé da letra;
    – Levar linguagens simbólicas ao pé da letra.
    Não tem nada escrito que são pessoas mortas respondendo pedidos de orações de quem está vivo (todos aqui já devem ter lido a passagem e concordado comigo, que é minha intenção, para que saibam da verdade!!)

    Sobre a sua pergunta : “o que se passou na vida do SENHOR JESUS entre 12 e 30anos?” caro Daniel, veja o que o Apóstolo João disse em JOÃO 21:25 (Ainda há muitas coisas que Jesus fez. Se todas elas fossem escritas, uma por uma, acho que nem no mundo inteiro caberiam os livros que fossem escritos) – então embora não conste na bíblia não nos cabe fazer adivinhações – pois o que consta na bíblia é apenas o que nós precisamos, foi o que Deus deixou para nosso plano de salvação vc não precisa saber o que aconteceu extra-bíblia isso é achar insuficiente o que Deus nos deixou…não podemos cometer essa heresia!!!!

    Vc citou também Romanos 15:30 “Rogo-vos, pois irmãos por nosso Senhor Jesus Cristo e pela caridade do Espírito Santo, que me ajudeis com as vossas orações por mim a Deus”. BOM, QUAL TRECHO ESCRITO AQUI QUE LHE DÁ BASE PARA QUE UM MORTO ESCUTE AS ORAÇÕES DE UM VIVO E INTERCEDA POR ELE JUNTO A DEUS????? Meu caro, Paulo estava vivo e escreveu uma carta aos cidadãos que estavam em Roma pois ele iria visita-los em breve e os pedidos de oração é porque ele estava com medo dos judeus que viviam na judéia pois queriam mata-lo… viu como é fácil…onde está a confusão??? Talvez a confusão esteja em vc por pegar um versículo isolado fora do contexto para justificar sua Doutrina extra-bíblica…

    Realmente nos devemos interceder uns pelos outros, fazer pedidos de oração uns pelos outros ( mas neste plano – como vc vai pedir oração a alguém que já morreu?? Como várias pessoas vão pedir oração a S. Pedro por exemplo, ele não é onisciente para ouvir a todos e não adianta falar que se ele estiver junto a Cristo ele pode ouvir pois a bíblia não dá nenhuma brecha para essa especulação, só Deus é Onisciente, nem homens nem anjos tem esse poder)

    ESPERO QUE TODOS QUE ESTIVEREM LENDO POSSAM TER SIDO ESCLARECIDOS!!! FIQUEM NA PAZ DO NOSSO SENHOR JESUS CRISTO!!!

  62. Henrique,

    Eu não levo uma hipótese ao pé da letra.
    Quem fez isso foi vc ao dizer que São Pedro não orou aos mortos porque não está escrito na Bíblia.

    Eu disse que, apesar de TODA a Bíblia ser verdade, nem toda a verdade está contida na Bíblia.
    Vc discordou.
    E pedi para que vc me dissesse o que se passou na vida de Cristo entre os 12 e 30 anos.
    E ainda aguardo.

    Sobre Tg 5, 16 por favor me responda: um justo deixa de ser justo depois que morre?
    Tb ainda aguardo.

    Sobre Dt 5,5 eu não disse que Moisés estava morto!
    Eu disse que o protestante cria uma Bíblia contraditória ao afirmar que a mediação do homem não é diferente da mediação de Cristo.
    Eu transcrevi esta passagem para que veja que a mediação do homem é de caráter INTERCESSOR e a mediação de Cristo é de caráter REDENTOR.

    Se vc não concorda com isso, cria uma Bíblia contraditória, que diz que Moisés foi mediador, mas Cristo é o único Mediador…

    Saia do erro irmão!

    Vc disse:
    E o que vc quis ler em apocalipse 4:1??? Em apocalipse 5:8 diz que em cada mão dos seres viventes estava as orações do povo de Deus…”

    Ap 4,1: “Depois disso, tive uma visão: VI UMA PORTA ABERTA NO CÉU, e a voz que falara comigo, como uma trombeta, dizia: Sobe aqui e mostrar-te-ei o que está para acontecer depois disso.”
    (…)
    Ap 5, 8: Quando recebeu o livro, os quatro Animais e os vinte e quatro Anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo cada um uma cítara e taças de ouro cheias de perfume
    Ap 8, 4: A fumaça dos perfumes subiu da mão do anjo com as orações dos santos, diante de Deus.

    Eu quis dizer que a oração dos santos que estão nos céus chegam até Deus.
    Contra isso, vc não pode argumentar.

    vc disse:
    “então embora não conste na bíblia não nos cabe fazer adivinhações – pois o que consta na bíblia é apenas o que nós precisamos, foi o que Deus deixou para nosso plano de salvação vc não precisa saber o que aconteceu extra-bíblia isso é achar insuficiente o que Deus nos deixou…não podemos cometer essa heresia!!!!”

    Então vc retirou o que vc disse e assumiu que a Bíblia não contém toda a verdade.
    E, lembre-se, quem tentou fazer advinhação foi vc ao afirmar que São Pedro jamais fez orações aos mortos.

    vc disse:
    “BOM, QUAL TRECHO ESCRITO AQUI QUE LHE DÁ BASE PARA QUE UM MORTO ESCUTE AS ORAÇÕES DE UM VIVO E INTERCEDA POR ELE JUNTO A DEUS?????”
    Meu caro, vc está tão bitolado com essa coisa de morto ou vivo que não está entendendo o que estou expicando.
    Ao citar esta passagem eu sequer entrei no mérito de estar morto ou vivo.
    Utilizei-a para mostrar que a mediação de Cristo é diferente da mediação do homem.
    Então vc pôde finalmente entender que:
    mediação de Cristo -> REDENTORA
    mediação do homem -> INTERCESSORA

    Então não há substituição de mediação independente de a pessoa estar viva ou morta!

    vc disse:
    “Como várias pessoas vão pedir oração a S. Pedro por exemplo, ele não é onisciente para ouvir a todos e não adianta falar que se ele estiver junto a Cristo ele pode ouvir pois a bíblia não dá nenhuma brecha para essa especulação, só Deus é Onisciente, nem homens nem anjos tem esse poder”
    Eis a “brecha” que vc disse não existir:
    “Há, pois, muitos membros, mas UM SÓ CORPO.” (1 Cor 12, 20)
    “assim nós, embora sejamos muitos, formamos UM SÓ CORPO EM CRISTO, e cada um de nós é membro um do outro” (Rm 12,5)

    Henrique, vc acredita que o corpo de Cristo pode se corromper?

    Se cada um é membro um do outro, e Cristo é a cabeça (Col 1,18), e os santos estão mais intimamente ligados a Cristo (Ef 2,4-6), que é a cabeça; os santos não precisam ser oniscientes.
    É simples!

    Espero que todos que estejam lendo não caiam no mesmo erro que vc…

  63. é verdade…existe uma grande diferença entre nossas orações e a intercessão realizada por Jesus. Biblicamente falando Jesus se apresenta como nosso advogado…alguém que nos justifica perante o Pai. Agora por favor, na Bíblia existe algum indício de que as pessoas q ja morreram (por exemplo: Maria, Pedro, João, qq um dos papas, ou qq outra pessoa) tem o poder DEPOIS DE MORTAS de interceder, clamar, rogar por nós perante o Pai??????? Gostaria de uma comprovação bíblica e não fundada na teologia da tradição católica… abraços e fiquem todos na Paz!!!!!!!!!!!!!

  64. João Ricardo,

    Leia o comentário acima do seu.

    A parte em que falo sobre: Ap 4,1; Ap 5,8 e Ap 8,4

    Deus te ilumine!
    A Paz!

  65. Nao somos nós que somos “bitolados” com essa coisa de morto e vivo, aliás…quem pede intercessão pra morto são os católicos isso é uma “bitolagem”, é Maria, S.João, “Padim Ciço”, “S.Nicolau”…Santo casamenteiro, santo das causas impossíveis, S. Braiz….. “S.Francisco”….
    Nós só pedimos a Deus em nome de Jesus Cristo (que não morreu, mais RESSUCITOU)…eu n me preocupo c nenhum desses santos
    Ah…seu raciocínio cronológico desapareceu!!! Jesus se tornou nosso único mediador depois de seu sacrifício, ou vc acha que ELE se fez carne no tempo de Moisés???? mas como o católico manipula as palavras (por isso que nos temos que vigiar e orar) naquele tempo Moisés foi o mediador entre Deus e o Povo de Israel!!! será que eu estou confuso??? tinha império romano no tempo de Moisés???ahh, claro que não….
    Nao existe contradição meu amigo!!! Jesus não andou com os israelitas no deserto…como eles iriam crer nele???
    E sobre o que vc quer saber sobre a vida de Cristo entre 12 e 30 anos (leia meu comentário 6 de agosto -08:05 pm)não leia com pressa de responder leia e reflita…se alguém soubesse hoje , concerteza haveriam teólogos que pagariam fortuna para saberem.
    Se não consta na bíblia é pq Deus não quis que constasse, se é assim não cabe a nós fazer especulações (como igreja de roma faz)
    A BÍBLIA CONTÉM TODA A VERDADE DO EVANGÉLHO PARA QUE TODO CRISTÃO A USE COMO REGRA DE FÉ E PRÁTICA… PORTANTO SE NÃO CONSTA NA BÍBLIA NAO FAÇA ESPECULAÇÕES, NEM HIPÓTESES PARA APOIAR QUALQUER DOUTRINA EXTRA-BÍBLICA!!!

    Peça a Deus que te dê sabedoria… as pessoas que realmente tem uma experiência com Deus não questionam o que ELE não quis nos revelar!!!

    Deus abençoe sua vida!!!

  66. Henrique,

    vc disse:
    “seu raciocínio cronológico desapareceu!!! Jesus se tornou nosso único mediador depois de seu sacrifício, ou vc acha que ELE se fez carne no tempo de Moisés???? ”
    Eu diria que seu raciocínio bíblico é que desapareceu.
    Desde quando mesmo existe Jesus?

    Já li seu comentário de – 6 de agosto -08:05 pm- e já respondi em -6/8, 9:29-

    Ainda aguardo que reconheça que pelo exposto a Bíblia não contém TODA a verdade.

    após isso, vc disse:
    “Se não consta na bíblia é pq Deus não quis que constasse, se é assim não cabe a nós fazer especulações”
    Mas meu caro, eu já disse, foi vc que fez especulação ao dizer que “Pedro não fez oração aos mortos porque não está escrito”

    Leia quantas vezes foe necessario Ap 4, 1 + Ap 5, 8 para entender que os mortos intercedem pelos vivos!

    A Paz!

  67. Não vi fundamento biblico na sua justificativa.

  68. Correto wesaga,

    Não viu fundamento bíblico porque esta confusão protestante não é uma questão bíblica, mas de língua portuguesa…

    Releia o texto.

  69. Por favor me explique, como vou pedir auxilio de alguém que ainda não foi julgado por cristo?
    Acho que estas pessoas mortas não estão numa situação de interceder por ninguém visto que nem elas ainda foram julgadas!!!

  70. Não é possível que o autor do texto não consiga enxergar que adorar e venerar são sinônimos! A filha de satanás (a mentira), está conseguindo dominá-lo por completo. Ele não consegue ver a verdade!

    “Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”

  71. Marcos,

    Veja que os mortos não estão inconscientes, muito menos dormindo:

    – Is 14, 9-10
    – 1 Pd 3, 19
    – Mt 17, 3
    – Ap 5, 8
    – Ap 7, 10
    – Ap 6, 10

  72. Claudia,

    Se adorar e venerar possuíssem o mesmo significado, não existiria a necessidade de as duas existirem na língua portuguesa….

    Amar e gostar possuem o mesmo significado?

  73. (risos) Poxa Daniel, me admira ver vc querendo julgar a língua portuguesa. Quanto a amar e gostar, se vc consultar o dicionario Houaiss (que é o que utilizo), verá que amar e gostar não são sinônimos.

    O que mais existe na lingua Portuguesa são sinônimos, ponhemos a culpa nos Portugueses então… Se vc não confia no dicionário, pergunte a algum “imortal” da ABL, tenho certeza que eles não irão se opor ao dicionário.

    Tentar arrumar um meio de fuga não é o mais correto, tente verdadeiramente analisar a situação, se for inteligente com certeza entenderás.

  74. Claudia,

    A resposta ao seu questionamento se encontra no texto.

