Sobre este blog…

Salve Maria, mãe do meu Senhor! (Lc 1, 43)

Primeiramente, é importante ressaltar que este espaço, mais especificamente por causa do nome que recebe, não possui relação direta com os rituais de iniciação cristã, bem como seu diretório. O nome escolhido baseia-se na forma como, muitas vezes, a iniciação cristã acontece: através da abertura ao novo, àquilo que não se conhecia, mas sabia que existia.

Portanto, este blog se propõe, de forma ousada, a ser apenas um instrumento para esta nova descoberta.

“Uma vez que, como todos os féis, através do batismo e da confirmação, são destinados por Deus ao apostolado, os leigos, individualmente ou reunidos em associações, têm obrigação geral e gozam do direito de trabalhar para que o anúncio divino da salvação seja conhecido e aceito por todos os homens, em todo o mundo; esta obrigação é tanto mais premente naquelas circunstâncias em que somente através deles os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo.” (225,§1º do Código de Direito Canônico)

Portanto, este apostolado encontra-se em comunhão com a Igreja de Roma e com seu sumo pontífice, o Santo Padre. E a este espaço, dei o nome de Catecumenato.

Catecumenato se trata de um caminho de formação ao cristianismo.

O processo de securalização tem levado muitas pessoas a abandonar a fé cristã e a Igreja, tornando-se o catecumenato um precioso instrumento para recuperar esta fé.
Baseado nisto, surgiu-me a idéia de utilizar-me de um poderoso instrumento (a internet) para abrir tal caminho de chamado à conversão.
Deixo explícito que possuo a consciência de que a fé não é algo que deve ser imposto, mas respeitado. Professo a fé católica, mas desejo receber neste espaço qualquer irmão que possua outra crença com absoluto respeito e admiração, seja ela qual for e caso ela exista.

O principal objetivo é disseminar o conhecimento a respeito da doutrina da Igreja a fim de eliminar toda a discriminação que existe a respeito dela, sem nem mesmo conhecê-la. Aqui, todos deverão ser respeitados em primeiro lugar, tendo em mente a contraposição de idéias e não de pessoas.
Todos são livres a efetuar questionamentos, desde que respeitadas as disposições acima citadas. Ou seja, argumente contra a idéia e não contra a pessoa. Portanto, primeiro é necessário possuir argumentos. Sendo assim, ofensas não são permitidas.

Sou grato a Deus pela confiança e pela oportunidade de adquirir conhecimento e discernimento através de suas revelações. Desejo reverter, num sinal de gratidão, estas bênçãos através da anunciação de sua Palavra a outras pessoas.

“Eu vim para que todos tenham vida, que todos tenham vida plenamente” (Jo 10, 10)

A Ele seja dada toda honra e toda glória pelo século dos séculos!

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura.” (Mc 16, 15)

“Anunciar o Evangelho não é glória para mim; é uma obrigação que se me impõe. Ai de mim, se eu não anunciar o Evangelho!” (1Cor 9,16)

Uma resposta

  1. Sou seminarista da Diocese de Diamantino MT e estudante de filosofia em Várzea Grande; onde atualmente situa o nosso Seminário Rainha dos Apóstolos. Gostaria de saber um pouco mais a respeito deste movimento; pelo qual interessei-me bastante no tocante à sua aplicação na sociedade. Com efeito creio que aqui em MT não existe ainda este movimento eclesial, gostaria de saber como poderia fazer para inícia-lo em minha paróquia.
    No entanto, fico muito agradecido pela compreenção!

    Fraternalmente: Linconl Brito Comby

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: