Deus em questão – Sigmund Freud e C. S. Lewis

Anúncios

O Ateu e a fé

Senti a necessidade de escrever este texto por dois motivos: primeiro porque depois de breves minutos conversando com um colega de trabalho aparentemente ateu (ainda não conversei com ele sobre o assunto) senti uma pontinha de superioridade intelectual que é peculiar àqueles que negam a existência de Deus; segundo porque nunca escrevi um texto relacionado ao ateísmo, então pensei “por que não?”.

Sinceramente, sempre fico impressionado com o paradoxo de “ser ateu”. Ser ateu é duvidar de um Deus pregado pelos homens, mas eleger o próprio ego (sim, o de homem) como deus de si mesmo. E esta situação não deixa de ser curiosa, pois a razão humana só resplandece plenamente quando reconhece a sua própria contingência e se sujeita à suprema inteligência do Criador do universo.
Continue lendo