  75. Sou pastor evangélico e na minha fé aceitei Mâe de Jesus como minha mâe e oro para ela com muito amor , e sei que se aceitei Jesus como meu salvador aceitei também sua amada mãe…Creio na eucaristia…creio em que todos no céu e na terra poder me levar a jesus o unico mediador entre deus e os homens atraves da oraçâo…não sou ignorante…amo meus irmãos católicos e todos que invoquem o nome do senhor jesus para ser salvo.

  76. Caríssimo Celio,

    Louvado seja Deus pela sua vida, meu irmão!

    O motivo pelo qual devemos estar unidos é infinitamente maior do que a causa de nossa separação!

    A Paz!

  77. Devemos fazer algumas perguntas sobre a questão de adoração a ídolos:
    No inicio da igreja cristã, com os apóstolos, havia uso de imagens de santos?
    A partir de que periodo começou a se usar estas imagens e as práticas de se invocar os santos como mediadores entre os homens e Jesus?
    Não teria sido depois que o cristianismo se tornou a religião oficial do Imperio Romano que as práticas pagãs entraram, aos poucos na igreja?

  78. Linhares, a Paz!

    Em atenção aos seus questionamentos:

    A utilização de imagens remonta a época do Antigo Testamento, quando o próprio Deus ordenou que se fizessem imagens de criaturas que estão nos céus, comprovando o equívoco da afirmação protestante de que a feitura de imagens é incorreta:

    <Farás dois querubins de ouro; e os farás de ouro batido, nas duas extremidades da tampa, um de um lado e outro de outro, fixando-os de modo a formar uma só peça com as extremidades da tampa. Terão esses querubins suas asas estendidas para o alto, e protegerão com elas o propiciatório, sobre a qual terão a face inclinada.> (Ex 25, 18-19)
    Estes querubins estariam protegendo e teriam suas faces inclinadas ao propiciatório. Procure saber o que significava o propiciatório…

    <e o Senhor disse a Moisés: “Faze para ti uma serpente ardente e mete-a sobre um poste. Todo o que for mordido, olhando para ela, será salvo.”> (Nm 21, 8 )
    Os israelitas deveriam OLHAR para a serpente e ACREDITAR que seriam curados!

    Portanto, Linhares, você pode descobrir que a utilização de imagens, além de ser bem antiga, fazem parte da própria recomendação de Deus.
    A própria encarnação de Nosso Senhor Jesus Cristo é a imagem de Deus feito homem.

    Espero, pois, que a partir de agora, você não afirme mais que a confecção de imagens, pura e simplesmente é incorreta. Mas a confecção de imagens PARA FINS DE ADORAÇÃO é incorreta. Tanto que a serpente que Deus havia mandado contruir (não é proibido FAZER imagens) foi destruída porque passou a ser objeto de adoração (é proibido ADORAR imagens).

    Ademais, é importante ressaltar que as imagens que encontramos na Igreja não são objeto de adoração. Se você não concorda, solicito que me diga qual celebração litúrgica é dedicada a elas.
    Solicito também que não venha com a história de que a atitude de se prostrar diante de algo ou alguém denota adoração, pois os israelitas também se prostravam diante da arca e não eram repreendidos por Deus, e, em contrapartida, nem todo aquele que se prostrava diante de Cristo o adorava (Mt 7, 21).

    Portanto, a simples atitude de se prostrar não denota adorar.
    Ou você, além de achar que venerar e adorar são a mesma coisa, também vai dizer que prostrar e adorar são a mesma coisa???

    A fé não está no corpo que se inclina, está na alma do que crê“. Desta forma, não somos capazes de identificar quem adora em espírito e em verdade.

  79. Caro Daniel Silva,
    Seria interessante examinarmos a estrutura gramatical hebraica da frase que você cita como embasamento retórico para sua argumentação. Bem, em hebraico Deutorimônio 6:4 é שְׁמַע, יִשְׂרָאֵל: יְהוָה אֱלֹהֵינוּ, יְהוָה אֶחָד. (trecho com transcrição massorética extraído do site http://www.mechon-mamre.org/p/pt/pt0506.htm ). Bem há o termo echad (pronunciado “errad”) para um, cujo significado é de unidade composta. Para unidade absoluta, o termo correto é yachid (pronunciado “yarrid”). Ergo*, nota-se que seu embasamento retórico foi mal estruturado semântico-sintaticamente no contexto hebraico ao qual se refere. Deste modo, acho que sua refutação à Santíssima Trindade deveria ser reformulada ou descartada. Sugiro que você estude as línguas clássicas e pesquise nos originais conseguindo assim maior erudição, meu caro amigo, em suas argumentações. Também seria bom que você pesquisasse outros textos da Tanakh (Antigo Testamento) e do Novo Testamento sobre a Santíssima Trindade. Sugiro-lhe pesquisar sobre o contexto e a estrutura gramatical nas “citações” do “Ego eimi” descritas em João e na descrita em Êxodo [Neste caso, se você pesquisar na Torá verá אהיה אשר אהיה (ehyeh-asher-ehyeh)] e também a interrelação semântica entre tais contextos bíblicos. Espero lhe ter dado uma explanação útil.
    Muito Obrigado. In nominem Patris הושע et Filii יהושע et Spiritus Sancti רוח הקודש sicut erat in principio et nunc et semper et in saecula saeculorum.
    P.S.: A palavra ergo, conjunção latina, significa logo.

  80. Matheus,

    Não sei onde vc me viu refutando a Santíssima Trindade.

    Cometi tal heresia? Por favor, me mostre.

  81. ERRATA
    Quando ao refererir-me à Santíssima Trindade mencionei que minha mensagem se dirigia a Daniel Silva me equivoquei profundamente. Tal troca de nomes foi uma passageira confusão que fiz. Tal mensagem foi redigida a José da Silva. Peço desculpas pelo inconveniente de meu erro. In Iehovah, in verbum et in Sanctum Spiritum.
    Muito Obrigado.
    Matthæus Piro.

  82. Fico impressionado com os artigos que justificam a doutrinha católica (doutrinha de homens), por que defender não defendem a palavra de Deus ao invés da doutrina? Infelizmente o que mais vemos é a mesma atitude que o povo de Israel teve quando, impacientes, fizeram aquele bezerro de ouro. Já não aguentavam mais esperar Moisés retornar com a mensagem do Senhor. Quando voltou com a mensagem do Senhor, Moisés se deparou com o povo dando atenção, respeito, honra, culto, venerando, adorando, idolatrando e tudo mais aquela imagem feita por mãos de homens; o que aconteceu depois encontramos em Exôdo 32. Enfim, o mesmo acontecerá quando o Senhor Jesus retornar, a quem as pessoas estarão entregando suas orações, seus anseios, sonhos?
    Um tempo atrás houve uma enquete onde perguntava-se a quem as pessoas recorriam primeiro em suas orações… não preciso nem citar quais foram as opções vencedoras!!! Mas por que se uma população que se diz maioria católica é tão mal orientada? Isso é proposital? para satisfazer o desejo dos fiéis? falta de conhecimento? É tudo isso e muito mais. É muito conveniente às pessoas, tudo pq os “santos guerreiros”, “o primeiro santo brasileiro”, “a padroeira do brasil” e uma infinidade de opções não requerem das pessoas uma vida de obediência e de leitura a palavra de Deus, também como poderiam? “têm boca, mas não falam, têm olhos mas não vêem, têm ouvidos mas não escutam, têm nariz mas não cheiram, têm mãos mas não apalpam, têm pés mas não andam e nem som algum sai da sua garganta” Salmos 115.5-7.
    Meus amigos, não é a igreja, não é o padre, o pastor ou qualquer homem ou mulher que tenha nascido e morrido no passado ou que irá nascer no futuro que atenderá as nossas orações, que salvará a nossa alma, mas é só Jesus. “Quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, porém, desobedece ao Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus” João 3.36
    “Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida” I João 5.12
    Paulo disse :”Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo” I Corintios 11.1
    Paulo procurava imitar Jesus, vc vê Paulo em algum momento se prostrando e dando honra maior aos homens do que a Deus? Vc vê nas escrituras Jesus orando aos santos?
    “Se me amardes, guardareis os meus mandamentos” João 14.15
    Vc ama verdadeiramente a Deus??? então procure guardar as palavras do Senhor e elas te desviarão do mau caminho e se vc pecar “Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; mas, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.” I João 2.1

    “Nada podemos contra a verdade, senão pela verdade.” II Corintios 13.5 A palavra final não é a doutrinha dos homens, os dogmas, a tradição da igreja mas a palavra de Deus se fugir dela, em que nos basearemos???

    Ele voltará meus irmãos,

    “Vigiai, pois, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor; sabei, porém, isto: se o dono da casa soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa. Por isso ficai também vós apercebidos; porque numa hora em que não penseis, virá o Filho do homem” Mateus 24.42-44

    em quem está a sua esperança?

    ” O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens; nem tampouco é servido por mão humanas, como se necessitasse de alguma coisa; pois ele mesmo é quem dá a todos a vida, a respiração e todas as coisas; e de um só fez todas as raças dos homens, para habitarem sobre toda a face da terra, determinando-lhes os tempos já dantes ordenados e os limites da sua habitação; para que buscasse a Deus, se porventura, tateando, o pudessem achar, o qual, todavia, não está longe de cada um de nós; porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos; como também alguns dos vossos poetas disseram: pois dele também somo geração. Sendo nós, pois, geração de Deus, NÃO DEVEMOS PENSAR QUE A DIVINDADE SEJA SEMELHANTE AO OURO, OU À PRATA, OU À PEDRA ESCULPIDA PELA ARTE E =>IMAGINAÇÃO JESUS. Atos 17.24-31.

    Deus abenções a todos.
    Luiz Henrique

  83. Caro Daniel,
    Já fui católico, bem como toda minha família. Sei que a devoção que as pessoas tem aos santos não é apenas a reverencia que se tem a um ente querido ou a pessoas dignas da nossa honra, como são os santos da Bíblia. O que vemos no catolissísmo é uma adoração aos santos com louvor, orações, promessas, procissões, oferendas enfim todos os elementos de culto, só que voltados para a criatura e não o criador. Quero voltar a questão histórica a cerca da idolatria. Se é bíblico cultuar idolos, por que nos primórdios dos apóstolos eles não faziam o que vocês católicos fazem com os profetas que viveram antes deles. POR QUR NÃO ENCONTRAMOS O APOSTOLO PAULO OU PEDRO DIZEREM EM SUAS EPISTOLAS “LOUVADO SEJA SANTO ISAIAS”? meu caro, eu que moro no sertão e bem próximo do centro de romaria do PADRE CÍCERO, sei e vejo o que é idolatria. No inicio não havia estas heresias pagãs que foram adotadas quando a igreja se misturou com o paganismo do Imperio Romano. O que você me diz de são Pedro quando ele repreendeu Cornélio que queria o adorar? Gostaria que você estivesse participando de um estudo que estou ministrando sobre idolatria em nossa igreja. Mas vou transcrever para você e para todos que lerem este artigos o que a bílbia diz sobre os ídolos em uma parte do Estudo que estou dando. Se você tiver interece posso mandar por email depois para você.
    IV. A BÍBLIA PROÍBE E CONDENA A IDOLATRIA

    Os textos lidos são suficientes para comprovar que a idolatria é um pecado abominável diante de Deus. Veremos, ainda algumas razões por que a idolatria é proibida na Bíblia.
    Não se trata de os crentes criarem este fato, é a própria Bíblia quem condena a prática da idolatria. Os textos em destaques a baixo foram extraídos da Palavra de Deus.

    1. Deus exige adoração exclusiva
    Mateus 4:10 – Então, Jesus lhe ordenou: Retira-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto.
    Isaias 42:8 – Eu sou o SENHOR, este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor às imagens de escultura.
    2. É um mandamento expresso
    Êxodo 20:3 – Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não as adorarás, nem lhes darás culto …
    Levítico 26:1 – Não fareis para vós outros ídolos, nem vos levantareis imagem de escultura nem coluna, nem poreis pedra com figuras na vossa terra, para vos inclinardes a ela; porque eu sou o SENHOR, vosso Deus.
    3. Deus é Espírito
    João 4:24 – Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.
    Se Deus é Espírito, não podemos fazer uma imagem dele. Ele não pode ser visto. Toda imagem é uma fraude, não pode representar o que Deus é em sua natureza e essência.
    4. O criador não pode adorar a criatura
    Quando adoramos aos ídolos estamos invertendo a ordem lógica da adoração, que é a criatura adorar ao Criador. O ídolo ou o ser representado por ele, seja um deus pagão de outras religiões ou os santos cristãos, ambos são criaturas. Como pode alguém se curvar a algo que ele mesmo criou.
    Romanos 1:25 – pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente. Amém!
    5. Só há um mediador: Jesus
    Ninguém pode interceder no céu a não ser Jesus. Os profetas, apóstolos, nem mesmo Maria, a mãe de Jesus, pode interceder por nós. Embora estejam salvos eles estão aguardando a ressurreição dos mortos.
    Não há nenhuma base bíblica que comprove a intercessão dos santos. Ao contrário a Bíblia é bastante taxativa em afirmar que só há um mediador no céu.
    I Timóteo 2:5 – Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem.
    Atos 4:12 – E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.
    6. Os próprios apóstolos não aceitaram que os adorassem
    Se os apóstolos vivessem hoje eles pregariam contra a idolatria que fazem para eles nos dias de hoje. Na Bíblia eles não aceitaram ser adorados.
    • Atos 10:25 – Aconteceu que, indo Pedro a entrar, lhe saiu Cornélio ao encontro e, prostrando-se-lhe aos pés, o adorou (prosekunêsen)
    • Atos 10:26 – Mas Pedro o levantou, dizendo: Ergue-te, que eu também sou homem.

    7. Segundo a Bíblia, quem adora ao ídolo adora a demônios
    Deuteronômio 32:17 – Sacrifícios ofereceram aos demônios, não a Deus; a deuses que não conheceram, novos deuses que vieram há pouco, dos quais não se estremeceram seus pais.
    Salmos 106:36 – deram culto a seus ídolos, os quais se lhes converteram em laço; Salmos 106:37 pois imolaram seus filhos e suas filhas aos demônios
    I Coríntios 10:20 – Antes, digo que as coisas que eles sacrificam, é a demônios que as sacrificam e não a Deus; e eu não quero que vos torneis associados aos demônios.
    Sei que só com a iluminação do Espírito Santo podemos nos libertar da segueira espiritual da idolatria. Mas muitas coisas já tem mudado no catolissimo romano. Antes não se usava a Bíblia hoje já esta sendo usada; antes a missa era em latim e de costas, agora já é em portugues; antes não se falava em dízimo no meio católico, pelo contrário eramos criticados por darmos dízimos na nossa igreja e agora estão lá defendendo o dizimo. Um dia vão ser os santos que vão cair. Aliás já está caindo, na Renovação Carismática já não se fala mais em santos, só mais em Maria e já há igrejas que estão tirando os santos. Se isso não é idolatria por que já está havendo esta mudança?
    SOLA SCRIPTURE, SOLA CRITUS, SOLA FIDE, SOLA GRACIA E SOLI DEO GLORIA!

  84. Luiz,

    Ao defender a doutrina da Igreja eu defendo a Palavra de Deus, pois TODA a doutrina está fundamentada na Sagrada Escritura.

    Para verificar o respaldo bíblico da intercessão dos santos, retorne algumas mensagens acima, e encontrará.
    Para facilitar, utilize “Ctrl + F” e procure pela palavra ‘intercessão’ e leia os comentários.

    A Paz!

  85. Linhares,

    vc disse:
    “Sei que a devoção que as pessoas tem aos santos não é apenas a reverencia que se tem a um ente querido ou a pessoas dignas da nossa honra, como são os santos da Bíblia.”

    Bem… Vemos que vc divulga ter um atributo inerente somente a Deus.
    Vc se acha capaz de perscrutar a alma do devoto…

    Meu caro, a fé não está no corpo que se inclina, mas na alma do que crê.
    Não fique divulgando mentiras através de seu “cursinho”.

    Aliás, este cursinho de “pastor” que vc fez te aprovou com nota 10, pois aprendeu direitinho a dizer “a igreja se misturou com o paganismo do Imperio Romano”.
    Isto é um crime contra a História….
    Acho que no cursinho não tinha a disciplina.

    Pois bem.
    Vc cita Pedro e Cornélio, como te ensinou o cursinho.
    Mas a repreensão de Pedro foi conseqüência da atitude de ADORAÇÃO de Cornélio. Mas nem sempre quando alguém se ajoelha, está adorando.
    No Antigo Testamento, por exemplo, Raquel se ajoelha perante Isaac, pois lhe devia respeito, e Isaac não a repreende. Pois Raquel estava ajoelhada mas NÃO ESTAVA ADORANDO . Portanto, não foi repreendida.

    Não sei de onde o protestante tira a idéia de que prostrar significa adorar…
    Se prostrar denotasse adoração, a Bíblia não proibiria se prostrar PARA adorar, mas proibiria simplesmente de se prostrar.

    Este curso é realmente muito válido.
    Realmente a Bíblia condena a adoração.

    Mas tentar fazer uma relação entre a atitude de prostração dos israelitas recém saídos do Egito (nação politeísta) e a atitude católica, é claramente uma tentativa de manipulação das pessoas menos esclarecidas a respeito da doutrina Católica e da Sagrada Escritura.

    Isso aconteceu com vc e, agora, vc está passando pros outros, como que um vírus…
    Lamentável.

  86. Caro Daniel,
    A respeito da intercessão vc está certo realmente, os santos podem interceder por nós, por que segundo a bíblia devemos ser santos e intercedermos uns pelos outros. I Pe 1.15 “Como filhos obedientes, não vos conformeis com as concupiscências que antes tinheis na vossa ignorância. MAS COMO É SANTO aquele que vos chamou, SEDE VÓS TAMBÉM SANTOS em todo o vosso procedimento; pois está escrito: sede santos, porque eu sou santo.” Leia tb Lv 11.44. Essa intercessão dos santos é dos santos que estão vivos. Hb 12.14 “SEGUI a paz com todos, e a santificação; sem a santificação ninguém verá o Senhor.” Isso deve ser uma constância, um estilo de vida. Deus falou isso pra quem?? Os mortos não lêem a bíblia. Deus falou isso pra mim e para vc para que nós os que estão vivos sejamos santos.

    Vc citou Rm 15.30 “Rogo-vos irmãos, por nosso Senhor Jesus Cristo e pelo amor do Espírito, que combatais comigo nas vossas orações POR mim a Deus.” Paula estava pedindo a intercessão dos irmãos perante Deus, ele estava pedindo oração para ele.

    Dt 5.5 “Eu fui naquele tempo intérprete e mediador entre o Senhor e vós”
    Moisés era morto ou vivo naquela época? Estava vivo para que pudesse ser mediador. Ele foi mediador entre Deus e os homens comunicando a palavra de Deus o que não impedia dos israelitas buscarem a Deus também.

    Je 15.1 “E o Senhor disse-me: AINDA QUE Moisés e Samuel se pusessem diante de mim, a minha alma não se inclinaria para este povo; tira-os da minha face e retirem-se.” Isso é uma hipótese que não ocorreu e nem ocorre.

    I Tm 2.5 “porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo Homem”. A bíblia é clara e não cria confusão, não está escrito que há um mediador para redenção, é um mediador para tudo.

    Jo 16.24 “Até agora nada pedistes EM MEU NOME. Pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja completa.

    Sua postura com alguns irmãos aki não condiz com uma pessoa que crê e segue a bíblia como vc diz. Pelos seus frutos a sua árvore com certeza não é o Senhor. O alvo aki não são as pessoas. Então respeite os pastores, respeite o colega seminarista. Se vc diz que ama a Deus e não ama o seu irmão a quem vê como poderá amar a Deus a quem não vê. A questão é que muitas pessoas estão indo para o inferno pq acham q servem a Deus, mas na verdade seguem preceitos de homens.

    II Tm 4.3-4 “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo COCEIRA NOS OUVIDOS, cercar-se-ão de mestres, segundo as suas próprias cobiças; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, VOLTANDO ÀS FÁBULAS.”

    Gálatas 1.6 “Admira-me que tão depressa estejais passando daquele que vos chamou na graça de Cristo, para OUTRO evangelho; o qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam, e querem transtornar o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos anunciamos, se anátema. (Amaldiçoado). Assim como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo: Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema. Persuado eu agora a homens ou a Deus? ou procuro agradar a homens? se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.”

    Que evangelho é esse que a doutrina católica prega? é uma série de absurdos que contradizem o que a bíblia prega: o batismo de crianças, o purgatório, a vela para os santos, a oração aos santos mortos, o celibato OBRIGATÓRIO, a infalibilidade papal a antiga proibição da leitura da bíblia, a missa em latim…. e uma infinidade de inclusões a uma doutrina que diz que prega o Cristianismo.

    Sugiro que peça ao Senhor Jesus o espírito de sabedoria e de revelação, que sejam iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos. Ef 1.17-18.

    II Co 5.18 “E tudo isto provém de Deus que nos renconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e NOS DEU O MINISTÉRIO DA RECONCILIAÇÃO.”

    Ore a Deus meu irmão, no nome de Jesus e pergunte qual o propósito da sua vida.

    Deus te abençõe.

  87. A questão, como me referi antes não é apenas conceitual e sim bíblica e teológica. Não é apenas uma questão de diferença entre latria, dulia e hiperdulia, como vocês se referem para diferenciar a forma de adorar. Primeiro, como já citei antes, existe adoração, não apenas quando alguem se prosta, mas quando se prosta com a finalidade de prestar culto. Fazer imagem não se constitui em si pecado, nisto nós estamos de acordo, mas fazer com e se prostar com a finalidade de adoração. Outra questão é o fato de atribuir aos santos prerrogativas de intercessor que a Bílbia não concede. Só a Jesus, na Bíblia, é atribuido o título de madiador (ITm 2.5; At. 4:12). Os homens podem ser intercessores uns dos outros nesta vida (Tg. 5:16), dépois da morte o Novo Testamento, antes que sitem o aócrifo Macabeus, nada encontramos que diga que os apóstolos, como doutrinadores, interpretadores e que aplicavam o Velho Testamento, não ensinaram “reverenciar” homens, fazer preces a eles, cantar louvores (diga-se de passagem, estes são todos elementos de culto), portanto por traz dos conceitos e das interpretações que tentam justificar a idolatria, falta elementos teológicos, aliás, lógicos, sem deixar de falar que ignora-se o haspecto hisórico, também.
    SOLA CRISTUS, SOLA SCRIPTURE, SOLA GRACIA, SOLA FIDE, SOLE DEO GLORIA!

  88. Luiz,

    Então, segundo vc, uma pessoa que pode interceder em vida, nada mais pode fazer depois que morre?
    Isto sim, é doutrina de homens sem fundamento bíblico.

    Conforme a Bíblia, podemos ver que os mortos não estão inconscientes:
    – Is 14, 9-10
    – 1Pd 3, 19
    – Mt 17,3
    – Ap 7, 10
    – Ap 6, 10

    Conforme a Bíblia, podemos ver que a intercessão dos santos chega até Deus:
    – Ap 5, 8

    E, ao contrário do que vc pensa, estas são orações dos santos que estão no céu, conforme podemos ver em:
    – Ap 4, 1

    Então, como vc pôde ver, a ordem de São Paulo para que intercedamos uns pelos outros em vida não se encerra após a morte. E isto é biblicamente comprovado como acabei de te mostrar.

    vc disse:
    “Je 15.1 “E o Senhor disse-me: AINDA QUE Moisés e Samuel se pusessem diante de mim, a minha alma não se inclinaria para este povo; tira-os da minha face e retirem-se.” Isso é uma hipótese que não ocorreu e nem ocorre.”
    Ora, Deus levantaria uma hipótese que não fosse possível?

    Podemos ver tb, tamanha contradição na qual vc se encontra.
    Vc diz que, segundo 1Tim 2, 5, Jesus Cristo é único mediador pra tudo.
    Mas depois diz: “Moisés era morto ou vivo naquela época? Estava vivo para que pudesse ser mediador.”

    Ora, ou vc diz que a mediação de Cristo é pra tudo, ou vc diz que Moisés era mediador!

    E, se vc acredita na Bíblia, irá perceber que a mediação humana é de caráter INTERCESSOR, e a mediação de Cristo é de caráter MEDIADOR.
    Pois São Paulo não iria pedir para que intercedêssemos uns pelos outros e dizer que somente Cristo é mediador. Senão ele cairia em contradição como vc.

    Aliás, Jesus Cristo seria intercessor como, se Ele mesmo é Deus???

    São Paulo diz que somente Cristo é nosso redentor, mas pediu para que intercedêssemos uns pelos outros. Ao intercedermos uns pelos outros, somos mediadores de intercessão aos nossos irmão junto ao único mediador de redenção dos homens.

    Com isto, meu caro, vc acaba de aprender que a intercessão dos mortos existe e é eficaz, e não substitui a mediação de Cristo.

    Sobre os outros pontos que vc citou, fora de tópico, destaco apenas alguns:
    – em momento algum eu desrespeitei as pessoas, mas as heresias que pregam.
    – toda a doutrina católica é fundamentada na Bíblia.
    – o celibato não é obrigatório. É obrigatório para quem faz o voto, e ninguém é obrigado a ser Padre ou fazer o voto.

    Sua mente está contaminada pelas mentiras que pregam contra a Igreja.
    Faço questão de mostrá-las uma a uma.
    Nesta blog existe um tópico sobre o purgatório. Sugiro a leitura.

    A Paz!

  89. Linhares,

    Vc, definitivamente, não sabe sobre o que está falando…

    Aliás, afirma com toda a certeza que pode perscrutar a alma do fiel que se prostra diante de uma imagem. Isso é heresia! Somente Deus possui este atributo e pode saber se a pessoa está idolatrando.

    Por favor, destaque o texto da doutrina católica que traz o ensinamento de se protrar diante de uma imagem para adorá-la.
    Se vc diz que a doutrina é herética, peço que coloque este trecho aqui.
    Se vc não colocar o trecho aqui, em seu próximo comentário, poderemos todos ver que vc, além de não saber sobre o que está falando, comete este erro proferindo uma mentira.

    E vc sabe quem é o pai da mentira? (Jo 8, 44)

    Muito cuidado com o que fala, sem saber…

    Sobre seus questionamentos a respeito da intercessão dos santos, veja no meu comentário anterior, em resposta ao Luiz, que esta questão já foi esclarecida.

    Agora que já sabe, espero que não continue espalhando mentiras… (Jo 8, 44)

  90. Quando se diz igreja de Cristo, parece que se fala de uma denominação ou algo assim.
    Vejamos o que Jesus diz à esse respeito:
    João 14:6 – Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
    Não podemos pegar uma denominação e fazê-la um meio de condução ao céu. Ninguém pense que por estar num meio cristão estará bem com Deus.
    João 4:23 – Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.
    O versículo acima mostra a verdadeira igreja de Jesus que é composta de verdadeiros adoradores a Deus. Pessoas que não gastam energia com coisas que não glorificam ao nome dEle. Ficar dizendo que essa ou aquela igreja é a verdadeira de Cristo é gastar energia com coisas que Deus não se agrada.
    O que Deus quer da gente?
    1João 2:6 – Aquele que diz que está nele(em Jesus), também deve andar como ele andou.
    Mar 3:31 Chegaram, então, seus irmãos e sua mãe; e, estando fora, mandaram-no chamar.
    Mar 3:32 E a multidão estava assentada ao redor dele, e disseram-lhe: Eis que tua mãe e teus irmãos te procuram, e estão lá fora.
    Mar 3:33 E ele lhes respondeu, dizendo: Quem é minha mãe e meus irmãos?
    Mar 3:34 E, olhando em redor para os que estavam assentados junto dele, disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos.
    Mar 3:35 Porquanto, qualquer que fizer a vontade de Deus, esse é meu irmão, e minha irmã, e minha mãe.
    Que adianta fezer parte de um meio que se diz cristão e não andar conforme as regras de Cristo.
    E, nada de ficarmos tomando os discípulos ou outras pessoas como exemplos sendo que Cristo é o maior exemplo. Ficar criando imagens de figuras humanas e falar que tal imagem simbola alguém que viveu com Cristo e deixar as pessoas se prostarem ou ficarem venerando isso é fazer apologia à idolatria e isso Deus abomina.
    Não podemos esquecer que Jesus é o caminho e não Pedro, Maria ou outro qualquer. E aí daqueles que vivem fazendo intercessão à essas pessoas que dormem no pó e aguardam o dia da ressurreição. Quem faz intercessão à elas, pedem ajuda aos mortos e isso não agrada a Deus.
    João 14:13 – E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.
    João 14:14 – Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.
    Gente, prestem atenção: Devemos PEDIR AO PAI EM NOME DE jESUS.
    Nada de pedir à Maria, Pedro, José ou outro qualquer. PEDIR AO PAI, OK ? EM NOME DE JESUS, OK?
    Se existir fundamento bíblico para que se peça à outra pessoa, que apresentem.

  91. Carlos,

    A questão da denominação é bem simples.

    Após a ressurreição de Cristo, os apóstolos iniciaram, de fato, sua missão. Tal missão, mais precisamente, começou no dia de pentecostes.

    A partir daí, os apóstolos e primeiros cristãos passaram a se reunir de forma organizada, para que seu objetivo fosse alcançado com mais sucesso.
    Com isso, vieram os Concílios.

    Caso contrário, qualquer pessoa daquele tempo iria se dizer discípulo de Cristo e sair pregando heresias como se fosse em nome da Igreja.

    Aliás, é isso que vemos ainda hoje a cada esquina… Por isso se faz necessário deixar bem claro o que é certo e o que é errado, qual é a instituição que detém a tradição apostólica e tudo mais…

    E para que veja as referências bíblicas solicitadas por você, a respeito da intercessão, sugiro que leia meus últimos dois comentários.

    A Paz!

  92. Caro Daniel e amigos leitores,
    Vamos tratar cada assunto abordado por parte. Reconheço ter sido exaustivo, mas peço que leiam tudo e com atenção.

    1°) Não é preciso ser onisciente para saber a diferença de “respeito” e “idolatria”.
    2°) Não é preciso ser onisciente porque somente quem não quer ver ou não pode ver (II Co. 4:4), afirma que o culto aos santos é apenas respeito, honra, ou simples reverencia.
    3°) Daniel, você disse “Ademais, é importante ressaltar que as imagens que encontramos na igreja não são objeto de adoração. Se você não concorda solicito que me diga qual celebrarão litúrgica é dedicada a elas”.
    Vocês católicos oferecem culto aos santos, com louvor, prece, oferendas, beijam os pés, constroem templos para o culto aos santos; Meu caro Daniel, você faz parte do mesmo grupo de católico que eu estou falando? Ou será que estamos falando de catolicismos diferentes? O que eu conheço, no Brasil e especialmente no sertão nordestino, na prática, na forma, não faz esta distinção ai, não. Aliás, como citarei mais adiante, esta conceituação é só na teoria, sem nenhuma base bíblica, teológica e histórica.
    4°) Você pediu para citar qual parte da doutrina que ensina adorar a imagem. Pois bem, vamos analisar a parte do catecismo que fala sobre as imagens, por parte:
    Primeiro, vamos começar pela base onde a doutrina nasceu, para que os leitores não pensem que estão baseadas na Bíblia.
    “Na trilha da doutrina divinamente inspirada dos nossos santos padres e da tradição da Igreja Católica, que sabemos ser a tradição do Espírito Santo que habita nela, definimos com toda a certeza e acerto que as veneráveis e santas imagens, bem como as representações da cruz, preciosa e vivificante, sejam elas pintadas, de mosaico ou de qualquer outra maneira apropriada, devem ser colocadas nas santas igrejas de Deus, sobre os utensílios e vestes sacras, sobre paredes e em quadros nas paredes e nos caminhos…” (Catecismo Católico da Editora Vozes,1993, P. 327 # 1161)
    Como vemos, a base não é a Bíblia. A base para ensinar que seus fiéis devem “venerar” os santos é a “tradição da Igreja Católica” que defende ter inspiração do Espírito Santo. Só a Bíblia é a palavra inspirada (II Tm. 3:16). Depois que o Cânon foi encerrado, nenhuma revelação nova pode ser acrescentada à Palavra. O Espírito Santo inspirou os autores e agora ele ilumina os leitores para compreensão do que já está escrito. Não se pode acrescentar, nem diminuir (Ap.22:18,19)
    Segundo, vamos para a parte que se refere à veneração dos santos:
    “As santas imagens presentes em nossas igrejas e em nossas casas destinam-se a despertar e alimentar a nossa fé no ministério de Cristo…”
    Na Bíblia os homens e mulheres de Deus são tidos como exemplos para nós (Hb. 12:1), entretanto, Jesus Cristo, único perfeito e sem pecado (Rm. 3:23; I Pe. 2:22) é o autor e consumador da nossa fé (Hb. 12:2);
    O primeiro erro está em usar a imagem para “despertar’ e “alimentar” a fé. A fé deve vir da Palavra de Deus (Rm. 10: 17). E não precisa de algo visível, de um ponto, uma imagem, para ser posta em prática ou para se crer (Hb. 11:1); “andamos por fé e não por vista” (II Cr. 7:5).
    “… é a ele que adoramos. Através das santas imagens e da santa mãe de Deus, dos anjos e dos santos veneramos as pessoas nelas representadas” (Op. Cit. P. 335#1192)
    Nesta segunda parte do catecismo a Igreja Católica afirma que “é a Cristo que adoram”, e “veneram os anjos, santos e a Maria”, representadas nas imagens.
    Para diferenciar adoração de veneração usam três termos, como veremos:

    “A adoração, do lado de seu objeto, divide-se em três classes de culto: culto de latria (grego: “latreuo”) quer dizer adorar – É o culto reservado a Deus; culto de dulia (grego: “douleuo”) quer dizer honrar; culto de hiperdulia (grego: hyper, acima de; douleuo, honra) ou acima do culto de honra, sem atingir o culto de adoração.”
    “A latria é o culto que se deve somente a Deus e consiste em reconhecer nele a divindade, prestando uma homenagem absoluta e suprema, como criador e redentor dos homens. Ou seja, reconhecer que ele é o Senhor de todas as coisas e criador de todos nós, etc. O culto de dulia é especial aos santos, como sendo amigos de Deus. O culto de hiperdulia é o culto especial devido a Maria Santíssima, como Mãe de Deus.” (Extraído da página de Apologética Católica: http://www.lepanto.com.br/ApSantos.html#DifCulto)
    Vamos novamente por parte:
    Jesus disse “Está escrito: Só ao Senhor teu Deus adorarás e só a ele darás culto” (Mt. 4:10)
    Gegraptai gar kurion ton theon sou proskunêseis kai autô monô latreuseis
    Cristo exige exclusividade. Ele não divide culto com mais ninguém.
    a) Culto de dulia , honrar. No grego, do N.T. encontramos uma palavra para “honra”, timên, “honra”, “valor”, “reverencia”. Esta palavra tanto pode ser usada para honrar pais (ITm. 6:1), autoridades (Rm. 13:7), honra aos apóstolos (At. 28:10) e até a Deus como adoração (Ap.4:9, 5:13), em geral o contexto é quem determina o sentido.
    b) De onde vem o sentido de latria, dulia e hiperdulia? Da tradução para o latim, tradução da Igreja Católica chamada de Vulgata, feita por Jerônimo, no IV século d. C. Uma tradução não tem mais peso lingüístico que os originais.
    c)“Veneramos as pessoas nelas representadas”. Esta frase levanta algumas questões:
    1.O que significa a palavra “venerar”?
    No Aurélio: Tributar grande respeito a; render culto a; reverenciar; Tratar com respeito e afeição; Reverenciar, acatar, respeitar; Ter em grande consideração.
    No Dicionário da Língua Portuguesa, Silveira BUENO: Ato de venerar, reverência, culto, preito, adoração.
    2. Qual significado usar? “respeito”, “consideração”, “acatar” “render culto” “adorar”… Creio que qualquer lingüista iria dizer que seria o contexto em que a palavra está sendo usada.
    a) Quando a palavra ganha sentido nas atitudes:
    Portanto existe uma diferença entre “reverencia”, “respeito”; e “culto prestado a ídolo”, “adoração”. Quem reverencia e respeita não louva, não invoca, não se prostra, não presta culto de honra; apenas honra, respeita, como vimos a palavra honra, pode ser usada de diversas formas, mas é esta forma que dá o sentido, não apenas a quem se dirige.
    b) Quando se auto-declara: Você diz em seu texto sobre imagem: “Apesar da Igreja condenar a idolatria muitas pessoas a praticam mesmo estando dentro dela”. Muitos católicos já reconhecem que não deveriam ter mais as imagens e alegam não poder tirá-las para não perder os fiéis, porque muitos não entenderiam. O papa João XXIII tentou retirar as imagens e chegou a tirar de conventos, segundo o testemunho de uma ex-freira, contudo seria quase impossível mudar séculos de tradição.
    c) O contexto e a forma como é usada é quem determina o sentido. Cruzando com a palavra “idolatria”, encontramos, “culto prestado a ídolos; amor demasiado; veneração”. (BUENO, Silveira. Dicionário da Língua Portuguesa)
    Olha Daniel, a questão desta divisão que tenta explicar a adoração aos santos e especialmente a Maria está na questão teológica e não apenas epistemológica. Doutrinas como a da VIRGINDADE PERPÉTUA DE MARIA, “MARIA CONCEBIDA SEM PECADO”, ASSUNÇÃO DE MARIA e da mediação dos santos não tem base bíblica e leva vocês a criarem esta diferenciação.

    5) Você disse (com tom inquiridor) ser mentira que a idolatria teve apoio e se infiltrou na igreja depois de Constantino.
    Veja, então, o que diz um site católico sobre o assunto:
    “O Concilio de Nicéia, o primeiro celebrado na Igreja, no ano 325, sob o Papa S. Silvestre I e o Imperador Constantino, defende o culto das imagens contra iconoclastas, com um vigor admirável” (Frente Universitária Lempant).
    Sobre Santa Julia Helena. “Santa da igreja Católica e importante mulher na história do Império Romano e da propagação do Cristianismo nascida em Bitínia, primeira esposa do imperador Constâncio Cloro e mãe do grande imperador Constantino I, venerada por seus feitos após sua conversão, feitos estes que fizeram com que o cristianismo fosse adotado como religião oficial no Império Romano (324) e a cruz se tornasse o símbolo da Cristandade… Seu filho a admirava e a tinha sempre a seu lado, inclusive mandando cunhar medalhas com sua efígie e deu-lhe o título honorífico de Augusta. Enquanto mandava destruir os templos pagãos e construir muitas igrejas em Roma e por todo o império, viveu ao lado de seu filho em Treves, Roma e em Bizâncio e o levou a venerar os Lugares Santos… Segundo a tradição, foi ela quem descobriu a gruta em que Jesus foi sepultado e lá também teria descoberto a santa peça da crucificação, no dia 3 de maio (326) e, por isso se celebra neste dia a festa da Descoberta da Santa Cruz. Ela enviou para Constantino pedaços da Verdadeira Cruz e seus cravos, como amuleto para sua proteção.
    Contra fatos não há argumentos. È fato, muitos pagãos que se convertiam, após a oficialização do cristianismo, faziam para não serem perseguidos e mortos. Assim como é fato que muitos trouxeram suas práticas pagãs para dentro do cristianismo; como, também é fato que a Igreja se institucionalizou e seguiu um caminho de desvio por toda a Idade Média.
    Você vai dizer que o que a história diz sobre a Igreja na Idade Média é coisa do “pai da mentira”?
    Já que seu “cursinho” parece ter sido melhor que o meu, quero que responda a algumas perguntas que faço a seguir.
    1ª- Mostre os textos da Bíblia que trazem, no grego, as palavras dulia e hiper-dulia com o sentido usado pela Igreja Católica?
    2ª- Prove biblicamente as doutrinas católicas que dizem que Maria foi concebida sem pecado; da virgindade perpétua de Maria; e da Assunção de Maria?
    3ª- Prove historicamente e biblicamente os apóstolos venerando imagens ou os santos?
    4ª- O que Constantino, que segundo a história só aceitou o batismo próximo a sua morte, estava fazendo em um Concílio, se o mesmo não era teólogo, nem bispo?
    Para todos deixo as seguintes recomendações:
    Fujam da idolatria (I Co 10.14)
    Não tenha, em casa objetos de idolatria (Dt 7.26)
    Não tomem parte em festa, celebração que se relacione com idolatria – I Co 10.19-22
    SOLA SCRIPTURE, SOLA CRISTUS, SOLA FIDE, SALA GRATIA, SOLE DEO GLORIA!

  93. Linhares, sua última mensagem foi apagada? A que falava dos trechos do catecismo católico.

  94. Creio que não. Eu fiz algumas citações do Catecismo e estão entre aspas no ítem 4°. Depois eu cito a explicação do próprio catolicismo sobre a diferença de latria, dulia e hiperdulia etc. Qualquer dúvida volte a perguntar. Caso queira-os na íntegra, envio por email para você.
    “O que começou a boa obra a aperfeiçoará até o dia de Cristo” (Fl. 1:6)

  95. Caro Linhares,

    “Ave Maria, cheia de graça. o Senhor é convosco” (Lc 1,28),
    “bendita és tu entre todas as mulheres” (Lc 1, 43).

    Bem, como vc reconhece ter sido exaustivo, certamente entenderá o fato de eu não ficar aqui respondendo a todos os questionamentos de seu comentário.
    Me concentrarei nos mais destacados por vc. Quanto aos outros, farei um breve comentário:

    – Ainda aguardo que vc cite o culto da Igreja que prestamos aos Santos.
    Por exemplo: Na Missa, quem é cultuado?
    Na liturgia das horas, quem é cultuado?
    Na adoração ao Santíssimo, quem é cultuado?

    – Ainda aguardo que vc cite o trecho da doutrina que ensina a adorarmos os santos…

    – O texto do tópico já te deu explicações suficientes para que entenda que venerar não é adorar. Quando os israelitas veneraram a serpente de bronze, foram curados. Quando posteriormente os israelitas adoraram a mesma serpente, cometeram uma abominação e Deus mandou destruí-la. É simples…

    A imagem era sempre a mesma, porém o ato era completamente diferente! E como eu te disse, não se dê uma atribuição que é somente de Deus, isso é blasfêmia! Vc não é capaz de prescrutar a alma do fiel!

    Ao contrário do que te ensinaram, fazer imagens não é proibido, mas recomendado pelo próprio Deus:

    Fez no santuário dois querubins de pau de oliveira, que tinham dez côvados de altura. Cada uma das asas dos querubins tinha cinco côvados, o que fazia dez côvados da extremidade de uma asa à extremidade da outra. O segundo querubim tinha também dez côvados; (…) Revestiu também de ouro os querubins. Mandou esculpir em relevo em todas as paredes da casa, ao redor, no santuário como no templo, querubins, palmas e flores abertas.” (I Rs, 6, 23-29)

    E ainda:

    “Hirão fez também o mar de bronze, (…) Este [o mar] apoiava-se sobre doze bois, dos quais três olhavam para o norte, três para o ocidente, três para o sul e três para o oriente(…) ” (I Rs, 7, 23-25)

    Lembramos também a serpente de bronze:

    “O povo veio a Moisés e disse-lhe: “Pecamos, murmurando contra o Senhor e contra ti. Roga ao Senhor que afaste de nós essas serpentes.” Moisés intercedeu pelo povo, e o Senhor disse a Moisés: “Faze para ti uma serpente ardente e mete-a sobre um poste. Todo o que for mordido, olhando para ela, será salvo.” Moisés fez, pois, uma serpente de bronze, e fixou-a sobre um poste. Se alguém era mordido por uma serpente e olhava para a serpente de bronze, conservava a vida.” (Nm 21, 7-9)

    E a arca da aliança:

    “Far-me-ão um santuário e habitarei no meio deles. Construireis o tabernáculo e todo o seu mobiliário exatamente segundo o modelo que vou mostrar-vos. Farão uma arca de madeira de acácia; seu comprimento será de dois côvados e meio, sua largura de um côvado e meio, e sua altura de um côvado e meio. Tu a recobrirás de ouro puro por dentro, e farás por fora, em volta dela, uma bordadura de ouro. Fundirás para a arca quatro argolas de ouro, que porás nos seus quatro pés, duas de um lado e duas de outro. Farás dois varais de madeira de acácia, revestidos de ouro, que passarás nas argolas fixadas dos lados da arca, para se poder transportá-la. Uma vez passados os varais nas argolas, delas não serão mais removidos. Porás na arca o testemunho que eu te der. Farás também uma tampa de ouro puro, cujo comprimento será de dois côvados e meio, e a largura de um côvado e meio. Farás dois querubins de ouro; e os farás de ouro batido, nas duas extremidades da tampa, um de um lado e outro de outro, fixando-os de modo a formar uma só peça com as extremidades da tampa. Terão esses querubins suas asas estendidas para o alto, e protegerão com elas a tampa, sobre a qual terão a face inclinada. Colocarás a tampa sobre a arca e porás dentro da arca o testemunho que eu te der. Ali virei ter contigo, e é de cima da tampa, do meio dos querubins que estão sobre a arca da aliança, que te darei todas as minhas ordens para os israelitas.” (Ex 25, 8-22)

    E o lugar de honra onde deveria ser colocada a arca:

    “Colocarás o véu debaixo dos colchetes, e é ali, atrás do véu, que colocarás a arca da aliança. Esse véu servirá para separar o ‘santo’ do ‘santo dos santos’. É no santo dos santos que colocarás a tampa sobre a arca da aliança.” (Ex 26, 33-34)

    E ainda sobre a entronização da arca da aliança no templo:

    “Os sacerdotes levaram a arca da aliança do Senhor para seu lugar, no santuário do templo, no Santo dos Santos, debaixo das asas dos querubins. Pois os querubins estendiam as suas asas sobre o lugar da arca, e cobriam por cima a arca e os seus varais.” (I Rs, 8, 6-7), com a aprovação divina: “a glória do Senhor tinha enchido a casa do Senhor” (III Rs 8,11).

    E ainda, sobre prostrar-se diante de imagens:

    “Os israelitas cometeram uma infidelidade a respeito do interdito. Acã, filho de Carmi, filho de Zabdi, filho de Zara, da tribo de Judá, reteve para si algumas coisas condenadas, e a cólera do Senhor inflamou-se contra os israelitas. (…) Josué rasgou suas vestes e prostrou-se com a face por terra até a tarde diante da arca do Senhor, tanto ele como os anciãos de Israel, e cobriram de pó as suas cabeças.” (Josué, 7)

    É muita imagem!!! Não é?!

    Teria agido mal Moisés ao fazer a serpente de bronze? É claro que não, pois foi o próprio Deus quem ordenou fazê-la e olhar para ela para que os judeus se curassem. Erraram os judeus conservando-a? É evidente que não, porque mostravam gratidão e obediência a Deus. E entre os que conservaram estavam Moisés, Josué, os Juízes, Daví, Salomão. Será que todos eles estavam errados? Será que nenhum deles tinha um “Aurélio” — um dicionário à mão para saber que adorar, venerar, reverenciar, amar extremamente é tudo a mesma coisa? E nenhum deles contou com um sábio para aconselhá-lo? Por que, durante tantos séculos, Deus e seus enviados permitiram que se guardasse a serpente de bronze? É evidente que permitiram porque ela não era adorada. Quando a transformaram abusivamente em ídolo, Ezequias a destruiu.

    Portanto, se Deus proibiu as imagens para idolatria e essa proibição continua valendo, também continua valendo a permissão às imagens para veneração!

    Como Deus pôde ter permitido o culto às imagens por tanto tempo, se tal culto é sempre abominável?

    Deus reprova a idolatria e todas cerimônias ligadas à ela, como a procissão dos ídolos. Mas a procissão em si não é condenável, como vimos na passagem já citada (Josué, 3), e também na seguinte:

    Os israelitas carregavam a arca conforme a ordem de Deus, davam voltas em torno da cidade, e em decorrência desse fato caem as muralhas de Jericó. O povo israelita então sabe distinguir que é pelo poder Deus e não pelo poder das imagens que se deu aquele milagre?

    Se sim, aplique o mesmo raciocínio às procissões Católicas.

    Se não, a Bíblia elogia uma prática condenável, o que é um absurdo.

    E o fato da arca da aliança ter sumido não significa o fim da veneração das imagens. Pois não veneramos o objeto, não atribuímos ao objeto um poder que não tem, mas o utilizamos pela lembrança que nos traz. Deus permitiu que a arca da aliança desaparecesse exatamente para não se atribuir à arca um poder que não tinha, para que não se adorasse a arca como se fez com a serpente.

    É claro que a Igreja não busca a arca, pois entende que os objetos são apenas meios, e não fins em si mesmos…

    Se veneração fosse semelhante à adoração, Deus teria proibido a veneração tb.
    Nenhum dicionário é tratado de epistemologia, de hermenêutica ou de exegese. E saiba que qualquer estudo mais sério de sinonímia lhe dirá que não há sinônimo que seja absolutamente equivalente.

    Aprenda ainda, que se existem duas palavras distintas para designar algo ou uma ação, é porque cada uma delas dá um matiz diverso da coisa ou da ação designada. Se duas palavras são absolutamente idênticas, a língua tende a eliminar uma delas.

    – Sobre a virgindade perpétua de Maria, Maria concebida sem pecado e Assunção de Maria. Acredito que deveriam ter ensinado em seu curso que a Bíblia não tem que dizer o que vc quer ler.
    Por favor, destaque para mim, na Bíblia, a palavra Santíssima Trindade. No entanto, não existe doutrina mais fundamental e elevada em toda a Escritura!

    Só que a maneira como Deus se revelou precisou ser esclarecida, definida, explicitada, isolada dos erros, de uma forma que só o Magistério da Igreja poderia fazer. Pois Cristo constituiu um Magistério exatamente para isso, para guardar fielmente a doutrina e ensinar a toda gente.

    Cristo chamou os Apóstolos e confiou a eles o depósito da fé:

    “Então Jesus se aproximou, e falou: «Toda a autoridade foi dada a mim no céu e sobre a terra. Portanto, vão e façam com que todos os povos se tornem meus discípulos, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, e ensinando-os a observar tudo o que ordenei a vocês. Eis que eu estarei com vocês todos os dias, até o fim do mundo.» (Mt 28,18-20) e São Paulo também nos diz: ” Eu recebi do Senhor o que vos transmiti (…)” (I Cor 11,23)

    Da mesma forma, a virgindade de Maria deduz-se das passagens bíblicas, que os protestantes não entendem.
    Isso já foi explicado aqui no blog, no tópico, “Jesus teve irmãos” e os comentários correspondentes.

    – Sobre suas perguntas:
    Fica evidente que vc quer que esteja na Bíblia aquilo que vc quer ler.
    Onde está escrito na Bíblia que devemos crer somente nela?
    Vc precisa reconhecer que a Bíblia é toda verdade, mas ela não contém toda a verdade.

    Nenhum católico de verdade olha para uma imagem de Nossa Senhora e dos santos julgando que sejam Deus e adorando essas imagens. Os católicos que não são de verdade se tornam protestantes e condenam tudo aquilo que nunca entenderam e que nunca se deram o trabalho de pesquisar…

    Cristo poderia ter vindo ao mundo adulto. Quis vir por meio de Maria Santíssima.
    Vc não aceita o que Deus estabeleceu.
    Nosso Senhor Jesus Cristo, na hora de sua morte no Calvário, deixou-nos Maria Santíssima por mãe, ao dizer a ela e a São João: “Mulher, eis aí teu filho.(…) Filho, eis aí tua mãe” (Jo 19, 26-27).

    Na sua Bíblia, existe esse texto?
    Claro que existe!
    Só que esse texto o senhor não aceita, porque não quer aceitar Maria Santíssima como sua mãe.

    Pois fique sabendo, que só tem a Deus por Pai, quem tem Maria por Mãe.
    O senhor só se tornará Davi, se aceitar aquela que Deus escolheu como meio para vir até nós. Se aceitar que Cristo a estabeleceu como medianeira entre Ele e nós. Por isso está dito que aos pastores e aos reis foi indicado que deveriam encontrar o Redentor com sua mãe. E o senhor pensa, bem erradamente, que poderá encontrar a Cristo desprezando a Mãe santíssima dEle.

    Agora… Vc jamais irá entender isto se continuar atado em seus preconceitos que são como óculos que deturpam o que lê.

    Por favor, irmão, não me deixe no erro.
    Eu agradeceria quem me mostrasse algum erro, para me corrigir e para me salvar….

  96. Linhares,

    paz do Senhor, manda para o email luquejee@gmail.com uma cópia do catecismo, por favor.

    Vc fez um comentário longo logo após o meu que não está mais. Ficou muito bom, creio que você falou algo que as pessoas não podem saber.

    Será que Jesus nesse tempo pregaria o que a catolicismo prega?? Jesus era devoto de qual santo? e Pedro, Paulo ou qualquer dos discípulos? Será que o veríamos a frente de alguma romaria? será que ele levantaria para uma multidão uma imagem e as pessoas iriam cultar essa imagem?

    A petição às imagens cabe alguns questionamentos ainda não respondidos:
    É possível pessoas no Brasil fazerem petições às imagens ou aos santos mortos e ao mesmo tempo no México, na Rússia e Japão outras pessoas fazerem petições aos mesmos e serem atendidas? E se a pessoa fizer uma oração mental aos santos, como eles poderão saber o que ela está querendo? Os santos sabem tb de todas as coisas??

    Se os atributos de onipresença e onisciência são atributos exclusivos da Trindade Divina. COMO os santos possuem tb esse atributo?

  97. Caro Luiz irei enviar, também, um estudo elaborado especificamente sobre Idolatria. Suas indagações ao fim do seu comentário são perfeitas. Teriam os santos que já dormem em Cristo o atibuto da oniciência? não temos nem em vida, quanto mais após a morte!
    Deus ilumine a todos!

  98. Linhares e Carlos,

    Meus comentários de:
    18 de abril, às 9:36
    6 de agosto, às 9:29

    já responderam aos seus questionamentos a respeito da onisciência.

    Boa leitura!

  99. Sobre o questionamento a respeito da onisciência e onipresença:
    Vc disse:
    “São Paulo nos ensina que a igreja é o corpo de Cristo. Desta forma, os que estão unidos a Cristo através de seu ingresso na igreja, são membros do Seu corpo. Isso quer dizer que tanto NÓS QUE ESTAMOS NA TERRA, QUANTO OS QUE JÁ MORRERAM na amizade do Senhor, todos somos membros do Corpo Místico de Cristo, onde Ele é a cabeça. Veja:
    assim nós, embora sejamos muitos, formamos um só corpo em Cristo, e cada um de nós somos membros um do outro Rm 12.5
    Isso quer dizer que nós e os santos (que estão na presença de Deus) estamos ligados, pois somos membros de um mesmo corpo, o corpo de Cristo, que é a igreja.”

    Essa é a sua justificativa para a onisciência e onipresença do santos? então vc deve ter esses atributos tb, porque nós que estamos vivos também fazemos parte do corpo de Cristo.

    vc também disse:
    “Portanto, você acaba de descobrir que a Bíblia explica que a falta de onipresença e onisciência dos santos não apresenta qualquer impedimento para que eles conheçam ou recebam nossos pedidos e então possam interceder por nós junto a Deus”

    Vc quer dizer então que eles são tb onipresentes e oniscientes? Se uma pessoa orar mentalmente eles vão saber qual é a oração? Vc tem certeza do que está afirmando?

    Qual é a dificuldade de vcs aceitarem o que Jesus fez e faz por nós? Se Ele mesmo repetiu várias vezes para orarmos a Ele para que Ele intercedesse junto ao Pai? A bíblia tb diz: Rm 8.26 “Do mesmo modo também o Espírito NOS AJUDA na fraqueza; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inexprimíveis”
    Rm 8.34 “Quem os condenará? Cristo Jesus é quem morreu, ou antes quem ressurgiu dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e =>TAMBÉM<= INTERCEDE POR NÓS.”

    Quer dizer que ao lado do Espírito Santo e de Jesus estão aparecida, são jorge, maria, frei galvão e papa jõao paulo, que quando for canonizado, poderá tb interceder pelas pessoas? joão paulo deve estar na fila aguardando autorização do vaticano para começar a interceder por vc. Deve ter uma multidão de anjos ao lado do Espírito Santo e de Jesus fazendo petições a Deus. É isso que a sua doutrina ensina?

    Tem outra passagem muito boa:

    Jo 14.15-17 “Se me amardes, guardareis os meus mandamentos. E eu ROGAREI ao Pai, e ele vos dará outro AJUDADOR, para que fique convosco para sempre, a saber, O ESPÍRITO DA VERDADE, o qual o mundo não pode receber; porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque ELE HABITA CONVOSCO, E ESTARÁ EM VÓS. Não vos deixarei ÓRFÃOS; voltarei a vós.

    Jesus falou ajudadores ou ajudador? Quem iria rogar ao Pai? Ele rogou enquanto estava conosco na terra e roga até hoje a destra do Pai. O Espírito Santo habita em nós e nos ensina como orar como convém. O Espírito Santo habita naquele que entregou sua vida a Jesus. Rm 10.9 que se tornaram filhos de Deus Jo 1.12

    A doutrina católica é semelhante ao espiritismo ao consultarem os santos, por que o mesmo santo que está na igreja católica também estão nos terreiros de macumba? em Levíticos 19.31 fala sobre a consulta aos mortos: “Não vos voltareis para os que CONSULTAM OS MORTOS nem para os feiticeiros; não os busqueis para não ficardes contaminados por eles. Eu sou o Senhor vosso Deus.”
    Em Levítico 20.6 também diz: “Quanto àquele que se voltar para os que consultam os mortos e para os feiticeiros, PROSTITUINDO-SE após eles, POREI O MEU ROSTO CONTRA AQUELE HOMEM, e o extirparei do meio do meu povo.”

    Parece ou não parece uma sessão espírita o fato de orar aos santos mortos? Só falta a imagem falar.

  100. Caro Luiz,

    vc disse:
    Essa é a sua justificativa para a onisciência e onipresença do santos? então vc deve ter esses atributos tb, porque nós que estamos vivos também fazemos parte do corpo de Cristo.

    Pensei que eu tivesse sido claro…
    Vou explicar melhor.
    Eu não justifiquei onisciência e onipresença dos santos nem de ninguém, pois somente Deus possui estes atributos. Justamente por fazerem parte do Corpo Místico cuja cabeça possui estes atributos, não precisam possuí-los para interceder por nós.

    Depois vc repetiu:
    Vc quer dizer então que eles são tb onipresentes e oniscientes? Se uma pessoa orar mentalmente eles vão saber qual é a oração? Vc tem certeza do que está afirmando?”

    Sim eles saberão qual é a oração, mas eu não disse que eles são oniscientes e onipresentes, eu disse justamente que a falta da onisciência e onipresença para eles não é impedimento, pois eles estão intimamente ligados à Cabeça, que é Deus e possui.
    Sugiro que faça a leitura do meu comentário novamente.

    Depois vc disse:
    Quer dizer que ao lado do Espírito Santo e de Jesus estão aparecida, são jorge, maria, frei galvão e papa jõao paulo, que quando for canonizado, poderá tb interceder pelas pessoas? joão paulo deve estar na fila aguardando autorização do vaticano para começar a interceder por vc. Deve ter uma multidão de anjos ao lado do Espírito Santo e de Jesus fazendo petições a Deus. É isso que a sua doutrina ensina?”

    Não, não é isso que ela ensina.
    Sim, conforme a Bíblia, os santos estão intimamente ligados a Cristo:
    “Pai, a minha vontade é que onde eu estou, estejam também comigo os que me deste, para que vejam a minha glória que me conferiste, porque me amaste antes da fundação do mundo” (Jo 17, 24)

    “Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, – pela graça sois salvos e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus” (Ef 2, 4-6)

    Mas a doutrina da Igreja não ensina que uma pessoa espera ser canonizada para poder interceder.
    A canonização é apenas uma confirmação por parte da Igreja de que determinado cristão foi santo em vida e agora está na Glória dos céus.

    Mas uma pessoa pode e deve ser santo, e pode interceder estando intimamente ligado à Cristo, sem precisar ser canonizado pela Igreja.

    Por último vc me pergunta:
    A doutrina católica é semelhante ao espiritismo ao consultarem os santos, por que o mesmo santo que está na igreja católica também estão nos terreiros de macumba?”

    A doutrina do espiritismo é essencialmente contrária a Bíblia e, conseqüentemente, contrária à doutrina católica.
    O espírita se julga cristão. Para que entenda melhor, sugiro a leitura do tópico “Religião ou seita” que pode ser encontrado em http://catecumenato.wordpress.com/2007/03/08/religiao-ou-seita/

    Obviamente, vc encontrará as imagens dos santos em qualquer lugar onde qualquer um as colocar, seja na Igreja, seja na minha casa, seja em um centro espírita. Mas é público é notório que determinada pessoa representada através da escultura viveu uma vida regrada conforme aconselha a doutrina cristã. Doutrina esta que, como foi dito, demonstra-se essencialmente contrária à doutrina espírita.

    Logo, por mais que os espíritas lá coloquem estas imagens, obviamente não é com o conssentimento ortodoxo da fé cristã, guardada pela Igreja.

  101. Olá! queria fazer uma pergunta para todos seu adorar cristo Jesus e o colocar só ele como centro de tudo e exemplo serei salvo erei para o céu, ou precisarei a ajuda de alguém terrestre ?

  102. ou santo ou outra coisa?

  103. O grande problema da Igreja Católica Apostólica Romana é colocar as TRADIÇÕES no mesmo nível da ESCRITURAS SAGRADAS.

    Paciencia!

  104. Caro Anônimo,

    É uma pena que não tenha se identificado…

    Saiba que os testemunhos dos primeiros cristãos não são descartáveis…
    E se damos valor à tradição é porque a possuímos, pois ninguém dá valor ao que não tem.

    Como sua “igreja” não possui tradição, pois foi inventada por homens, não dá valor à tradição que não possui.

    A Paz!

  105. Caro Daniel.

    Quero dizer que li este blog desde o início até postar esta mensagem.. e devo lhe sugerir que substitua as suas ” ofensivas ” por bases biblicas sólidas e não com textos isolados e sub entendidos convenientimente a sua doutrina. Contudo.
    Concordo consigo que o testemunho dos primeiros cristão não são descartáveis, entretanto o testemunho deles, é fiel e superior as tradições..

    A Igreja Catolica Apostolica Romana insiste em sobrepor usos e custumes à palavra da verdade.. quanto a isto fica o texto: “Ele, porém, respondendo, disse-lhes: E vós, por que transgredis o mandamento de Deus por causa da vossa tradição? Mateus .
    15:3″….

    Queridos a Bilbia é clara.. deixem as questões superficiais, as pragmáticas e questões que não nos competem saber, se não em glória,

    A palavra do Senhor. e consequentimente o testemunho dos discipulos é fiel e suficiente para nós “protestantes” . No que concerne a PALAVRA como regra de fé e prática, a tradição “não é para aqui chamada”, ( não entra no assunto) serve muito bem para a auto afirmação do caracter, da personalidade etc… Mas a minha vida com Deus é guiada pela Palavra dele e não pelas tradições( muitoo abrigado)!!

    “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.” Gálatas 1:8.

    ah… e com relação as imagens.. sem comentários.. ou melhor.. um único..

    Partamos do principio de que não há nenhum mal em FAZER, VENERAR, ETC . as imagens.. ok? e que o mal esta apenas em Adora-las ( se temos em mente que pode-se separar o sentido das duas palavras nesse mesmo contexto).

    Agora , eu chamo o Daniel a Realidade… Há muitos fiéis a ADORAREM, outra coisa, ou outro alguém, que não a Deus, ou seja, pecarem simplesmente pelo facto de haver uma imagem no local que em principio seria de adoração ao Eterno Deus.

    E vc mesmo como declarou logo no inicio do blog, e a própria Liderança tendo conciência disto; prefere manter o COSTUME a “abrir mão” e dar o “braço a torcer” em prol de vidas que podem ser libertas das “garras” da idolatria..

    Pense bem… mesmo que não houvesse nada de errado no facto das imagens fazerem parte da liturgia Catolica Romana, será que não valeria a pena banir as imagens das igrejas ao invés de banir e excluir as almas menos cultas dos que VIVEM, do privilégio e dádiva da salvação????!!! Já que estes estão induzidos ao erro , muitas vezes sem qualquer tipo de “culpa”.

    Será que a tão sagrada doutrina sagrada Romana ou devo dizer costume, vale mais do que milhares de vidas…… responda se achar que a pergunta é digna de resposta.

    ” Uma alma vale mais do que o mundo inteiro” …. Você, ao defender a sua ideologia de manter as imagens nos templos .. esta disposto a pagar o preço pelas vidas inocentes.. ? E os seus Lideres, Estão?

  106. Prezado Victor,

    A Paz!

    Lembra-te daquele trecho “retire a trave do teu olho [...]”
    Por favor, substitua suas ofensivas pos bases bíblicas sólidas e não com textos isolados e subentendidos convenientemente a sua doutrina.
    Meu caro, estou ciente de que os argumentos bíblicos que apresento em meu blog estão muito longe de seu esgotamento, entretanto jamais se apresentam como textos isolados, muito menos subentendidos convenientemente conforme a doutrina.

    Agora, o que dizer das suas sitações soltinhas soltinhas de [Mt 15, 3] e [Gal 1, 8] ?
    Curioso…

    Com relação aos seus ofensivos comentários a respeito da suposta idolatria católica, eu destaco a seguinte frase:

    “Agora , eu chamo o Daniel a Realidade… Há muitos fiéis a ADORAREM, outra coisa, ou outro alguém, que não a Deus, ou seja, pecarem simplesmente pelo facto de haver uma imagem no local que em principio seria de adoração ao Eterno Deus.”

    Sinceramente, não sei o que leva a todo o protestante a acreditar que possui o dom da onisciência ao afirmar com tanta certeza quando alguém está adorando.

    Como vc muito bem disse, Victor, são milhares de vidas…
    Então, por favor, me indique quantos são e quem está adorando outra coisa, ou outro alguém, para que eu possa encaminhar imediatamente à Santa Sé os nomes destas pessoas para que sejam alertadas com a devida piedade.
    Aguardo ansiosamente a lista dos nomes, “Pai Victor”. Ou seria “Victor de Ogum”?

    Desculpe-me pela ironia, mas de fato é hilário.
    Obviamente, como o próprio Cristo afirmou: “Nem todo aquele quem e diz `Senhor, Senhor´ entrará no reino dos Céus” (Mt 7, 21a), ou seja, nós não podemos saber quando alguém está verdadeiramente adorando a Deus, mas Ele sim. Da mesma forma como não podemos saber quando alguém está idolatrando outra coisa, ou pessoa, que não Deus. Somente Ele, pois só a Ele cabe o julgamento. Ao juiz dos juizes.

    Quanto a você, trate primeiro de retirar a trave do teu olho… (Lc 6, 42)

    E vc? Está disposto a pagar o preço de atribuir a si um atributo intrínseco somente a Deus, o da onisciência?

  107. Caro Daniel.

    Peço perdão se o ofendi, não foi a intenção… mas……
    Quando me referi as suas ofensivas que deveriam ser substituidas por agumentos e textos sólidos, eu me referia a resposta ao comentário do “Anonimo” rsrs..

    Você disse: “Como sua “igreja” não possui tradição, pois foi inventada por homens, não dá valor à tradição que não possui.” Sugiro que estude um pouco mais sobre a História do Protestantismo, isso mesmo aquela que é estudada na 7ª série ai no Brasil. E você vai ver que não é bem assim como você diz. A propósito Aqui fora na Europa o Protestantismo é conteúdo de 1 período inteiro do programa escolar de 1º e 2º ano do 2º grau… Tantos foram os benefios que ele trouxe a sociedade e tras até hoje…Pois é… aqui bem próximo de onde “tudo”( Protestantismo) começou,…

    Com relação aos versículos que eu citei serem “soltinhos, soltinhos” como vc diz. Sugiro que você os agarre, os prenda e não os deixe escapar por nada nesse mundo.. Pois são a palavra de Deus para todo aquele que crê, não da maneira que nós queremos crer, mas da maneira que Deus quer que creiamos..

    Eu chamei o Daniel a rrealidade que o próprio Daniel reconhece como sendo realidade, veja as palavras do Daniel: “Agora, quanto aos fiés, eu não posso dizer(e não digo) que não exista atitudes de idolatria.”
    “Sinceramente, não sei o que leva a todo o protestante a acreditar que possui o dom da onisciência ao afirmar com tanta certeza quando alguém está adorando.” Respondo:

    Talvez seja o facto de o Daniel defender a sua doutrina de petição aos mortos do seguinte modo: “Aliás, não se trata de intermediação, pois como foi explicado neste blog (pelo visto não entendeu), todos são membros de UM SÓ CORPO do qual Cristo é a cabeça.” – “ Isso quer dizer que nós e os santos (que estão na presença de Deus) estamos ligados, pois somos membros de um mesmo corpo, o corpo de Cristo, que é a Igreja.” . Dando a entender que todos os santos , (e o Daniel não especificou se vivos ou mortos ou se ambos) tem acesso e/ou conhecimento de todas as petições dos fiéis , ou talvez isso não tenha nada haver com “onisciência”, e seja apenas uma questão de bom senso , zelo e amor pelas vidas que possam estar e permanecer no erro da idolatria..

    E como eu disse no 1º comentário… eu li o blog desde o inicio deste tema.. e espero ainda resposta de algumas questões, como por exemplo:

    Você disse: “Quando eu falei sobre as aparições, eu quis te mostrar que as representações são fiéis.” Fico esperando a resposta da questão do Irmão :Jose Silva – As supostas aparições de Maria foram feitas a ESCULTORES?”

    E como o irmão José Silva disse: Não basta dizer que as supostas aparições de Maria não são antibíblicas é necessários demonstrar com citações bíblicas que não seriam antibiblicas.”
    Se os atributos de onipresença e onisciência são atributos exclusivos da Trindade Divina. COMO os santos possuem tb esse atributo, estando eles Vivos ou mortos.? E sendo NÓS os santo de hoje também teríamos, como sugeriu o Daniel.. certo?
    Você ainda afirmou:
    Cada um vai responder por si perante Deus, e o culpado não é a Doutrina.

    “Poxa” Daniel, que grande solidariedade se vê nessa sua afirmação….

    Quanto ao argumento de que Deus incentiva a construção de imagens, pelo fato de mandar Moisés fazer os querubins da Arca, engraçado….. você mesmoo disse: “NÃO são objetos de adoração, mas de ORNAMENTAÇÃO da arca.” Mas a partir do momento em que se começa a prestar culto seja ele de dulia, hiperdulia ou latria como vocês designam, a partir do momento que uma pessoa gasta o tempo que é de Deus e se volta para a imagem, com o fim de pedir , agradecer ou la o que seja, esta imagem se constitui abominação perante Deus e igual as imagens se faz aquele que se prostra diante dela..

    Lembra dessa:
    “Sugiro que você diga aos líderes católicos que ajam como EZEQUIAS: TÃO LOGO EZEQUIAS percebeu que a SERPENTE feita por Moisés foi IDOLATRADA pelo povo, ele a DESTRUIU. Do mesmo modo, os líderes católicos devem agir com as imagens que eles mantêm dentro de seus templos e não fazer e manter IMAGENS, como vêem fazendo e mantendo, de modo a induzirem obliquamente o povo ao pecado da IDOLATRIA.

    “Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu a farei.” João 14:14
    “E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.” João 14:13

    Interessante Jesus diz isso 43 vezes ao longo do novo testamento.. Quantas vezes se vê a irmã Maria ou os Apóstolos a dizerem a mesma coisa “ em nome deles”.?

    Querido, no amor de Cristo, por favor não se engane , disse muito bem a irmã Yasmim no comentário de : Sábado – Ano C / 28 de Julho de 2007 em 2:52 am. Os mortos não louvam ao Senhor, nem os que descem ao silêncio” Salmos 115:17 … Se os mortos não Louvam… muito menos intercedem…!!! Desperta do sono amigão..

    De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir a palavra de Deus. Romanos 10:17 A biblia não diz que a fé vem pelo ver…. a não ser que você siga a linha “Tomésiana” e precise realmente ver alguma coisa para estimular (ou o que seja ), a sua fé.

    Ah… e as procissões…… já ia me esquecendo…
    “Congregai-vos, e vinde; chegai-vos juntos, os que escapastes das nações; nada sabem os que conduzem em procissão as suas imagens de escultura, feitas de madeira, e rogam a um deus que não pode salvar.” Isaías 45:20

    Ao responder o José Silva + acima no Blog, quando ele diz pra você se converter, você disse que aceitou ao cristianismo quando foi batizado em criança. Pois bem ..

    “Aquele que CRER e for BATIZADO será salvo.” Há aqui uma ordem de fatores que a sua doutrima quebra. Pois.. 1º Crer – 2º ser BATIZADO, um, depois do outro.. o Jose não lhe respondeu quando vc perguntou qual é a idade certa para se batizar.. Com a permissão do meu irmão, eu respondo: segundo esta palavra que você leu agora, a pessoa deve ser batizada logo que possa crer.. simples. Você creu, quando foi batizado? Já que você usou o argumento de que cada um responde por si perante Deus, então aqui não vale dizer que seus pais creram por si… ok?

    A propósito… da sua irônia.. “Aguardo ansiosamente a lista dos nomes, “Pai Victor”. Ou seria “Victor de Ogum”?

    Eu não sou Pai de ninguém 1º porque não tenho filhos, 2º porque eu não daria essa liberdade de tratamento a ninguém, pelo fato de conhecer e obedecer o Deus que eu sirvo, quando ele diz assim… lembra? E a ninguém sobre a terra chameis vosso pai; porque um só é o vosso Pai, aquele que está nos céus. Mateus 23:9. E Ogum??!! Pelos vistos você fala do que não conhece, e deveria ter conhecimento já que se mostra tão douto no assunto…. Espero que você não seja seminarista!!! Eu explico: Na santería cubana é chamado de Oggun e é sincretizado com São Pedro, São Paulo, São João Batista, São Miguel Arcanjo e São Rafael Arcanjo , no Brasil, nomeadamente no Rio de Janeiro , a “umbanda” tem como correspondente do nome OGUM , o vosso santo canonizado e venerado s. Jorge, por isso eu posso traduzir “ Vitor de Ogum” por “ Victor de s. Jorge” já que eu sou carioca, o que eu rejeito em Nome de Jesus na minha vida, porque se eu sou de alguém esse alguém é Cristo!!!

    A Paz!!!

  108. Prezado Victor,

    De forma alguma me ofendeu.
    Eu somente eu me referi a suas ofensivas me referi as suas veementes afirmações de atitudes de adoração como se você tivesse a capacidade de perscrutar a alma do fiel.
    Isso foi uma ofensiva (uma ofensa) à pessoa divina, pois atribui a um ser imperfeito um atibuto intrínseco somente ao ser perfeito.

    Sobre a história do protestantismo… Quando a estudamos, podemos notar que o mesmo foi cirado apenas no século XV.
    Ora, se Jesus afirma que estaria com os Apóstolos até o fim dos tempos (Mt 28, 20), obviamente sabemos que durante os 1500 anos que separam o colégio apostólico do protestantismo, muitas missões se desenvolveram em nome de Cristo e com Cristo, segundo a sua promessa.
    Agora… que motivo levaria um Deus fiel em suas promessas (Dt 7, 9) como um noivo à sua esposa (Mc 2, 19)a abandonar seu povo e acompanhar outro???

    Obviamente quando eu falei dos santos, me referi aos mortos, pois os vivos ainda não estão plenamente purificados para serem considerados santos como o Pai do céu é santo. Ou você acha que sim?

    Vc perguntou:
    “As supostas aparições de Maria foram feitas a ESCULTORES?”
    Por favor, me informe sobre qual aparição está se referindo.

    vc disse:
    “Se os atributos de onipresença e onisciência são atributos exclusivos da Trindade Divina. COMO os santos possuem tb esse atributo, estando eles Vivos ou mortos.?”
    Victor, se vc tivesse lido os comentários não teria feito essa pergunta…
    Favor observar a minha opinião em:
    – 3 de outubro, 4:05 PM

    vc disse:
    ” Mas a partir do momento em que se começa a prestar culto seja ele de dulia, hiperdulia ou latria como vocês designam, a partir do momento que uma pessoa gasta o tempo que é de Deus e se volta para a imagem, com o fim de pedir , agradecer ou la o que seja, esta imagem se constitui abominação perante Deus e igual as imagens se faz aquele que se prostra diante dela..”
    A graça vem de Deus meu caro.
    Crendo que Deus é onipotente não limitamos a sua capacidade. Ele pode agie da forma como desejar. Você limita Deus?
    O reconhecimento de sua onipotência e a ciência de sua ação através de pessoas ou coisas, é justamente uma honra prestada a esse Deus de prodígios. Não sei porque vc tenta separar as coisas e limitar Deus… Isso é grave!

    vc disse:
    “Do mesmo modo, os líderes católicos devem agir com as imagens que eles mantêm dentro de seus templos e não fazer e manter IMAGENS, como vêem fazendo e mantendo, de modo a induzirem obliquamente o povo ao pecado da IDOLATRIA.”
    E eu lhe dou a resposta que eu dei no tópico “http://catecumenato.wordpress.com/2007/11/23/presidente-da-sociedade-teologica-evangelica-retorna-a-igreja-catolica/ ”
    Vc consegue prescrutar a alma do fiel e afirmar que ele está idolatrando? Então vc consegue perscrutar a alma do fiel e dizer que ele está adorando a Deus em espírito e em verdade? Isso é anti-bíblico…
    A adoração, definitivamente, não se dá por gestos. Vc está enganado.

    Vc critica as procissões e demonstra seu desconhecimento bíblico, pois vemos que a arca da aliança era transportada em procissão pelo povo de Israel, era um objeto diante do qual os israelitas se prostravam, no entanto não denotava uma atitude de adoração. Por quê?
    Porque apesar de os gestos serem dirigidos ao objeto, a honra era dada a Deus.
    O difícil é vc entender que a atitude do católico é semelhante, uma vez que vc se atribui o dom da onisciência (sacrilégio) e afirma que o católico adora a imagem ao se prostrar, e não a Deus.

    Te chamei de “Pai Victos” e “Victor dfe Ogum”, porque vc tem as mesmas atitudes de pessoas que julgam ter poderes sobrenaturais, de advinhação, por exemplo.

    Que a Paz esteja contigo e que o Espírito Santo seja luz em sua vida para que lhe dê todo entendimento.

  109. Carta de uma Cristã Católica para os Evangélicos
    Irmãos em cristo quero que saiba que nós cristão católicos servimos um Deus único que é o Deus de Abraão,Isaac e Jacó ,e fico triste com atitudes de alguns irmãos que dizem ser evangélicos mais agem como o próprio anti cristo falam mentiras caluniando a igreja e a fé católica, sendo que Deus amou tanto o mundo que nos deu seu único filho para todos que nele crê, não pereça mas tenha vida eterna, e não foi para jugar (JOÃO Cap 3, Vers16-18 ) mais creio eu que 60% desses que falam ser evangélicos, nem sabem o significado e a força dessa palavra, irmãos ser evangélico é proclamar a boa nova de cristo e não falar mal da fé alheia (JOÃO Cap 5,Vers 32), não são as pessoas com saúde que precisam de médicos mas sim os doentes, não é os justos que vim chamar a conversão, mas os pecadores. E vocês que dizem ser evangélicos são justos?
    O apresentador RAUL GIL se acha justo, pois fez piadas da fé católica trocando as palavras dos padres na hora da santa comunhão, esse é o corpo e sangue de Cristo com vulgaridade,sendo Cristo que corpo, isso é ser evangélico? Tem um certo pastor que apresentando seu programa pregou morte e ressurreição de Cristo,e comparou nós católicos, como na época que crucificaram cristo, dizendo que no dia de hoje se colocar a imagem de nossa Srª Aparecida e a de Jesus ,nós católicos gritaríamos, crucificam Jesus e libertam a imagem, isso é ser evangélico? Outro cidadão refere a nossa santa igreja como a grande prostituta de apocalipse, falida e seus fiéis como cegos ,mudos e surdos assim como nossas imagens, Isso é ser evangélico?, irmãos estamos orando para que Deus os perdoe porque não sabem o que falam.
    Irmãos nós católicos pedimos sim que os santos apóstolos interceda por nós a Jesus, porque Jesus disse ( MT Cap 19,Vers 27-30) quando ele senta-se no trono da sua glória também os apóstolos haveria de sentar-se em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel. Acima citei, que um cidadão nos comparou como surdos ,mudos e cegos como nossas imagens, irmão nós católicos não samos ignorantes a ponto de compararmos com imagens, a não ser com a de DEUS póis somos a sua imagem e semelhança, e muito menos de achar que as imagens são deuses, nós sabemos diferenciar ídolos de imagens agora em vez de você perder tempo na fé alheias deveria ler a bíblia certamente teria sabedoria. (MT,Cap 5,Vers12) tudo que quereis que os homens vos façam, fazei também a eles .(MT,cap,7,vers,11,12) felizes sois voz quando injuriarem e perseguirem e mentindo disserem todo mal contra vós por causa de mim, alegrai-vos e exaltai pois é grande a vossa recompensa no céus. (Romano Cap 16,Vers 17-19) temos uma advertência contra divisões, Rogai vos irmãos que desconfieis daqueles que causa divisões e escândalos apartando-se da doutrina que recebestes evitai-os esses tais não serve a Cristo nosso senhor mas o próprio ventre e com palavras e linguagens doces enganam os corações simples. Disse Jesus, não temas aqueles que podem matar a alma, temei antes aquele que pode precipitar a alma e o corpo no inferno .
    (MT,cap,10,vers28) disse Jesus que viriam falsos profetas pregando no seu nome mas nem todos que diz senhor senhor entrará no seu reino, disse Jesus, sereis odiado por todos, por causa de mim mas aquele que persevera até o fim será salvo. ( EX Cap,32) observe que o povo reuniu-se e pediu a Araão que lhe fizesse um Deus que caminhasse em sua frente, desprezando o Deus de Moisés, Araão preparou o molde e fez o bezerro de ouro, e disse Israel, ai tens seu Deus, onde eles adoraram ,pois bem o povo de Moisés cometeu um grande pecado não por fabricar a imagem do bezerro de ouro e sim por pedir um Deus, desprezando o único Deus vivo e verdadeiro que é o Deus de Abraão, Isaac e Jacó, e foi isso que Deus condenou, não a fabricação de imagens ou de tê-las na sua casa como decoração, ou de lembrança de pessoas que ama, e daqueles que fizeram a vontade de Jesus. E você tem imagens na sua casa? Claro que sim ,todos temos uma foto de família, uma imagem de um animal, de flores ou um quadro etc… isto também são imagens, Deus não condenou a fabricação de escultura que ele mesmo pediu para esculpir, algumas (N.m Cap 21Vers 4-9) Na direção do mar vermelho o povo de Moisés murmurou contra Deus, e Deus enviou serpentes venenosas que matou muitos, arrependidos o povo pediu a Moisés para interceder a Deus por eles, e Deus falou a Moisés para esculpir uma serpente de bronze e colocar num haste e todos aqueles que for mordidos olhará para ela e será curado, é claro que essa serpente não foi adorada como Deus, esse fato serviu de sinal de piedade de libertação e de obediência, isso era um ato de fé diferente do ato do bezerro de ouro e é assim as imagens das igrejas católicas atos de fé. (Ex Cap 25,Vers 10) Deus pediu para fazer uma arca de madeira de acácia e revesti-la de ouro puro por dentro e por fora e também fazer a tampa de ouro, farás dois querubins de cada lado de ouro polido os querubins com as asas estendidas para o alto e entre as imagens Deus comunicou tudo que ordenou ao seu povo.e nós sabemos a importancia da arca da aliança para o povo de Deus (1 Rs Cap, 3 Vers 9) O rei Salomão tinha o coração mais sábio do mundo capaz de jugar o povo e discernir o bem e o mal, ele sendo o mais sábio, contruiu o templo de Deus com muitas imagens de querubins de pau de oliveira, flores abertas de cedro e revestiu tudo de ouro.Claro que Salomão não profanou o templo de Deus, ele tinha sabedoria e sabia diferenciar imagens de ídolos, e sem dizer que nossas imagens veio depois de Cristo, e representa os apostólos, Maria e outros que fizeram a vontade de Jesus, dando sua vida em amor ao evangélio de Cristo, elas são iguais ao lenço da igreja Mundial, a rosa e o sal da igreja Universal, a varinha de Jacó da igreja da Craça e etc… isto são atos de fé, idólatras são portanto aqueles que divinizam o que não é Deus, idolatria é tudo que oculpa o lugar de Deus em nossas vidas e em nossos corações.
    Sueli Soares, Paróquia São Pedro, Cesar de Souza – Mogi das Cruzes S-P

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: